Jogando

Halo 5 Guardians Multiplayer | Após 10 partidas no Modo Arena!

Aqui estou para mais um pouco de Halo 5 Guardians! Hoje para falar um pouco da minha experiência com o multiplayer do game, ou pelo menos aquilo que consegui testar, que foi tão somente o modo Arena. Mas caramba, todo mundo ansioso pelo modo Warzone (Zona de Guerra no menu em português) e como assim não falarei desse modo? Pois é… o que aconteceu?

Não tenho muita certeza. O fato é que se você der um passeio aí pela internet, irá encontrar relatos de outras pessoas com o mesmo problema com o modo Zona de Guerra. O maldito pesadelo do matchmaking infinito! Porém aqui ele não fica necessariamente buscando para sempre, apenas demora severos minutos para dizer que não foi possível conectar a nenhuma partida. Todo mundo está assim? De acordo com esse tópico no fórum do Portal Xbox não! Mas há bastantes usuários reclamando da demora em encontrar partidas no modo em questão.

O que aconteceu? Oficialmente não tenho qualquer informação. Afinal isso pode ser um monte de coisas… ou nada. Primeiro que o game foi lançado oficialmente ontem, dia 27 de outubro. Ainda há muitos jogadores chorando com os 55GB que o game precisa para ser baixando no console. A instalação em disco também leva tempo. Soma-se ao fato de que outros que já estão jogando, estão matando a campanha com a história do game. Mais o fato de que o número de jogadores, ao menos no Brasil, com acesso ao Halo 5 ainda vai crescer nos próximos dias. Isso já dá um baque no número de jogadores online disponíveis para o modo multiplayer que requer 18 pessoas online em cada sala e em cada partida. Acrescente ao fato de que ao contrário de outros games, como Titanfall, você não pode mudar de servidor para uma outra região do mundo, tal como os Estados Unidos, para poder jogar com a turma de lá, já que o ping dessas conexões internacionais, graças a nossa internet carroça ainda é uma desgraça. Concluo que é ainda o caso de aguardar mais alguns dias e ver se a situação se conserta sozinha.

Há um outro porém! Faz vários dias que muitos jogadores que fazem parte do Preview Program do Xbox One estão tendo um grave erro na taxa de MTU (que gerencia as conexões online de multiplayers dos games), justamente por serem beta testers da nova dashboard que será oficialmente lançada no próximo dia 12 de novembro. Eu mesmo estou com esse problema, com uma taxa baixíssima de MTU (510) no meu Xbox One e não é a minha internet, pois realizando os testes no computador a mesma taxa está no nível na qual deveria estar, no meu caso em 1480. Existe um tópico oficial em inglês sobre esse problema e a Microsoft já se manifestou que esse erro é verídico e que a equipe que trabalhando na nova dashboard está ciente e tentando resolver esse problema. E não duvido que será em breve, enquanto isso, parece que alguns problemas nos multiplayers dos games serão mesmo sentidos pela turma que está no Preview Program. E suspeito que o modo Zona de Guerra de Halo 5 esteja sendo afetado por esse problema técnico do console.

E pra quem ficou assustado com um problema constatado na nova dashboard do Xbox One, não há porque temer. Quem participa do programa de preview está acostumado com esses bugs e problemas. Por isso é justamente um programa voluntário, que participar quem quer, e assume estes riscos de ter problemas e bugs na dashboard a cada atualização prévia do console. Eu como participo do programa cheguei a ficar horrorizado quando a nova dashboard atualizou no meu Xbox One. Nem mesmo os caracteres em português estavam corretos! Dava até medo! E vários bugs e problemas de performance. Mas isso foi semanas atrás.  Desde então a nova dashboard vem sendo constantemente atualizada e hoje, posso dizer que tirando esse problema do MTU (alias, essa sigla significa Maximum Transmission Unit), está tudo redondinho e belezinha na nova dashboard. Eventualmente irei falar dela, o pessoal que participa do programa de preview não é autorizado a ficar comentando muito sobre ela publicamente, então terei que esperar o lançamento dela em 12 de novembro para um impressões oficiais.

Enfim, então Zona de Guerra zoado aqui em casa. Pode ser poucos jogadores, pode ser algum bug no game, pode ser o problema da taxa de MTU nas dashboards do programa de preview do console. Como disse, pode ser muitas coisas e pode não ser nada. O jeito é ter um pouco mais de paciência e aguardar mais alguns dias. Em todo caso, não me parece ser o mesmo problema que Halo The Master Chief Collection teve ano passado passado com matchmakings que não funcionavam em nenhum modo de multiplayer.

UPDATE 29.10.2015Ontem, dia 28, finalmente funcionou e consegui jogar o modo Zona de Guerra. Parece que é exatamente o que disse acima: esperar e ver o que acontecia. Impressões sobre esse modo em breve aqui no site!

Halo 5 Arena

Modo Arena!

A primeira coisa que gostei foi justamente a primeira categoria da lista de games do modo: Arena em Equipe! O que é isso? É basicamente uma mistureba de todos os tipos de jogos e mapas que o modo Arena comporta. Ele aleatoriamente vai te colocando para jogar diversos tipos de games com regras próprias. Isso cria uma dinâmica muito boa, pois a sensação é que estou sempre jogando algo diferente da partida anterior.

Eu meio que nem fui testar as outras categorias da lista de Arena. Fiquei por aqui mesmo. Porém o modo Swat, o último da lista, na qual as partidas rolam sem escudo e sensor de movimento me parece bem animal. Ainda quero arriscar meu pescoço por lá quando estiver um pouco mais experiente. Há também um modo você contra todo mundo (categoria chamada “Liberado para Todos”), ou seja, são 8 jogadores online e é cada um por si. As outras categorias da lista são Assassino e Fuga, porém estas você consegue jogar no Arena em Equipe.

E bem, joguei 10 partidas, que é o exigido para ganhar a primeira classificação dentro da categoria da lista (Platina 1). Quer dizer, eu joguei 10 e meia. Isso porque em uma das partidas de Assassino o jogo me baniu da brincadeira! Achei muita sacanagem isso. Não foi por erro de conexão, mas porque o game achou que eu estava de sacanagem com o meu time. Rá!

Explico. Há uma regra ativa em todas as listas. Regras de banimento em abandonar partidas, inatividade ou traições. O que são traições? Halo tem fogo amigo (friend fire) ativo, ou seja, se quiser eu posso matar companheiros de equipe. E eu matei! Mas foi sem querer! Em um momento da partida, meu time havia encurralado o time adversário no lado oposto de uma ponte, então joguei uma granada, porém um dos meus companheiros de equipe que estava mais a frente de mim, resolveu pular justo nessa hora. A granada bateu em sua cabeça, subiu verticalmente para cima e caiu novamente em sua cabeça o matando. Hahaha. Foi minha culpa? Pow! Sai da zona de fogo cruzado, caceta!

Na segunda morte, admito que fui meio escroto, mas o companheiro já estava basicamente morto! Havia três inimigos atacando ele de perto. E eu com um lança foguetes em mãos. O que fiz? Mandei um míssil e matei todos os inimigos, mas o meu companheiro estava no fogo cruzado. Mas foi uma morte honrosa, não? Se sacrificou – e esperou um respawn de 5 segundos – para que eu pudesse pegar três do time adversário! Depois disso o game me baniu no meio da partida. Aff… felizmente foi só nesta partida que isso ocorreu.

Mas continuando a falar sobre o modo Arena. O matchmaking dele está excelente. Dei buscar e em menos de um minuto já estava conectado no servidor, com todos os jogadores completos e a partida iniciando. Testei isso várias vezes e todas foram de boa. Excelente e eficiente. O melhor é quando a partida acaba. Nada de voltar para o lobby. O jogo dá um intervalo de 15 segundos (ou um pouco mais, não estou certo agora) e logo em seguida já me conecta em outra partida. Não é mais aquele modo safado de Halo Collection na qual a cada término de partida voltava ao lobby, sem ninguém e tinha que dar buscar novamente. Ainda bem que acertaram isso em Halo 5! Admito que era um das minhas preocupações com o multiplayer.

Com tudo isso o jogo me parece bem divertido. Felizmente parece que não jogo tão bem Halo no multiplayer quanto eu me lembrava. Pois das 10 partidas, apenas uma meu time se saiu vitorioso (nas regras de Fuga). E tirando uma ou duas partidas, todas as demais foram derrotas vergonhosas mesmo. Do tipo de pontuação de 10 contra 100. Cruzes!

Fiquei pensando se o jogo não está um pouco desbalanceado, sem pensar em colocar jogadores do mesmo nível uns contra os outros. Mas não parei para ficar olhando o level de cada um. Também pensei se não é o caso de quando o time adversário abre uma vantagem muito grande sobre o time adversário logo de cara, não há qualquer possibilidade de virar a partida, o que a torna meio chata, pois você sabe que não tem chance de reverter um mal começo. Fica parecendo que a vitória das partidas acaba sendo definido nos primeiros 2 minutos de game, depois disso, é correr para não perder vergonhosamente. De qualquer forma senti que com o tempo, após essas dez partidas, estava jogando melhor, morrendo menos, matando mais. Depois que você decora o mapa, aprende onde estão as armas, e começa a andar próximo a um companheiro, admito que o jogo fica melhor balanceado. É questão realmente de pegar o jeito.

E tem algumas categorias de games que achei excelentes. O Fortaleza, onde precisa ativar dois pontos do mapa para pontuar, sendo que o mapa tem três pontos é um dos mais divertidos, pois você está a todo momento se movendo e capturando áreas. E com o tempo, aprende que espreitar inimigos deve ser feito fora da área de captura, caso contrário o inimigo simplesmente te mata ao chegar na área.

Também gostei do modo Fuga, que possui de 8 a 9 rounds, que consiste em partidas rápidas, de no máximo 2 minutos cada. Na qual um time precisa eliminar o outro ou capturar a bandeira e levar a um ponto do mapa. E como o mapa desse modo é único e muito pequeno, as partidas são intensas e divertidas.

O que menos gostei foi o tradicional Capture a Bandeira. Acho que esse modo deveria suportar mais jogadores. Ele é meio burocrático e complicado sem coordenação da equipe. E o modo assassino é o divertido modo mata mata em equipe, com respawn a cada morte, até o time completar 50 kills. Não é nada de especial nele, mas é um modo que se não houvesse, muitos reclamariam.

O que mais preciso comentar? Ah, eu vi um pouco do sistema de REQ (Requisitos) que são cartas que são destravadas e lhe dão algumas vantagens no multiplayer ou lhe permitem customizar sua armadura ou armas (apenas alterações estéticas). Porém ainda não pude usar direito elas. No Arena parece que apenas as que dão XP a mais por partida são únicas que funcionam, as chamadas cartas estímulos. Parece que é no Zona de Guerra que elas brilham. Então vou esperar conseguir jogar nesse modo para comentar de forma mais apropriada esse sistema.

Por fim, encerro aqui mais um diário de jogo de Halo 5 Guardians. Eu sei que alguns sites correram e já fecharam a campanha, se mataram horas no multiplayer e liberaram um review completo do game, mas aqui no Portallos as regras são diferentes. O review ainda vai demorar um pouco a sair. Ainda tenho coisas que quero fazer, ver e experimentar no título e muitas delas começam agora, no momento em que o jogo finalmente foi lançado! Então é provável que mais destes relatos sejam feitos até as minhas impressões derradeiras sobre o título saiam.

Só digo que por enquanto não vejo muito do que reclamar de Halo 5 Guardians. É exatamente um game da franquia Halo precisa ser, sem tirar e nem por. Justamente o que os fãs gostam e não há problema algum com isso. A história da campanha parece instigante, a jogabilidade está melhor do que qualquer game anterior e o multiplayer finalmente está condensado em dois modos com listas diferentes dentro deles, mas são bem mais simples e descomplicados do que era em alguns games anteriores. Uma pena ainda não ter conseguido testar o Zona de Guerra, que basicamente é o modo na qual todos estão interessados. Mas não se preocupe, vou continuar tentando nos próximos dias e quando o conseguir, certamente irei escrever sobre! Ah e novos textos sobre a campanha também vão rolar! Aguarde!

Textos anteriores sobre Halo 5 Guardians:

Sem spoilers!

ERRATA – O preço de Halo 5 Guardians na Xbox Store!

Lembra que reclamei pra caramba do preço da pré-venda digital de Halo 5 Guardians na  Xbox Store? Foi aqui nessa postagem. Então, a Microsoft havia admitido algumas semanas atrás de que esse preço estava errado e que seria arrumado. Pois bem, parece que agora está tudo arrumado, pois a página do game lá agora consta com o tradicional preço de R$ 199, o que na conjectura atual onde tem jogos chegando ao mercado por R$ 299 (Star Wars “ai meu coração” Battlefront) é um alívio ver que a promessa da Microsoft de manter o preço dos games congelados, apesar de aumentar o preço do console a partir de 1º de novembro, vem se provou verídica.

Eu ainda digo que games no Brasil a 199 reais ainda está longe do valor ideal para o mercado consumidor, entretanto, defendo que os títulos, ao menos durante a atual crise, se mantenham no mínimo nesse patamar. Eu tenho pesadelos com aquele período negro de games originais a 300 reais aqui no Brasil na geração Gamecube e PlayStation 2. Isso porque eu nem quero pensar no atual problema com os títulos do Wii U aqui no país e de Mario Maker sendo vendido a 350 reais… me dá calafrios só de pensar. Que não precisemos navegar por estes mares novamente por muito tempo.

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.