AssistindoReflexões & OpiniõesSeriados

Opinião | O que dizer de Supernatural após 9 temporadas?

Terminei neste final de semana – meio atrasado – de assistir a nona temporada de Supernatural. Pois é, ainda acompanho as desventuras e trapalhadas de Sam e Dean Winchester por esse mundo de anjos e demônios. Mesmo sabendo que o final original que os criadores tinham para a série já foi exibida lá na quinta temporada e mesmo assim a série continuou seguindo adiante porque até hoje ainda dá ibope e dinheiro suficiente para continuar existindo.

E esse é um assunto realmente delicado entre os fãs do seriado. Supernatural tinha que já ter acabado? Eu acredito que já. Mas já que não acabou, ela ainda é divertida o suficiente para continuar acompanhando? Eu também acredito que sim. Rola uma certa ironia e até hipocrisia achar ambas as coisas, eu sei, mas é isso aí.

A verdade é que depois que o final original aconteceu, que foi quando os irmãos derrotaram Lúcifer graças ao sacrifício de Sam, a série realmente se perdeu em um ou dois ou até três temporadas depois. Mas tirando, se a memória não me enganar, a sexta temporada, depois as coisas voltaram a ficar divertidas novamente para a série. Não melhores do que seu ápice, mas o suficiente para continuar entretendo. E olha que particularmente gosto muito mais daquele final, e não vou me recordar qual temporada foi isso, de quando os irmãos conseguem derrotar o demônio dos olhos amarelos e tirar a alma do pai do inferno. Pra mim esse foi o grande momento de Supernatural.

Existe um porém quando penso em Supernatural nos dias de hoje. Muitos falam que a série se perdeu e que ficou ruim, só que na minha opinião, as duas primeiras temporadas dá série são bem piores do que qualquer coisa que esteja sendo feita atualmente no show. Tente rever essas duas temporadas e me diga que estou errado. Tirando um episódio ou outro, Supernatural era muito ruim quando começou, naquela formatinho de monstro da semana nos mesmos moldes que Smallville também tinha na época com um mutante da semana pela radiação da kriptonita. Era um formato que na época funcionava, mas hoje em dia acho exaustivamente maçante.

Supernatural então a partir da sexta temporada não ficou tão ruim quanto era em seu começo. Apenas se perdeu um pouco após um arco que precisou de cinco anos para se concluído. Depois disso, a série deu uma pirada foda até se acertar. Os anjos ganharam importância até maior do que os demônios, inclusive Castiel teve um desenvolvimento muito maior, Dean foi para o inferno e voltou meio malucão depois. Tem o personagem do Crowley que ficou ainda melhor nessa nona temporada. Fora que desde a oitava temporada, parece que os produtores atuais entenderam que a série já possui um legado enorme e por isso são feitos alguns episódios bacanas onde são utilizados referências ou até mesmo personagens de temporadas mais antigas, mostrando como estão agora ou até mesmo criando novos casos em cima disso. Esse é um elemento em que apenas uma série com um universo tão grande por ter a chance de se beneficiar.

E por mais que diga que as coisas não estão mais no mesmo pique, não dá para dizer que os personagens não estão em constante mudança ou evolução. Eles estão sim, crescendo e mudando após nove temporadas. Gostei, por exemplo, da ideia de criar uma espécie de batcaverna para os protagonistas, inserindo um pouco do passado do avó deles e do tal grupo Homens das Letras. Deu um ar bacana para a série.

Alias Supernatural hoje em dia me lembra muito do seriado do Joss Whedon chamado Buffy – A Caça Vampiros. Essa série começa também de um jeito, passado por um clímax que pode ser considerado seu melhor momento e depois disso ainda continua por mais algumas temporadas expandindo o universo e divertido. E deu tão certo que hoje em dia Buffy ainda existe lá fora através de quadrinhos que continuam contando a história da série e de seus personagens. Supernatural está exatamente nesse caminho, se expandindo e não mais preocupado em encerrar qualquer ponta solta na trama. O momento agora é expandir para tudo onde conseguir. Profetas de Deus, Cavaleiros do Apocalipses, Deuses de outras Mitologias, até mesmo contos de fadas teve na última temporada e por aí vai. Não tem mais limite! Isso é bom para esse universo, ainda que também seja ruim um pouco ruim para quem só consegue gostar de Supernatural até seu quinto ano, pois parece que tudo que é feito hoje é forçado ao extremo. Mas é pra ser mesmo, senão a série não teria mais graça.

Enfim, para fechar essa pequena reflexão, preciso dizer que curti o desfecho da nona temporada. Se você não viu, e não quer saber, pule esse parágrafo! Vai continuar? Ok então. Iria achar piegas e babaca demais se os produtores resolvessem novamente num final de temporada matar um dos dois protagonistas ou até mesmo Castiel, o que fizeram então? Dean acorda com os olhos negros, dando a ideia de que talvez na próxima temporada ele seja um demônio. Rá! Mais divertido impossível! Vale lembrar que a série já teve alguns demônios aliados aos irmãos Winchester e alguns eram bacanas mesmo. Não teve uma que teve um caso com o Sam? Vai retornar aquela coisa de um dos irmãos com poderes sobrenaturais e que bom que agora é a vez do Dean. Isso porque já estava suspeitando que era isso que ia acontecer depois de todo aquele papo do Crowley em alguns momentos desse episódio, que é outro personagem que parece que vai ser ponto chave da próxima temporada. Um dos últimos episódios dele com o filho foi genial! Espero que essa trama possa retornar.

Há aqueles que criticam um pouco o fato de que a série abusa demais dessa coisa de Anjos, já que quase tudo desde o final da quinta temporada se resume ao fato de que Deus se mandou e tão tudo uma zona desde então. Alias, espero que quando o final derradeiro de cancelamento da série acontecer, seja exatamente o momento em que Deus vá aparecer no show. Ia ser maneiro.

Enfim, é isso. Ruim? Divertida? Dispensável? Oportunista? Não sei exatamente como taxar Supernatural depois de nove temporada. Pra mim, dentro desse gênero de sobrenatural juvenil, ainda é uma das melhores series da atualidade. Não tem outra opção dentro do gênero que seja melhor. E o legal é que o próprio seriado já entendeu que as vezes tem que tirar sarro de si mesmo, então o humor de algumas coisas fica cada vez melhor.

Pra encerrar, a arte que abre a postagem encontrei lá no DeviantArt (neste link). Não é um poster oficial da 10ª temporada, mas eu espero mesmo que seja uma temporada com um Dark Dean contra o Dean original.

 

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.