HQ | Homem-Aranha: a 500º edição brasileira!

Edição #126 da Panini é histórica para os fãs.

Esse é um ano muito especial para os fãs do maior super-herói de todos os tempos. Além de um filme novo que estréia no comecinho do mês que vem, o personagem agora está prestes a entrar para o seleto grupo dos heróis cinquentões enxutos. Isso vai ocorrer mais precisamente em agosto (o Aranha estreou na revista Amazing Fantasy #15, em agosto de 1962).

Mas nós brasileiros que tanto amamos o herói aracnídeo temos uma data a mais para comemorar, já que nesse mês a revista mensal do Aranha completa 500 edições publicadas ininterruptamente aqui na república das bananas. Acompanhe abaixo o histórico de publicações em cada editora, com o total de edições publicadas em cada uma:

  • Ebal: 70 edições (1969-1975)
  • Bloch: 33 edições (1975-1978)
  • RGE: 49 edições (1979-1983)
  • Abril: 205 edições (1983-2000)
  • Abril (Premium): 17 edições (2000-2001)
  • Panini: 126 edições (2001 em diante)

Claro que no geral foram publicadas milhares de outras edições, pois assim como acontece hoje pela Panini, no passado o Aranha algumas vezes contava com uma segunda revista nas bancas, e tem todos os especiais, minisséries, encadernados, etc. A conta de 500 edições é só para a revista principal de linha e contabilizando a passagem do personagem pelas editoras anteriores a Panini; que por sinal só se ligou nesse fato publicando o e-mail do Coveiro (do site Marvel 616) nessa edição de junho. Bem que podia rolar uma edição especial, mas espero que pelo menos o aniversário de 50 anos do nosso amigão não passe batido, pois o único especial confirmado é Sensacional Homem-Aranha: Feroz, que pega carona no tema do filme e trará uma aventura com o Lagarto em destaque.

Eu não sei dizer exatamente qual foi a minha primeira revista do Homem-Aranha, mas lembro daquela que foi a primeira que realmente me marcou, era uma Marvel Especial (Abril) onde foram reunidas várias histórias do Aranha enfrentando o Duende Verde.

Infelizmente não tenho mais essa revista, duarnte uma visita da minha tia à minha mãe, meu primo que tinha 4 anos na época entrou no meu quarto e achou essa revista em cima da cama e destroçou a revista de um jeito que Norman Osborn ficaria orgulhoso…

Enfim, se você como eu é um legítimo aracno-fã, não se esqueça de comentar aqui no post qual foi a revista do Aranha que mais marcou sua vida, ou revistas, como é o meu caso, já que nessas 500 edições fomos agraciados com momentos inesquecíveis.

E que venham mais 500!

Isso também pode lhe interessar

5 Comentários

  1. Mesmo que a saga do clone tenha uma qualidade duvidosa, a revista que mais me marcou foi a última edição da mesma…
     
    {Spoiler}Nesse número descobrimos que a cabeça pensante por trás dessa trama era ele: Norman Osbourne.
    Depois de anos se passando por morto, o Duende Verde original reaparece em grande estilo… Espancando Ben Reilly (que no fim era mesmo o clone) e o matando no fim da edição, além de travar uma batalha épica com o verdadeiro Peter Parker no topo do Clarim{FIM DOS SPOILERS}…
     
    Essa descrição eu fiz lembrando de cabeça rapidamente…li essa revista há anos e mesmo assim me lembro das cenas claramente, a capa era linda demais, daquelas mais brilhantes e que se desdobrava quase como um pôster, contendo um baita spoiler do que viria dentro da revista…
     
    Hoje não coleciono mais as revistas do Aranha, mas tenho um carinho muito especial por ele e colecionei praticamente todas as revistas da fase lançada pela Abril… Comprava mensalmente e ainda ia nas bancas de revistas usadas comprar os números antigos para me situar melhor na história… Bons tempos!!! Parabéns adiantados ao Aranha…
     
    Ps: Não curti muito os trailers do novo filme, mas com certeza vou conferir, não dá para julgar um livro pela capa….

  2. Encontrei esse post de um blog do qual não conhecia ainda, mas vou passar a acompanhar a partir de hoje, que conta toda a história do Homem Aranha desde o início até os dias atuais… Sensacional!!! Acabei de perder  boas horas da minha tarde lendo ele…
     
    http://hqrock.wordpress.com/2011/10/07/a-historia-do-homem-aranha-nos-quadrinhos-parte-3/
     
    Dividido em três partes, acessem!!!! Muito legal mesmo, o blog não é meu e como eu disse nem conhecia o mesmo até há poucas horas, portanto não é propaganda direta…

  3. Bom, a primeira revista que eu li foi algo do meio da segunda saga do clone então posso dizer que foi uma experiência um pouco traumática. Então na época eu acompanhava o personagem só pelo desenhos do anos 90.
     
    Virei fã do personagem nas HQs também depois de ler  “A Última Caçada de Kraven” que a Abril tinha lançado em minissérie com formato americano. Uma das melhores histórias do Aranha, muito boa mesmo. Bom lembrar que recentemente o Kraven ressuscitou então essa saga me marcou também.
     
    Leio mensalmente o personagem hoje em dia e devo dizer que estou adorando essa fase atual. Esperando mais ótimas histórias do Aranha.

  4. Contabilizando com a Teia do Aranha, dá muito mais do que isso. E a Teia a partir de um determinado ponto, era também a HQ principal, pois o material do Aranha intercalava entre Homem-Aranha e a Teia do Aranha de 15 em 15 dias. A aventura que começava em uma, continuava na outra, e foi assim até o final da época do formatinho. (Sem contar que antes, a Teia publicou material clássico, e muitas vezes, sagas inéditas). Isso sem se esquecer dos Almanaques e Anuais, enfím, essa conta das 500 edições, pelo menos pra mim, já foi superada a anos!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.