JogandoMiscelânea

Será que há um novo Battletoads vindo aí?

Postando uma imagem… só porque curti!

battletoads 1

Está começando a se espalhar em alguns lugares da internet, mas sendo justo, o primeiro lugar que vi trazendo novamente à tona esse assunto foi lá no Select Game. Aparentemente a Microsoft andou reafirmando dona da marca e registrando “Battletoads” lá nos Estados Unidos (dá um clique aqui). Isso pode indicar muitas coisas, ou pode não indicar nada.

Até porque não é de hoje que a Microsoft vem reafirmando saber que existe um apelo nostálgico em torno de Battletoads, e que também há muitos gamers das antigas que gostariam de ver não só essa, mas qualquer das diversas franquias da Rare sendo usadas na plataforma Xbox com muito cuidado e esmero.

Há duas referências claras pra mim de que existem planos para a franquia, mas que ela só encontra dificuldades para sair do papel, justamente porque a Rare se perdeu completamente seu dedo mágico para seus próprios jogos nos últimos anos. Não é pra menos que o atual Killer Instinct não está nas mãos do estúdio. Bem, a primeira vez que tive essa pontinha de esperança no retorno de Battletoads foi justamente num easter egg dentro de Banjo-Kazzoie Nuts & Bolts, nessa tela:

banjo nuts

Isso em 2008 (ano de lançamento do game) e bem, Killer Instinct aconteceu e foi o primeiro dessa lista. Talvez seja só coincidência. Talvez não. Depois disso, mais recentemente, a Rare lançou seu último trabalho, o Kinect Sports Rivals e novamente o estúdio resolveu tocar na ferida de nossas memórias, trazendo uma pequena homenagem a Battletoads no game. O que gerou essa imagem:

kinect rivals battletoads

E aí fica aquela impressão de que eles não podem estar fazendo isso só de sacanagem. O fato é que os games de Kinect praticamente morreram agora que a Microsoft acabou tirando os acessórios de maneira obrigatória no Xbox One. A Rare nos últimos anos ficou ocupada com o sistema de avatares do Xbox 360, que foi abandonado no One e também com a franquia Kinect Sports, que deve sofrer uma pausa. Este é a primeira vez em muito tempo em que o estúdio está livre de qualquer amarra casual com o console Xbox e está livre para fazer algo mais focado em suas origens. Foram feitos depoimentos nesse sentido nos últimos meses dando a entender isso, tanto que ninguém sabe o que a Rare está desenvolvendo atualmente. Poderia ser Battletoads.

Caso seja Battletoads, a grande questão é se será um jogo totalmente novo, ou apenas um remake HD do clássico. Para ser sincero, eu gostaria de fosse ambos os casos. Gostaria de um remake do antigo, da mesma forma que gostaria de um novo game, porém que se mantivesse em suas origens, focado em ser um beat up 2D e com uma dificuldade maníaca.

Enfim, ainda é cedo para dar qualquer coisa como certo. Mesmo assim é muita nostalgia lembrar de Battletoads e ficar na torcida para que algum dia essa franquia retorne do congelador lá de dentro do estúdio da Rare. E talvez nem precise voltar pelas mãos da Rare, pois sabemos que hoje em dia esse é apenas o nome de um estúdio e que as grandes mentes que estavam lá no passado já se dissiparam para tantos outros.

O fato é que essa seria uma ótima jogada para o Xbox One caso não só Battletoads retorne, mas franquias como Banjo-Kazooie, Viva Piñata, Perfect dark, Jet Force Gemini, Kameo e é claro, Conkers! Franquias que precisam de um polimento há aos montes. O que está faltando é de um estúdio pimpão para potencializar estas IPs a atual geração de games.


obs: a imagem que abre a postagem é uma fanart lá do DeviantArt, feita pelo usuário edsfox.

obs II: apesar dos rumores terem esfriados depois da E3 desse ano, eu ainda tenho esperanças e acredito que há um novo Banjo-Kazooie e um novo Conkers em desenvolvimento secreto que devem ser anunciados futuramente.


Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios