AssistindoLendo

Planeta Hulk: Tony Stark coloca o verdão fora de órbita. E isso é bom! [BD/DVD] [Animação]

Planeta Hulk é um arco de histórias que começaram a ser publicadas em 2006. O arco contou uma história supreendente e agradou bastante aos fãs do Golias Esmeralda.

Tudo começa quando os Illuminati se formam. Idéia de Tony Stark, o grupo é formado por ele, Prof. Xavier, Namor, Reed Richards e Raio Negro. Esse poderoso grupo passa a agir secretamente, com o propósito de agir nos bastidores dos eventos do Universo Marvel, para impedir que grandes ameaças sequer possam ameaçar nosso planeta.

E ninguém duvida que o Hulk é uma ameaça. Uma grande ameaça verde incontrolável e poderosa. As ações do Hulk produzem catástrofes, destruindo quarteirões, matando pessoas inocentes. Os heróis sabem que o Hulk não é propriamente um vilão, mas o resultados de seus atos não podem ser ignorados…

Sobre a história

Após um confronto de um Hulk enfurecido com o Coisa em Las Vegas que resulta em muita destruição, a S.H.I.E.L.D. pede uma reunião com o Homem de Ferro, dizendo para ele que tudo poderia ter sido evitado se Stark tivesse dado um jeito de neutralizar as açõs do Hulk no passado.

Os Illuminati decidem intervir, e tomam um curso de ação surpreendente: acabar com a ameaça constante causada pelo Hulk. E claro que os Illuminati não querem matá-lo, pois conhecem o Hulk, sabem que ele também salvou a Terra de muitos perigos. Pode não ser da maneira ideal, mas todos concordam que o Hulk é um herói.

Tony Stark então arquiteta um plano, a partir de uma premissa simples e eficiente: se o Hulk não estiver por perto, ele não vai mais destruir nada. Então, o grupo secreto constrói uma nave espacial, com o propósito de colocar o Hulk nela e o enviar para um planeta desabitado!

Para convencer Hulk a embarcar na nave, Tony inventa uma “missão especial” para Hulk, onde ele foi incumbido de destruir alguns satélites que estariam supostamente com defeito e prestes a caírem na Terra. Esse plano não foi aceito por Namor, que deixou o grupo dos Illuminati profetizando que o Hulk voltaria de onde quer o mandassem e mataria os membros do grupo, e ainda por cima estaria na sua razão.

Durante o curso da viagem o Hulk acorda e recebe uma gravação onde os Illuminate explicam o que vai acontecer com ele. Ao saber da verdade, Hulk entra em fúria e começa a destruir a nave, que toma um rumo diferente do previsto, atravessando um buraco de minhoca e caindo em outro planeta, Sakaar.

Algo aconteceu com o Hulk então, e ele estava fraco ao recuperar a consciência. Foi atacado por humanóides com aspecto de inseto, e ferido por eles, foi abordado por nativos sakaarianos, pertencentes ao exército do Rei Vermelho, soberano do planeta Sakaar. Os militares colocam um dispositivo no peito do Hulk, que causa extrema dor quando acionado, e levam Hulk em custódia.

Hulk é colocado em uma arena de combate, e juntamente com outros seres de diferentes raças, se torna um gladiador, para o deleite do Rei Vermelho e seus súditos. Hulk e seus novos amigos conseguem sobreviver, e o Golias Esmeralda começa a recuperar sua força, partindo pra cima do Rei Vermelho. Ele é contido primeiro pela guardiã real, Caiera, e depois o próprio Rei Vermelho coloca um traje de combate e enfrenta Hulk.

O Rei Vermelho é ferido na face pelo Hulk, porém se sai vitorioso no fim. O Rei não tira a vida de Hulk, justficando que a criatura serve bem como diversão ao seu povo. Mas secretamente, o Rei já planeja o modo como vai matar Hulk.

Hulk e os demais gladiadores formam um Pacto de Guerra, tornando “irmãos de guerra”. O povo começa a acreditar que Hulk é o verdadeiro Filho de Sakaar, título reclamado pelo Rei Vermelho. Hulk não dá muita bola para isso, mas após mais uma sessão na arena, fica nítido para todos que o Hulk é o Filho de Sakaar, o escolhido para trazer liberdade e justiça para o mundo.

Caiera conta a Hulk uma história de sua infância, quando criaturas “espinhentas” tacaram o planeta. O Rei Vermelho surgiu e eliminou a ameaça, abrindo assim o caminho para se tornar o rei. Caiera pede a Hulk que ele fuja, pois tem medo que a crescente popularidade de Hulk afete o poder do Rei Vermelho.

Na terceira sessão de combates na arena, um dos oponentes do Pacto de Guerra é ninguém mais ninguém menos do que Bill Raio Beta! Assim como Hulk e os gladiadores, Bill está sendo forçado a lutar por causa do disco de obediência. A batalha entre Hulk e Bill é violenta, ainda que nenhum dos dois realmente queira lutar.

Um dos gladiadores nota que Hulk sangra, e esse sangue ao entrar em contato com o solo, devolve vida ao solo árido de Sakaar, e ao surgirem plantas, o gladiador lembra-se de que essa é uma das características do Filho de Sakaar. Então Bill usa seu poder e conjura trovões que destroem os discos de obediência. Os membros do Pacto de Guerra se rebelam e conseguem fugir.

Caiera persegue Hulk. Durante o combate, ela descobre que a ascenção do Rei Vermelho ao trono foi manipulada por ele. Os “espinhos’ que atacaram as pessoas na infância de Caiera foram trazidos por ele mesmo. O Rei bombardeia o local tentando destruir Hulk, porém devasta uma cidade no processo. Caiera percebe que luta do lado errado e mente ao Rei, dizendo que o Hulk foi morto pela bomba.

O Rei quer o corpo do Hulk, e então Caiera leva-o até o palácio. O Rei Vermelho fica junto ao corpo do Hulk, e enquanto se gabava pela sua vitória, Hulk abre os olhos para em seguida dar um soco devastador no Rei, que sobrevive por estar com a armadura. Os dois lutam, mas Caiera lança sobre o Rei um daqueles espinhos que provocam mutação. O Rei vermelho entra em processo de transformação por isso, e é morto por seus próprios robôs, aqueles que eram programados para eliminar as pessoas mutadas.

Com a morte do Rei, a ordem é restarada, e Hulk finalmente aceita que é o Filho de Sakaar, passando a governar o planeta ao lado de Caiera, por quem se apaixonou.

Sobre a animação

A história difere em alguns aspectos da obra original, como a troca do Surfista Prateado por Bill Raio Beta, mas toda a idéia está devidamente pontuada em cada frame da animação, que aliás, é uma parceria entre a Marvel e o estúdio japonês Madhouse, garantindo uma boa qualidade técnica e um estilo visual menos estilizado. Destaco o ótimo uso das cores, que ressaltam vários detalhes interessantes, como o fato de só vemos a cor verde nos olhos de Caiera e no próprio Hulk, dando assim uma dica visual que os dois possuem um elo comum.
Apesar o conteúdo se apresentar bem mais enxuto na animação em relação ao quadrinho, é bem fácil de assimilar a maioria dos acontecimentos. Só acho que o início deveria ter um foco maior na relação Hulk/Illuminatti, mas como você está lendo esse post essa lacuna é preenchida. Tá vendo como é bom acompanhar o Portallos?

A direção é bem tradicional, sem aqueles cortes de imagem rápidos e enquadramenos angulosos comuns nas animações orientais. As vozes dos personagens casam bem, mas nada de muito espetacular. De uma maneira geral, enquanto o quesito visual é muito bom, a parte sonora achei meio capenga, a trilha sonora está lá mas não agrega muito. Ah, e quem quer assistir com a dublagem brasileira, um triste fato: o som é apresentado em Dolby 2.0, enquanto o original em inglês é DTS MA 5.1.

Planeta Hulk é mais uma animação inspirada diretamente de um arco de uma história em quadrinhos, o que podemos dizar que é uma tendência, já que podemos citar obras recentemente  publicadas que receberam tratamento similar como Liga da Justiça – A Nova Fronteira, Superman/Batman – Inimigos Públicos, Superman/Batman – Apocalypse (todas da DC Comics). Lá no exterior, é comum encontrar arcos inteiros e até mesmo sagas completas na forma de livros, algo que a Panini aos poucos tenta tornar fato comum o Brasil.

Esse importante nicho é alimentado por aqueles que por um motivo ou outro não conseguiram acompanhar as histórias mensalmente, e também pelos mais entusiastas que fazem questão de apreciar uma história que gostaram de ler. Essas compilações traduzidas no formato animação complementam esse importante segmento de consumidores, muitos deles até mesmo leitores casuais.

Também temos adaptações extraídas diretamento dos quadrinhos para o formato Motion Comics, como Watchmen (DC), Astonishing X-Men, e Homem de Ferro Extremis. Essa última, é uma pérola, simplesmente perfeita, aquilo que foi impresso no quadrinho ganhou uma tridimensionalidade sem par; quando for lançada aqui eu vou comprar de olhos fechados, mas vou assistir de olhos bem abertos.

E não se preocupe se tudo o que você sabe do Hulk é daquilo que viu nos últimos filmes, saber a cronologia passada do Hulk não faz falta nessa animação. Embora Planeta Hulk tenha uma nota final menor do que Hulk vs. Wolverine e Hulk vs. Thor, é uma boa pedida, ainda mais que o BD saiu por um precinho camarada (“incrível”, eu afirmo), peguei o meu na Saraiva por apenas R$ 29,90! O BD é replicado aqui no Brasil, custando meros R$ 5,00 reais a mais do a versão DVD, o que me faz refletir o motivo de ainda vermos BD’s sendo lançados aqui por R$ 90,00 em seu lançamento… Adoraria que o Hulk esmagasse essas distribuidoras gananciosas!

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Mauri Link

Um gamer inveterado desde a primeira geração de consoles, aficcionado por histórias em quadrinhos, nerd de carteirinha, e super-herói nas horas vagas!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios