Lendo

HQs Disney: As edições de Fevereiro de 2011! Salvador Dali, Carnaval, Comando Laser e mais!


Última semana de janeiro e a Editora Abril já disponibilizou as capas e alguns dos conteúdos que poderão ser encontrados nas próximas revistas Disney que irão chegar nas bancas! Acredito que o grande destaque de fevereiro fica por conta da revista do Mickey, que traz uma história especial, em homenagem a Salvador Dali, história climatizada em 1946 e por isso os personagens possuem o traçado da época, como vocês podem ver na capa e na página ao lado, mas a história “Topolino e il surreale viaggio nel destino” é recente, publicada na Itália na última semana de setembro do ano passado, com os belíssimos desenhos de Giorgio Cavazzano. Além da história, a edição trará duas páginas explicativas (veja abaixo) sobre Salvador Dali, material traduzido direto da Topolino italiana. E é este tipo de contextualização que comentei recentemente que os quadrinhos da Disney aqui no Brasil precisam ter com muito mais frequencia.  Claro que de forma mais suscinta, para não ocupar muito espaço das revistas. A Topolino italiana pode se dar o luxo de se gastar páginas assim, pois além de ser semanal, tem 164 páginas por edição. São 656 páginas de espaço por mês para material inédito. Além dessa obra-prima a edição do Mickey contará com uma história feita pela Disney Dinamarca com o Mancha Negra chamada A Mente do Mancha. Acredito que esteja faltando revelar uma outra história, pois a do Dali e do Mancha, somam 36 páginas, 38 se contar as duas de texto abaixo. Sobram 12 páginas para outra historia curtinha, mas a Abril não revelou ainda qual o nome dela.

Apenas um comentário sobre a belíssima capa de Mickey de fevereiro. Precisava a barra em vermelho com a chamada para a história de capa ser daquele tamanho? Putz, ocupa quase que o mesmo espaço do logo da revista! Que exagero! Logo numa capa tão bonita…

Já na revista dos patos, a do Pato Donald continua com sua fase herdeiros de Carl Barks com certeza. Tenho o nome das histórias, mas como são inéditas, ainda não dá para localizar no Inducks apenas com os nomes em português, mas as histórias são: – Um Pato em Férias – Duelo de Personalidades – Fuzuê na Floresta – A Rainha das Formigas – A Era das Máquinas. Donald vs Silva é sempre garantia de diversão. Já a revista do Tio Patinhas, arrisco por aqui que não curti nem um pouco a capa, achei o traço muito fraquinho e pouco inspirado na arte, não tem nem comparação com a belíssima arte do Mottura na edição de janeiro. Quanto ao conteúdo, não consegui descobrir no Inducks apenas pelo nome qual é a tal história “A Máscara do Carnaval”, então estou às cegas. As outras duas histórias reveladas para a revista do Tio Patinhas são “Os curandeiros dos Andes” e “Um toque de fraqueza”. Teremos Jerry Siegel este mês? Também não sei dizer, mas estou na torcida para que tenha acabado essa fase.

Por último, a revista do Zé Carioca dará uma bela refrescada em seu conteudo. Primeiro porque não terá nem Urtigão e nem Superpateta. Serão seis histórias, três do papagaio com desenhos de Renato Canini: O roubo da coroa do rei (1977), Alegria de carnaval (1974) e Zé do carnaval (1976). Todas com temática do carvanal, o que justifica a bela capa e seu visual mais antigão do personagem. Mas o melhor são as outras histórias do mix. Finalmente a estréia do Comando Laser na história “Um novo perigo ameaça Patópolis“! Além dela, uma história dos Metralhas criada pelo Ivan Saidenberg chamada Metralhas no Metrô de 1977 e uma com o Peninha chamada “Salvem o Salva-Vidas” de 1968. Ainda só republicações, mas um mix de qualidade muito melhor que a edição de janeiro com certeza. Gostaria que mais histórias solo dos Metralhas fossem publicadas na revista do Zé, pois o Brasil produziu muitas histórias do grupo, criando personagens e tal e muitas delas não são republicadas desde o começo dos anos 90. Já o Peninha, não tem como dar errado, tem que ficar no mix do papagaio pra sempre ou até ganhar sua própria revista.

Além das quatro edições mensais de fevereiro, a Editora Abril também já divulgou, para lançamento programado para 28 de janeiro, esta sexta-feira, o lançamento do terceiro número de Pura Risada com o Mickey! e Minnie Pocket Love!

As histórias de Pura Risada também já foi divulgada, apesar de que ainda não identifiquei todas no Inducks. Bonito mesmo é a capa, com Mickey e Donald. A que abre a edição, inédita no Brasil segundo a chamada de capa é “Mickey e Pluto em Semana de Folga no Campo”. Já história “Os grandes hobbies do Pateta: castelos de cartas” já foi publicado aqui no Brasil em 2002. A questória da edição, “A Pizzaria do Donald”, no entando, também é inédita no Brasil segundo o Inducks. E por último, “Donald e a economia intocável” também me parece ser inédita por aqui já que, mais uma vez, no inducks não consta ela com o título em português.

Pura Risada continua sendo uma revista interessante. Ainda mais agora que começa a divitir seu espaço entre Mickey, Pateta e Donald e todas com histórias produzidas na Itália, que possuem um traço e colorido mais vivo. Vou continuar colecionando com gosto a revista. Sem mencionar que 3/4 da revista tem material inédito no Brasil!

Para terminar, Minnie Pocket Love #3, que na minha opinião, deu uma enfraquecida desde sua primeira edição. A segunda edição já não foi tão interessante quanto a primeira, trazendo apenas 2 histórias inéditas e pelo que vi pela seleção abaixo, a terceira edição reprisa a frustação da edição anterior: A revista vem apenas com duas HQs inéditas, ambas da Minnie. Pelo menos a última, O Futebol da Discórdia, que fecha a edição parece ser interessante, pois foi publicada recentemente na Itália, em novembro do ano passado. Muito bom ver um material tão recente assim chegando na revista da Minnie. História que até chegou a ser capa da Topolino (veja). Quanto as republicações, existem algumas coisas bacanas, pena que todas já tenha aparecido por aqui na última década. Por exemplo, temos a clássica situação Donald vs Gastão e também uma que lembra um pouco o estilo de Carl Barks colocando os Escoteiros Mirins contra as Bandeirantes, com o Donald é claro, armando as confusões e rixa do grupo. Zé Carioca, com um roteiro do Renato Canini também participa do volume. Ainda assim, sou do time que torce para que Minnie Pocket Love cresça um pouco mais, que conquiste o direito de mais histórias inéditas por edição, que não traga apenas histórias inéditas da Minnie, e que as republicações, fiquem mais interessantes e com um material que não tenha saido no Brasil nos últimos 10 anos, principalmente das canceladas revistas da Margariada e Minnie criadas nesta década e que não duraram muito. Vejam a lista e links do Inducks:

  • Minnie, Clarabela e Horácio: Mundo, doce mundo (Inédita) (Inducks)
  • Donald, Gastão e Margarida: Game show (Inducks)
  • Mickey, Minnie e Ranulfo: A irmã do Ranulfo (Inducks)
  • Donald e Margarida: A cura para atrasos (Inducks)
  • Mickey e Minnie: O anel tradutor (Inducks)
  • Escoteiros Mirins e as Bandeirantes: A batalha dos sexos (Inducks)
  • Minnie e Tudinha: Três mães para um gatinho (Inducks)
  • Zé Carioca e Rosinha: É dureza! (Inducks)
  • Minnie, Clarabela e Tudinha: O futebol da discórdia (Inédita) (Inducks)

Além destas revistas, lembro a todos que Clássicos da Literatura Disney também retorna já nesta semana, e durante fevereiro saem novos volumes, conforme já comentados neste link!

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.