AssistindoReflexões & Opiniões

Blu-ray | Um Gato em Paris encanta? (França)

Animação que concorreu ao Oscar de Melhor Animação em 2011…

Há algumas semanas atrás escrevi aqui no blog sobre a fantástica animação Lifi, produção lá da Coreia do Sul (leia aqui) e na ocasião comentei um pouco sobre a ideia de ver animações fora do eixo normal das produções norte americanas, além de poder resgatar um pouco daquele saudosismo pelas produções feitas no2D mais tradicional. Bem, fui atrás e encontrei mais um produção que merece a recomendação. Trata-se de uma produção da França, lançada por lá em 2010 e que chegou a concorrer em 2011 ao Oscar de melhor animação. E o bacana é que é uma animação fácil de se encontrar no Brasil, pois foi dublada e lançada tanto em DVD como Blu-ray pela Europa Filmes. Quer saber mais?

Texto sem spoilers, siga sem medo!

Uma dos primeiros choques que talvez você possa levar ao assistir Um Gato em Paris talvez seja ao estilo incomum da animação. É bem diferente do estilo Walt Disney tradicional ou aquele estilo parecido com animê. Lifi, por exemplo, tem uma semelhança com o estilo oriental, lembrando bastante um animê. Um Gato em Paris segue um formato mais próprio e original. Nos primeiros minutos do filme fiquei pensando nos tempos de criança onde via aquelas animações estranhas que sempre encontrava nos programas infantis da TV Cultura por exemplo. Tintim e Doug tem um estilo assim, mais caricato, sem formas redondas e perfeitas ou cores pesadas e vívidas. Em vários momentos a animação parecia um quadro em movimento. Isso é algo positivo, pois traz originalidade ao filme, mas é realmente preciso se acostumar com o estilo, que muitas vezes não parece ter o mesmo glamour que um estilo mais tradicional. Um Gato em Paris nesse sentido é um filme mais… honesto. Não parece ser uma produção super cara ao mesmo tempo que está longe de parece algo barato e mal feito.

Ainda numa comparação com Lifi, que posso dizer que explodiu minha cabeça e me surpreendeu de uma forma que não estava esperando, Um Gato em Paris não chega a ter o mesmo mérito. Porém ao assistir sem qualquer expectativa a minha experiência com a animação foi muito satisfatória. Uma coisa que ando fazendo muito nos últimos anos é não procurar sinopses de filmes ou séries que pretendo ver. Trailer vejo apenas quando vou ao cinemas e são aqueles antes da sessão começar ou quando algo muito foda acaba saindo no You Tube e basta um único para me convencer. Estando convencido, não procuro por novos trailers. E recomendo que você assista Um Gato em Paris exatamente assim, sem pesquisar ou procurar demais sobre a sua história.

O filme é curtinho por sinal, tem apenas 65 minutos, mas entendo perfeitamente porque foi indicado ao Oscar na ocasião. Na verdade ele é bem amarradinho em sua trama, mesmo que isso não aparente nos primeiros minutos. Você fica por um momento na dúvida quem é o protagonista ou o que diabos o gato tem a ver com tudo aquilo. Mas a trama se encaixa e o filme tem ritmo e pique. Mesclando bons momentos de humor com momentos em que a história precisa se desenvolver. Não é uma animação que precise de muita ação desenfreada ou momentos de extrema seriedade, até porque o estilo visual pede mais por uma história mais leve, com um humor mais polido.

Alias o filme tem uma cena fenomenal em determinado momento onde a história precisava ser trabalhada no breu total. A forma como a produção do filme resolveu trabalhar com esse pequeno trecho é simplesmente genial. Fiquei impressionado como essa técnica funciona perfeitamente ao modelo da animação que o o filme apresenta.

Não quero contar nada da história dele porque acho que a magia do filme funciona melhor se você for assistir sem esperar por momentos ou já tiver uma base prévia do que se trata. Posso dizer sobre o que ele não é no entanto. Não é um filme sobre um gato falante e sua vida em Paris. Pode ficar despreocupado quanto a isso. Ele tem sim um papel importante na história, mas a trama do filme é sobre a vida de algumas pessoas que se encontram em uma situação inusitada em meio a sentimentos que entram em conflito em boa parte da trama. E também não estou falando de um romance sobre um homem e uma mulher. Já ajuda, não? Eliminei dois clichês básicos do mundo do cinema.

Enfim, se você precisa de um pouco mais, recomendo dar uma olhada no trailer abaixo, que na verdade mostra mais do que deveria. Se o comecinho dele já lhe convencer, pare e vá ver a animação. Garanto que não vai se arrepender. E aí volte aqui no post e diga o que achou da animação nos comentários!

Um outro detalhe importante a ser dito é sobre a dublagem. Assisti a animação direto da versão em blu-ray, então tive a opção de ver o filme com o áudio em português e ficou muito maneiro a dublagem. Até porque o francês é um idioma na qual não estou acostumado a ouvir e por isso estranhei um pouco ao tentar assistir no idioma original, sendo assim a minha dica é que você procure pela versão dublada caso não esteja habituado com filmes em francês. Felizmente as versão em DVD (link) e Blu-ray (link) são fáceis de se achar no varejo.

A França, assim como outros países europeus, tem muito de um universo das belas artes, afinal são países que tem uma carga pesada em suas histórias destes movimentos artísticos, assim como tem esse cenário inspirador para artistas, com museus, grandiosas construções pelo homem. Um Gato em Paris reflete muito bem esse ar que existe nestes países europeus e que não estamos habituados por aqui. Desde a sua história, os cenários da trama, a trilha sonora e o estilo artístico escolhido para a animações. Garanto que é uma viagem muito agradável e que vale a pena curtir. Fica a recomendação!

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.