Conversa de MangáJapão

Conversa de Mangá: Naruto 499 – Um Novo Selo!

Naruto: Capítulo 499 foi disponibilizado dia 16 de Junho: “Um Novo Selo!”.

Se você não sabe o que é o projeto Conversa de Mangá, clique aqui. Depois do “continue”, a gente conversa mais:

Aviso: Continue apenas se você já leu o capítulo 499 de Naruto. Atualmente acompanho o mangá pelo site Mangá Stream, e a qualidade da scan é absurdamente fantástica! Basta não ter medo de inglês. Mas, em todo caso, a StrawHat Scans tem a tradução em Português!

Naruto 499

Um Novo Selo!

Uau, eu já sonhava a muito tempo atrás com esse momento da série Naruto, onde o pau entre ele e a raposa finalmente aconteceria. Quer dizer, o primeiro round da luta até foi bacana, pois teve os ataques, as defesas, aquela jogada do clone escondido e a Kyuubi em tantos ângulos nunca revelados, mas este capítulo conseguiu pra mim ir muito mais além do que esperava. Tudo bem que ainda acho uma tremenda armação o Naruto ser o único ninja do mundo que tem tanto chakra a ponto de usar o jutso clone das sombras tantas vezes e em tantos números e ainda tem uma quantidade insana de chakra para criar mais de uma dezenas de rasengans e ainda manipular o poder da natureza tudo isso em algo insano como foram alguns golpes que ele deu neste capítulo. De certa forma também esperava que a Kyuubi tivesse um pouco mais de poder ou esperteza, que fizesse algumas coisas diferentes do que apenas dar “patadas”, mas no fim das coisas, ela não parece metade do demônio que se prega na mitologia da série. Os vilões atuais do universo da série me parecem monstros e dão a sensação de serem bem mais fortes que a Kyuubi em sua forma real. Talvez a geração do Minato, o pai de Naruto que era muito mole. Mas colocar numa balança técnicas, poderes, e certos outros atribudos do universo da série não é justo. É divertido ver centenas de Narutos e pronto e acabou!

Acho que parte desta reflexão surgiu ontem à noite quando estava lendo o volume 35 do mangá, onde o Kakashi estava comentando sobre a quantidade de chakra que o Naruto possuiu e que ele é o único que é capaz de manipular tão bem essa quantidade maluca de clones (essa parte rola momentos antes de começar o treinamento com o elementos vento, aos que não se lembram). Isso porque nessa época o Kakashi diz que Naruto teria 4 vezes mais chakra do que o personagem. Rolou muita coisa desde este momento e Naruto cresceu ainda mais em termos de poder. Ver o Kakashi trabalhando com apenas um clone e criando um rasengan “fraquinho” nessa releitura de ontem e depois dar uma olhada neste capítulo onde Naruto parece ter chakra infinito chega a ser engraçado. Kishimoto trabalhou muito bem com a evolução do personagem.

E se já pareceu monstruoso o que Naruto é capaz de fazer se estiver motivado corretamente, imagine após este capítulo ao adquirir todo o chakra insano da Kyuubi. Alias o quadro abaixo ficou fenomenal. Agora é esperar para ver se Naruto poderá se transformar em raposa do mesmo jeito que o Bee se transforma no seu Bijuu. Será que isso é possível com a Kyuubi não colaborando totalmente com o Naruto? Alias neste mesmo volume 35, aparece  Hidan e o Kakuzu capturando a Duas Caudas, e ela também se transforma totalmente na forma do Bijuu. Acho que no final isso é uma habilidade comum com todos que aprendem a controlar os selos e o Bijuu. Interessante que naquela época isso não era bem explicado.

Voltando novamente ao capítulo. Gostei de outros elementos do mesmo, como a raposa secando igual uva passa. Achei que ela iria morrer, mas pelo visto o autor ainda tem planos para ela, pois aquele olhar de “vai ter troco, Naruto!”  foi de gelar a espinha. Cacetada, ainda tem como ela ser uma ameaça para o ninja laranja? Aposto que sim! Naruto controlando os selos nesse momento e capturando ela de novo foi bacana. E alias, alguns leitores aqui estavam dizendo que isso não iria acontecer que Naruto não conseguiria vencer ela. E agora? O que vocês acharam? Foi justo? Mesmo que a Kushina tenha dado uma ajudinha para o golpe final? Ou o personagem vai ficar overpower demais? Alias se ficar, não vejo problema porque os vilões também estão meio overpower. Ainda acho impossível o Naruto vencer Madara (que pode não ser o Madara, preciso sempre me lembrar disso) só com força bruta.

Meu medo é que com esse crescimento absurdo, o Kishimoto largue de vez os outros ninjinhas de Konoha, e, pelos menos pra mim, faz uma falta danada não ter mais lutinhas com eles. Pow, Rock Lee, Neji, até mesmo a Sakura. Poderia ter uma rodada nova de lutas com eles. Mas Naruto nem pode entrar na brincadeira agora, com tanto poder que ele tem.

Por fim, a última discussão do capítulo. Kushina era o jinchuuriki antes de Naruto. Bem não chega a ser uma surpresa total pra mim, afinal o incidente com a raposa nunca foi bem explicado, e isso meio que condiz com o que ela disse no capítulo anterior, que ela tinha um chakra especial. Estou meio curioso para saber como rolou o selamento do bebê Naruto e como a raposa acabou saindo de Kushina, que provavelmente morreu no processo. E quem forçou a liberação? Foi Madara, não? Teve uns capítulos atrás que ele assumiu a culpa pela libertação da Kyuubi. Caraca, se Madara matou a mãe de Naruto, as coisas daqui pra frente vão ficar ainda mais loucas!

O próximo capítulo deve rolar outro flashback, e nesse ponto, a guerra mundial ninja já demorou tanto pra começar, que nem tenho mais pressa pra isso, agora deixa rolar o momento e vamos com a maré. O passado parece que está se tornando importante para compreendermos ainda mais sobre o futuro. A nova geração de ninjas pelo visto está pacando pelos pecados do passado.

Obs: Sorry, pela demora com o conversa de mangá esta semana, como havia avisado, semana de E3 me atrasou com tudo. Mas agora acabou e semana que vem, volta a periodicidade habitual desse tipo de post. E quem aguentar mais um pouquinho nessa madrugada de sábado para domingo vai poder ler sobre Bleach, que já estou escrevendo enquanto vocês estão lendo este post. 🙂

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios