Assistindo

O decepcionante retorno de Community!

A 4ª temporada não começou tão bem quanto esperávamos!

O que os fãs de Community temiam, parece que está acontecendo. A saída de Dan Harmon como showrunner da série provavelmente está afetando a qualidade da série. Não tenho provas, não tenho certeza que esse é o motivo para a queda de qualidade notada nos primeiros episódios da 4ª temporada, mas desconfio que seja o principal fator. Mesmo Dan Harmon tendo assinado poucos roteiros ao longo da série, o cara mantinha seu poder criativo e controle sobre o show!

Community sempre primou por ser uma série criativa e apesar da sua baixa audiência na maior parte do tempo de sua exibição (muito ligado ao gosto “popular e burro” dos americanos), a série coleciona um incontável número de fãs ao redor do mundo.

Diferente de The Big Bang Theory (uma série SOBRE nerds), Community é uma série PARA nerds, com diversas referências, easter eggs e piadas altamente inteligentes.

Vamos discutir um pouco sobre o passado e o presente da série? Logo após o Continue Lendo!

Poderíamos dividir a série em suas temporadas da seguinte forma:

Início da primeira temporada: um série curiosa, com potencial, que ainda não tinha decolado em termos criativos, mas já dava sinais claros do que viria a seguir.

Meio e final da primeira temporada: uma série com um humor altamente inteligente e já mostrando que era diferenciada, apesar de ainda pecar em alguns romances bobos em alguns momentos. Destaque absoluto para o primeiro episódio de paintball no season finale.

SEGUNDA TEMPORADA: uma das melhores séries de todos os tempos! Essa temporada foi o auge de Community, deixou de lado romances que não funcionavam (Britta e Jeff) e passou humilhar em termos de criatividade e qualidade. Episódios como da Máfia do Frango, Natal em Stop-Motion, episódio de RPG, episódio duplo de paintball marcaram o coração de milhões de pessoas.

Terceira temporada: foi uma temporada de altos e baixos (mais altos que baixos), onde tivemos alguns poucos episódios bem fracos, uma certa forçação de barra com o egoísmo de Abed, o plot do Troy “encanador”, mas em geral tivemos episódios épicos e talvez os mais criativos da série, como o documentário sobre a faculdade, o episódio com os personagens em 8 bits dentro de um jogo de videogame, o episódio das realidades alternativas (um dos melhores e mais criativos episódios que já vi em uma série de tv), episódio de Halloween, o detetive Chang piradasso, a dinastia Chang (lembrando que Chang era super foda na primeira temporada, foi meio esquecido na segunda e voltou com tudo na terceira), Pierce destilando seus lado mais fdp (mas muito engraçado), Annie super fofa (pra não dizer outra coisa) no episódio de Natal. Enfim, foi uma boa temporada, apesar de pior do que segunda. Ali Dan Harmon já sabia que seria demitido e meio que deu um final para a série, mesmo sabendo que ela teria mais uma temporada.

E agora sabemos por que!

No primeiro episódio da quarta temporada, a falta de foco foi impressionante, lançaram 3 ou 4 plots e não desenvolveram nenhum e por mais que Community seja acima de tudo uma série criativa, também sempre foi uma série de comédia que me fazia rir bastante, nesse episódio dei uma risadas muito de canto de boca, bem fraco. Até que achei legal a tentativa de parodiar os problemas que aconteceram nos bastidores ao criarem a Abed TV e mostrarem o episódio com risadas estilo sitcom, além de um Pierce alternativo (já que Chevy Chase deixou a série perto do final das filmagens da temporada e não estará nos últimos episódios), no entanto a execução da idéia foi mal feita, devido aos já citados excessos de plots .

No segundo episódio, de Halloween, totalmente fora de época por causa dos incontáveis adiamentos do lançamento dessa temporada, eu achei um pouco melhor, pois os personagens estavam mais dentro de suas personalidades habituais, além das fantasias e do comportamento louco do Pierce, mesmo assim foi um episódio bem mais ou menos e se comparado a média de Community como um todo, foi bem fraco. Também não consegui rir praticamente nada neste.

O terceiro episódio me deixou confuso, ao mesmo tempo que tivemos um desenvolvimento maior de todos, achei tudo muito forçado, apesar de ter mais a cara de Community em relação ao tema (um evento de séries com cosplay, baseado provavelmente em Doctor Who). O plot com Abed, Toby e Troy me soou forçado demais e infantil em excesso. O namoro de Britta e Troy não faz muito sentido na minha cabeça. Annie (apesar de sempre fofa) fingindo ser esposa do Jeff e fazendo aquela ceninha não combina com o que sempre foi o seriado.

O único plot que curti nesse terceiro episódio foi do Pierce e Shirley opinando sobre Inspector Spacetime e o resultado que isso causou no fim do episódio. Enfim, em três episódios faltou atuações mais naturais, parecia que estávamos assistindo a uma caricatura ou uma paródia da própria série.

Devido ao passado glorioso, ainda tenho esperanças de ver uma melhora de qualidade, mas caso isso não ocorra talvez o melhor seja realmente finalizarem a série e guardarmos em nossas memórias, HDs, DVDs, e Blu-Disks os bons momentos que fizeram de Community uma das séries nerds mais amadas e criativas já criadas!

Cool, Cool, cool… por enquanto, não mais!

Deixem suas opiniões sobre a quarta temporada nos comentários!

Até a próxima!

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Rafael Gaara

Apaixonado por blogs, cinema, games, séries, músicas, animes e mangás, não necessariamente nessa ordem! The GodFather, Final Fantasy X, Pokémon Yellow, The Legend of Zelda, Atari, Berserk, Code Geass, One Piece, entre outros, moldaram meu corpo, minha mente e meu espirito.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios