Dorkly Bits: é hora de revolução em Donkey Kong? Não, é só uma utopia sem graça mesmo! [You Tube]

Luigi não é o primeiro e nem será o último coadjuvante a sentir uma inveja mortal do protagonista. Diddy Kong também já alimentou sonhos de um dia ser o cara que dá as ordens na terra dos macacos mais queridos dos games. A única diferença do caso do Diddy para o Luigi é que ele ficou apenas no sonho, um sonho que ele muito provavelmente teve na primeira noite após o rapto de Donkey Kong que deu origem ao segundo game da franquia, o sempre eterno na minha memória Donkey Kong Country 2: Diddy’s Kong Quest.

E cá entre nós, ainda bem que tudo não passou de um sonho, dar cambalhotas a torto e a direito, massacrar os Kremlins gritalhões, andar naqueles carrinhos a luz da lua, correr pelos conveses dos piratas, salvar o dia nem que seja uma vez e tudo ao som da trilha sonora mais marcante que já existiu não é para qualquer um, e não teríamos nada disso se ele tivesse seguido as orientações daquele famoso diabinho falando ao  pé do ouvido. Valeu Diddy.

Créditos do vídeo original à Dorkly Bits, a tradução foi feita pelo pessoal da TV Legenda.

Isso também pode lhe interessar

3 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.