Lendo

HQs Disney: Já colocou sua coleção no Inducks? [Dica] Qual a vantagem?

Hoje mais cedo comentei no post do Morcego Verde que estava remexendo a minha coleção de revistas Disney. A razão para tal também me motivou para a criação desta matéria. Se você é leitor aqui do blog e também dos quadrinhos da Disney deve conhecer ou já ter ouvido falar do site INDUCKS.

O Inducks é um site simples na verdade, mas de extrema utilidade a todo fã dos habitantes de Patópolis. Ele é o maior buscador mundial de dados relacinados as revistas, histórias e criadores Disney do universo dos quadrinhos. Ele tem de tudo, ou pelo menos quase tudo. Todo o acervo brasileiro de 60 anos da Editora Abril está lá, ou, novamente, quase todo. É com base nos dados do Inducks que faço as matérias dos quadrinhos Disney aqui no Portallos. É de lá que pego o conteúdo das edições, os roteiristas e desenhistas que trabalharam na produção das histórias, quantas páginas tem as mesmas e até mesmo o ano em que ela foi publicada pela primeira vez, assim como as republicações entre outros dados técnicos. Quem nunca testou o Inducks, deveria testar buscar uma HQ que tenha aí na sua casa para ver os dados de cada história dessa sua revista.

Quer saber quais histórias da Disney BIG você já tem em outras revistas guardadas no armário? Quer saber quantas histórias inéditas do Marco Rota ainda existem para sair no Brasil? Ou quais do Don Rosa você ainda não tem na coleção? Ou quem sabe o conteúdo daquela edição que você perdeu? O Inducks permite isso e uma porrada de outras coisas bacanas que ajudam mesmo a entender melhor o universo dos quadrinhos Disney e até mesmo a história deles no Brasil ao longo das décadas.

Uma parte da minha coleção. Não deu para colocar tudo numa única foto. XD

E esta semana eu testei a ferramenta de coleção virtual do Inducks. Tirei todas as minhas revistas do armário, relacionei tudo num caderno e depois joguei todas as informações no site. O resultado me impressionou, assim como a utilidade que a mesma proporciona a qualquer colecionador. Quer entender mais? Após o continue:

Tela de cadastro da coleção. Prático e simples. Basta escolher o país, o título da revista e marcar as edições que possui e pronto! Agora é só seguir para a próxima revista e fazer o mesmo.

Gostei bastante de cadastrar minha coleção no site. O Inducks possui um ranking, chamado de pódio, onde é possível ver as maiores coleções do mundo inteiro. Clique aqui para ver. O interessante do pódio é que ele não classifica as coleções pela quantidade de gibis, mas pela quantidade de histórias diferentes cada colecionador possui. Assim histórias repetidas em revistas de republicações não são somadas no ranking. Interessante, não? Por sinal, enquanto escrevo este post, meu nick consta lá no pódio. Sou o colecionador de número 512 no momento, com 5% de todas as histórias Disney cadastradas no Inducks em minha coleção e 1.368 revistas. Nada mal na minha opinião. Meu nick lá é o mesmo que o daqui do blog, “T_thiago“, basta dar um CTRL + F na página e digitar meu nick. Existem outros brasileiros conhecidos pela internet lá, como o Paulo Gibi, Matguaranex, Fernando Ventura, Macgarenjorgehum, André Marcon e  o primeiro do ranking é o Rogelho, conhecido por rod455, que também é brasileiro e tem uma coleção realmente impressionante de 17.259 revistas (nacionais e internacionais). Recentemente o Rogelho apareceu aqui no blog, comentando no post da enquente sobre HQs inéditas, troquei alguns e-mails com ele, um cara bacana e ele também começou como colaborador no Edição Extra Blog do Matheus. Show!

Mas tenho que admitir que o que mais me impressionou e vai continuar me motivando a atualizar as minhas aquisições no Inducks é o recurso de visualização histórias que eu já tenho na coelção ao procurar histórias e revistas no sistema de busca do site. Como assim? Bem, acho que é mais fácil usando um exemplo. A Natal de Ouro lançada este mês, uma revistona com mais de 200 páginas apenas com republicações. Como é que vou saber de cabeça, entre mais de mil revistas, quais histórias eu já tenho e quais não tenho?

O Inducks tem um sistema interessante após você colocar sua coleção no sistema. Um ícone de uma pilha de livros sempre irá aparecer numa história que você já possui na coleção. Seja na tela de seleção de histórias, na da própria história ou na relação de onde ela já foi publicada. Assim fica extremamente fácil saber o que tenho e o que não tenho. A Editora Abril está com muitos gibis só de republicações e é uma baita ajuda saber o quanto de coisa “inédita” acabo pescando comprando estas revistas. Por exemplo, descobri que na Natal de Ouro, das 14 histórias que vem na edição, apenas 04 histórias são “inéditas” pra mim. Todas as outras eu já possuo em outras revistas que tenho na coleção.

Então, apareceu o ícone dos livrinhos, é história que você já tem. Três telas para ajudar onde visualizá-los:

Um pedaço da tela de histórias da Zé Carioca de dezembro. Duas histórias repetidas pra mim! Mas tem conteúdo inédito também!

Além disso, o Inducks traz a possibilidade de gerar um arquivo em PDF onde lhe permite imprimir a relação de revistas que você possui na coleção. Qual a utilidade disso? Bem, imagine eu, com mais de mil revistas, indo num sebo. As chances de comprar algo que já possuo é enorme sem uma lista atualizada e completa. O sistema do Inducks permite que essa lista seja gerada de forma rápida e prática. Upei a minha lista em pdf no 4shared para os que ficaram curiosos em saber como ele é, basta clicar aqui. Por sinal, essa lista já me foi útil ontem, quando resolvi passar num sebo aqui da cidade e comprar algumas revistas antigas. Por causa dela evitei de comprar algumas coisas repetidas que no calor do momento de estar em meio a pilhas e pilhas de revistas diferentes, não me lembrava se tinha ou não em casa. Olha só as duas pilhas “novas” para me divertir ao longo dos próximos meses:

Para concluir, além do pódio, da facilidade de ver material repetido, da lista em pdf, o Inducks também permite que você visualize páginas e mais páginas de galerias de capas das edições de sua coleção. A minha você pode ver clicando aqui. Não curte a ideia de mostrar a coleção? Não tem problema, pois também é possível deixar ela reservada só para o próprio dono da mesma.

Fica então a minha dica e recomendação. Quer curte quadrinhos Disney, deve conhecer o Inducks, usar e por que não colocar sua coleção lá. É sempre mais legal colecionar quando se tem amigos e conhecidos que fazem o mesmo. Aqui mesmo no blog aumentou nas últimas semanas os interessados nas aventuras dos habitantes de Patópolis e eu fico muito feliz com isso, pois é uma coisa que curto desde criança e mesmo hoje, adulto e casado, continuo me divertindo horrores com as histórias.

Para fechar, uma foto de algo que muita gente perdeu e até hoje tem quem peça para a Editora Abril republicar tudo novamente:

Coleção Completa: O Melhor da Disney - As Obras Completas de Carl Barks!

Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.