Conversa de MangáJapão

Conversa de Mangá: Bakuman 175 – Release date and the Might Before

Parece que o fim se aproxima. Spoilers à frente.

Olha eu li o capítulo ontem e não consegui vir escrever o post de tão mexido que estava (tá bom que a internet caiu aqui em casa depois mas w/e). Acho que este capítulo teve de tudo.

Começamos com aquele ciffhanger que rondou a série por toda sua publicação em relação aos números. Ali depois mais uma vitória, talvez a última que faltava, contra Eiji. Mais tarde foi muito bom ver aquele clima, aquela troca de olhares de novo entre os dois. Me trouxe várias lembranças a mente.

Iwase reclamando, Takahama sempre calado, até o doido do Shizuka. Todo mundo reaparecendo mostrando sua personalidade, e para cada um deles no geral, nada mais que 2 quadros. Mas tudo que precisava ser relembrado, foi conseguido aí.

O humor veio com Kazu-tan e a Yuri-tan. Mas o que ri mais mesmo foi aquele encontro do Fukuda. Deve ser bem dessa quando o cara fala que é mangaka para quem não liga pra coisa.

Da metade pra frente foi a parte mais emocional.

Houve o momento da Kaya, e eu juro pra vocês que nem lembrava que era ela que tinha dado o nome à dupla. Realmente foi algo que os guiou pelo mangá todo, e foi de suma importância de acordo com Mashiro, ter aquelas palavras encorajadoras em cada coisa que assinavam.

O papel da Kaya foi de um suporte essencial, e ela é quem acabou sendo a pessoa #1 que empurrava os dois em frente. Muito merecido esse momento todo, e aquela página soberba do aperto de mãos.

Azuki falando com a mãe, foi legalzinho, mas Ohba estava guardando o melhor para o final. Mashiro tendo uma conversa com o tio. Prometendo que ia realizar tudo que ele não conseguiu. E neste momento lágrimas masculinas foram derramadas de minha parte.

Center Color semana que vem já dá um belo indicativo que semana que vem deve ser o fim. Devemos ter um final bem bacana vindo da dupla. Segundo o Manga-News Japon o será. Então vejo vocês para o momento épico de semana que vem.

 

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Rackor

Gamer de fliperamas aos consoles, passando pelo saudoso GB Color e seu Pokémon Yellow. Leitor de mangás, e dou preferência a estes ao invés de animes. Mais recentemente descobri as HQs, e desde então sou fã da trajetória de Geoff Johns em Laterna Verde, entre outros clássicos como Watchmen.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios