Japão

Weekly Shonen Jump ToC: Edição #20-21 & #22! [2011]

Se você não sabe o que é a ToC da Shonen Jump clique aqui. Continue lendo para ver o ToC desta semana.

As regras básicas são:

  • Kochikame não é tecnicamente rankeado, mas não acho que realmente diferencie muito de posições, logo desconsidere-o do ranking. Também por curiosidade é o mangá a mais tempo em publicação na revista.
  • Quando um mangá estréia, normalmente lhe é concedida a capa e a primeira posição no ranking, e além disso os capítulos de 2 a 8 já possuem suas posições decididas, então não são influenciadas pelos votos dos leitores. A partir da 9° já integra o ranking normalmente, com a posição influenciada pelos votos dos leitores.
  • Aqui vai uma das mais importantes: a posição da série é refrente à 8 capítulos atrás. Ex.: A série X está no capítulo 8, a posição que ela ocupa é refrente ao capítulo 1.
  • O Table Of Contents é a ordem das histórias na revista, ela é influenciada pelos votos dos leitores, mas não totalmente decidida pelos mesmos.
  • Em algumas séries, os votos possuem mais peso devido à idade. Ex.: Inamaru Dashi, que é uma série voltada ao público infantil, tem votos de maior peso desta faixa etária.
  • Se o autor entregar o capítulo atrasado, fora do prazo estipulado pela Shueisha, o mesmo pode ter sua posição rebaixada no ranking.
  • Os editores podem livremente colocar as páginas coloridas entre as séries, não sendo necessariamente só para os mangás mais populares, ou então deslocando páginas de um mangá para outro.
  • Se considerar o ranking somente pelos votos dos leitores desconsidere os One-Shots, Capas, e mangás que ganharam páginas coloridas na edição, já que estes tem sus posições pré-definidas pelos editores no ranking.

Edição #20-21

Protagonistas (Capa)
One Piece (1° CP)
Bakuman
Naruto
Gintama
Beelzebub
Toriko (CP)
Sket Dance
Kochikame
Hq!! (One-Shot)(CP)
Meruhen Ouji Grim a.k.a Prince of Fairy Tale “Grim”
Magico (CP)
Sengoku Armors
Bleach
Inumaru Dashi
Enigma
Kateikyoushi Hitman Reborn!
Kuroko no Basket
Nurarihyon no Mago
Medaka Box
Dois Sol
Hokenshitsu no Shinigami

Edição #22

Kochikame, Toriko, Gintama, Beelzebub e Sket Dance (Capa)
Kochikame (1° CP) 1700
One Piece 623
Naruto 537
Bakuman 130
Toriko 139
Gintama (CP) 352
Magico 09
Sengoku Armors 8
Beelzebub (CP) 106
Inumaru Dashi
Sket Dance 184
Saiki Kusuo (One-Shot)(CP)
Enigma 31
Bleach 446
Kateikyoushi Hitman Reborn! 335
Meruhen Ouji Grim a.k.a Prince of Fairy Tale “Grim” 10
Kuroko no Basket 114
Medaka Box 96
Hokenshitsu no Shinigami 80
Nurarihyon no Mago 152
Dois Sol 11

A capa da edição da semana passada é um marco. Marco esse que parece ter tido uma confirmação na edição subsequente com a posição de Bleach na ToC. Depois de bastante tempo o mangá aparece em uma posição de “digíto duplo”, e ainda por cima Toriko aparecendo ao lado de Naruto e OP que são os maiores da revista. Apesar de ainda achar que Toriko é muito bajulado pelo editorial da Jump, ele tem seus méritos. O autor conseguiu criar uma hostória bacana com conceitos aparentemente “estranhos”. E depois da batalha do coliseu o mangá melhorou demais, estou atualmente no arco do mamute-alguma-coisa e o mangá melhorou bastante. Ah sim, uma coisa que um usuário do MangaHelpers falou e que chamou minha atenção algo como: para Bleach perder o posto de 3° grande da Jump definitivamente, Toriko ainda tem de comer muito feijão com arroz. Pode até ser que isso venha acontecer no futuro, mas não antes de Toriko começar a encostar em Bleach nas vendas e isso fatalmente demorará alguns anos.

Bakuman, Toriko e Naruto estabilizados nada muito o que comentar quanto às posições. Sobre Bakuman porém, ainda continuo com a curiosidade do próximo arco, do que a dupla irá bolar. Nesse meio tempo até gostei do capítulo com Hiramaru e Nakai em sua batalha amorosa, e o Hiramaru parodiando os clássicos mangás Shonen com aquela coisa de “não interfiram na luta”. Mas ficou um capítulo sem muito conteúdo quando ao futuro da série mesmo, só serviu ao meu ver para dar uma desculpa para o Nakai voltar.

Gintama e Beel ficaram no Top 5 semana passada, e essa semana foram premiados com as CPs. Para Beel parece que a atitude do autor de pular o treino funcionou, agora é saber como as pontas vão ser amarradas. As duas séries também andam bem estáveis, sem muito perigo. Aliás alguém ainda anda assistindo o animê do Beelzebub? Não me animei a ver com os comentários iniciais e depois menos ainda com o dalto de episódios…

Grimm está com um bom começo para uma série de comédia/gag. Algumas posições lá embaixo, e deu uma subida mais pro meio da tabela agora nesta nova edição. Eu acho que já disse que até achei que a série tem lá seu charme, mas que competir com gintama e Sket vai ser meio brabo, mesmo eles sendo meio parecidos. Meu palpite é que a série não deve conseguir se estabilizar muito bem…

Por outro lado Dois Sol confirma a expectativa geral de servir como escudo, ocupando a cadeira cativa na última posição da ToC. Bem, dizer “cativa” é meio precipitado ainda, já que é a primeira vez que o mangá aparece por lá, mas acho que não tem jeito. Os leitores da Jump estão deixando claro que não querer ver outra série de futebol nas páginas da revista. São dois cancelamentos (me corrijam, se estiver errado) do genêro em pouco tempo, e um eminente que está se mostrando Dois Sol. A perguntinha é: em que esporte a Jump deve apostar? Eu já até pensei que mangás de esportes muito convencionais nãomuito certo, e imaginei um mangá com pessoas com poderes/criaturas/youkais/etc batendo uma bolinha, ou até um esporte com suas próprias regras para dar um ar de “novo” ao genêro. Todos os esportes já foram de certa forma, magistralmente feitos em algum mangá anterior, o que deixa árdua a tarefa de um autor que se aventura num esporte já produzido. Logo, porque não criar algo novo? Aliás não é pra isso que os Shonens servem? O que vocês acham?

Torço muito para que Enigma continue estabilizado assim. Os capítulos mais recentes foram bem legais fazendo uso de todos no grupo, e os disafios estão ficando cada vez mais difíceis. Fico imaginando como vão ser resolvidos e ás vezes não consigo imaginar anada, ou imagino em algo que é quebrado pela autora no capítulo posterior com uma informação nova.

Medaka por outro lado se encaminha para seus prováveis últimos suspiros. Ishin vai ganhar mais pontos comigo se fizer o quie está parecendo: vai terminar o mangá com um final direito, sem tentar esticar “até quando der”. Odeio quando o final é feito nas coxas (também conhecido como “ué, acabou?”) só porque o mangá estava indo mal mesmo. Sobre a história a coisa toda do último ano da Medaka e aqueles não humanos apelões era até bacaninhas, mas o toque especial do último capítulo foi o infiltrado dos not equals no meio. Isso com certeza deu uma tensão bem bacana ao treinamento, pois eles podem estar treinando (e estarão) o inimigo que pode vir a derrotá-los. Genial.

Próxima: Edição #23!

  • Capa, 1° CP: Ikkyuu (Nova série)
  • CP: Sket Dance & Magico

A Dakini já passou este link para o oneshot traduzido em inglês pela MangaCode da nova série que irá estréiar na próxima edição. Como também foi falado foi ganhador da Golden Future Cup, prêmio bem conhecido por desaguar em várias serializações campeãs. Pelo que eu li por aí o pessoal na internet gostou bastante do oneshot.

Eu  gostei muito também. A premissa é diferente, e só por isso já merece palmas, criar algo novo e legal tem sido um dos grandes desafios da idústria. Talvez essa tenha também sido a grande causa para vários mangás terem sido cancelados prematuramente na Jump nos últimos anos, e consequentemente muitos “esticados”. Ikkyu é o careca-gênio protagonista que um dia foi desafiado por um espírito cruel, Karma,  que gostava de fazer charadas apostando as almas das vítimas. Caso a vítima ganhesse o espírito concedia um desejo, seja qual ele fosse, ao ganhador. Pois bem Ikkyu calha de ser o primeiro a ganhar de Karma, mas seu desejo foi que Karma “o possuísse”, na verdade o acompanhasse para sempre, até que eventualmente perdesse sua alma para ele. Com isso Ikkyu coloca seu plano de ajudar a todos com sua sabedoria por meio dos desejos concedidos por Karma em prática. É interessante ver que o “vilão” anda lado a lado com o protagonista e o desafia constantemente com perguntas e charadas impossíveis, tentando realmente derrotá-lo. Em nenhum momento senti que Karma estava sendo bonzinho, nem nada do tipo.

As charadas em si são muito legais e bem contruídas, a parte “ruim”, se é que se pode dizer isso, é que grande parte delas brinca com a gramáticas e o alfabeto japonês que é revestido de duplos-significados, então para nós, ocidentais e não falantes da língua nipônica isso meio que perde o fator de nós mesmos tentarmos advinhar a resposta. Mesmo assim, o tradutor competente da MangaCode explica as charadas e brincadeiras com as palavras quando acontecem em notas de rodapé.

Os personagens são bem carismáticos, principalmente Karma e Ikkyu, e tudo é muito bem desenhado. Tal fato talvez se deva a separação entre desenho e roteiro que são feitos por Kawada Yuuya & Komamiya Kenta respectivamente. Será esta uma tendência que tende a aumentar mais daqui pra frente, tornando os autores solos como Akira Toriyama cada vez mais em extinção? Bem eu não sei, mas confesso que ia achar complicado um cara só desenhar tanto e pensar nessas charadas tão bacanas.

Sket Dance ganhando mais uma CP, e a 2° de Magico! Muito bom pra série que começa a ter cara de que vai durar bastante! A pergunta que fica é: será o editorial da Jump bajulando e marketando a série, ou seria fruto do sucesso do mesmo? Eu acredito mais na segunda opção, em grande parte pelos fóruns que respondem positivamente a série (nisso me refiro ao que li sobre o 2ch, grande fórum japonês).

Duas semanas quentes na Jump! E ainda tem a Jump Next que está vindo por aí com um oneshot do autor de Psyren chamado Godland Company. Para deixar um link para vocês, deixo logo o aguardado primeiro capítulo em inglês de Sengoku Armors pela Clockwork Lies, um grupo novo de scanlation! Boa sorte à eles! E depois provavelmente prepararei um post-impressões separado para o primeiro capítulo de Sengoku assim como fiz com Magico. Não achei uma foto decente da capa da edição #22 só essa daí de cima que o editor da Jump soltou no Twitter.

Ah sim! O editor-chefe da Jump como muitos devem saber criou um twitter no qual digita em inglês e tudo mais, e essa semana ele contou uma história muito bacana de uma livraria perto das áreas afetadas pelos terremotos no Japão que deixou uma Jump disponível para leitura daqueles que não podiam pagar. Muito bacana a história! A foto da dita cuja aqui, e mais sobre o caso aqui (em inglês).

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Rackor

Gamer de fliperamas aos consoles, passando pelo saudoso GB Color e seu Pokémon Yellow. Leitor de mangás, e dou preferência a estes ao invés de animes. Mais recentemente descobri as HQs, e desde então sou fã da trajetória de Geoff Johns em Laterna Verde, entre outros clássicos como Watchmen.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios