Jogando

Show: The Last Of Us na Game Informer!

Uh… tererè!

Sou grande entusiasta da Naughty Dog, mas fiquei desanimado a princípio com plot de The Last Of Us, o pessoal ainda não disse se a tal praga que caiu sob a cidade de fato transforma humanos em zumbis, mas dando uma rápida olhada no teaser não tive como pensar em outra coisa se não… zumbis. Tem muito jogo esse ano já cuidando desse departamento, a Capcom por exemplo vai lançar 3 Resident Evil em 2012, podiam ter escolhido uma tema melhor, mas enfim. A mais nova edição da Game informer veio nos trazer alguns detalhes que me deixaram mais animado com o título.

Quando comecei a ler sobre o assunto tinha muito site dizendo que Joel e Elle eram pai e filha tentando sobreviver nesse mundo pós-apocaliptico. Na verdade, o único vinculo dele com ela é uma promessa que ele feita a um amigo. Joel é um traficante de armas e drogas, enquanto a Elle é uma menina que passou todos os seus vinte anos de vida presa num internato. Hum… assim fica bem melhor, acho que quanto mais diferentes um do outro e com laços ainda por se construir, a história fica melhor. A Naughty Dog já mandou avisar que o foco aqui é drama e apesar de algumas similaridades com Uncharted serem inevitáveis, a munição vai ser super escassa e aquelas arobacias e escaladas do Drake seram muito mais humanizadas aqui.

Falando assim parece até que vão só xerocar o jogo e colocar coisas diferentes, mas eu espero ansioso pelo que a Naughty Dog vai fazer para não deixar o jogador pesando em Uncharted na hora de jogar. Linearidade não está os planos, o que não deixa de ser uma ótima notícia.

Gostei de saber que o foco do gameplay principal vai ser no modo cooperativo, disseram que vai rolar modo online também. Se for, que por favor seja nesse tom de cooperação mesmo, porque inventar papaguaiada com isso aí vai ser ridículo. Fiquei curioso também pra conferir qual vai ser a dessa inteligência artificial que tanto andam elogiando, eles estão jurando de pés juntos que a Elle não vai ser um peso morto no meio do caminho e que inclusive vai alternar momentos de suma importância com o Joel com tarefas que só ela vai conseguir executar e vice e versa.

Aliás isso me lembrou Enslaved, alguém aí que já jogou tem muitos elogios a fazer sobre o jogo da Ninja Theory? Tô pensando em pegar para já ir treinando como lidar com inteligências artificiais problemáticas. Se bem que tem Resident Evil 5 que eu ainda não joguei também, opções não me faltam.

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

K o n S a m a

Do ser sem razão a essa explosão de emoção, do preguiçoso leitor ao (meia-boca) escritor, do tímido calado ao ator inquieto, do caminho já traçado à esquina do destino incerto. Tentei me definir, mas sem sucesso. Games, filmes, música, animes, são só o começo desse quebra-cabeça sem nexo.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.