JapãoMiscelânea

Mangás em Língua Espanhola – Eles Existem?

Uma boa opção para quem não se dá bem com o inglês.

O acervo de mangás traduzidos para nosso bom e velho português nos “scanlations” da vida é até razoável, porém, não raras vezes, já me deparei com séries inacabadas, muito atrasadas, ou sequer iniciadas. É uma pena, mas aqui nas Bananas os mangás não recebem a mesma atenção que os animes no quesito “tradução para a língua portuguesa” (aqui, logicamente, estou falando de disponibilização online).

O motivo disso? Não faço ideia, mas é provável que seja pelo trabalhoso processo de “limpeza” dos arquivos originais, conhecidos normalmente por “raws”.

É certo que o mercado nacional de mangás cresceu muito nos últimos anos, JBC, Panini, NewPop, L&PM e até a (quase extinta) Conrad, possuem bons títulos no mercado brasileiro, com uma variedade incrível de temas abordados. No entanto, ainda sim, nosso conteúdo é muito aquém daquele existente no Japão, principalmente pela demora que uma obra leva pra chegar aqui. Nos tempos atuais, de globalização e internet sem fronteiras, as pessoas querem estar por dentro dos assuntos instantaneamente, ou ao menos o mais rápido possível.

Mas o que fazer quando o mangá que eu quero ler não foi, e nem se sabe se um dia será publicado pelas editoras brasileiras? E quando esse mesmo mangá também não foi traduzido para o português por nenhum scanlation? Bom, daí a opção é simples, ir procurar em sites internacionais.

Os scanlations americanos possuem um acervo bem maior que o nosso. É muito provável que o mangá que você quer ler possua uma adaptação para o inglês, e o melhor é que eles costumam fazer o trabalho direitinho, terminando o que começam, e sem enrolar muito. Portanto, se você souber ler inglês, você estará bem servido de mangás. Tem muita gente, inclusive, que prefere ler os mangás em inglês, mesmo existindo a versão brasileira.

Beleza, só que eu não sei ler em inglês, e muito menos em japonês (obra original), e agora? Agora pragueje contra os Portugueses que nos colonizaram e nos impuseram essa língua que só é falada em míseros 10 países.

02Mas tudo bem, não se desespere ainda, há uma luz no fim do túnel. E essa luz é o espanhol. Felizmente, pra quem fala português, entender o espanhol não é nada complicado, muitas palavras desse idioma são parecidas e têm o mesmo sentido que no português. Claro que tem coisas totalmente diferentes, ou até mesmo iguais e significado nada a ver, mas isso dá pra tirar de letra quando se lê um mangá, pois as imagens ajudam bastante na interpretação.

Mas… por acaso existe scanlation em espanhol? A resposta é SIM, e o melhor é que o acervo deles é muito bom, não tanto quanto o americano, mas é uma opção que poucas vezes me deixou na mão. Nesse site, são publicados diariamente vários capítulos de mangás e episódios de animes (todos em espanhol), sendo que os mais novos sempre aparecem na página principal, em ordem de lançamento.

Através do menu de busca (ou “búsqueta”) é possível pesquisar os mangás pelo título, ou, se preferirem, pode-se fazer a busca diretamente pelo menu “enciclopédia”, que relaciona todo o conteúdo em ordem alfabética.

O site é bastante fácil de mexer, depois de alguns minutos você já estará familiarizado com tudo. Aliás, eu as vezes sinto falta de sites assim aqui no Brasil, que reúnem o conteúdo lançado, e organizam tudo em um só lugar. Nós temos aqui a Anime Blade, o Manga Reader (ou Punch mangás) e os Mangás Project, que tem finalidade parecida, mas é uma pena que os mesmos não sejam tão intuitivos, e não recebam atualizações rápidas em suas páginas principais. Dá um certo trabalho encontrar aquilo que você quer.

Untitled-7

Caso tenham alguma dúvida em relação aos scans espanhóis, podemos discuti-las pelos comentários. Eu até pensei em fazer um pequeno tutorial para colocar aqui, de como encontrar capítulos, volumes, scans e etc, mas… acabei não vendo necessidade nisso, é tudo realmente muito simples.

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Mailson SHiN

Adorador de muitas coisas que nem sempre possuem relação. O que me ocupa nas horas vagas? De forma simples e compacta? Lá vai: Cinema (Filmes), Games, Animes, Mangás, Música (Engenheiros do Hawaii / Pouca Vogal), Tecnologia, Computadores. O que me ocupa nas horas "não-vagas"? Contabilidade e Legislação Tributária. Uma coisa leva à outra... ou talvez não.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.