AssistindoEditoriaisLendoMiscelâneaReflexões & Opiniões

KIDS | Uma dica sobre álbum de figurinhas para a criançada!

Já faz algum tempo que venho querendo abordar esse assunto – ou dica – aqui no site. É um passatempo que descobri ano passado, quando meu filho ainda tinha apenas 2 anos de idade e que criamos uma rotina desde então, que acaba divertindo e ensinando ao mesmo tempo.

Na época ele ficou meio deslumbrado pela animação das Tartarugas Ninja da Nickelodeon, na qual eu vinha acompanhando legendado – mas que depois acabei adquirindo os DVDs da primeira e segunda temporada pra ele ver dublado – e vi esse álbum de figurinhas da série animada na banca de jornal que frequento.

Mas era um pacote incomum, pois vinha o álbum e em torno de 60/70 pacotes de figurinhas para abrir. Tudo por 17 reais. A dona da banca me explicou que se tratava de um álbum fora de circulação, na qual as figurinhas já haviam sido recolhidas. O que sobra quando o álbum sai de circulação a editora reúne tudo tempos depois e devolve nas bancas nesta pack de álbum + trocentos pacotinhos por um preço bem abaixo do que realmente valeriam.

Álbuns fora de circulação voltam as bancas as vezes com estes pacotões custando menos de 20 reais!
Álbuns fora de circulação voltam as bancas as vezes com estes pacotões custando menos de R$20!

Perguntei se isso era muito frequente e ela confirmou que sim. Era bem normal a banca receber estes pacotes de tempos em tempos, que até fica meio escondido na banca – encontrei sem querer fuçando na área de revistas de atividades para crianças.

O pacote obviamente não vem com a coleção completa do álbum. Vem com pacotinhos normais, que a gente abre e na sorte vai preenchendo o álbum até onde der. Aos complecionistas há sempre a possibilidade de entrar em contato com a editora (no caso eu só vi a Panini fazendo estes pacotes promocionais desde então) e ver se eles vendem – e possuem ainda – as figurinhas faltantes.

Só que como disse no começo, essa é uma atividade que gosto de fazer com meu filhinho pequeno. Criamos o hábito de abrir um ou dois pacotes de figurinhas diariamente. As vezes mais quando ele fica empolgado – criança pequena dispersa a atenção rápido então um ou dois pacotinhos é mais do que suficiente.

O que ele aprende com isso? A atividade pode render várias coisas. No álbum das Tartarugas ensinei um pouco cores, nomes de personagens, mas o principal era fazer ele reconhecer os números. Uma figurinha de número “159” não era “cento e cinquenta e nove”, e sim “um – cinco – nove”. Outra coisa legal é desenvolver a coordenação motora, pois não é fácil para uma criança de 2 anos colar certinho as figurinhas no álbum. Fica tudo torto, mas tá ótimo! As vezes ele mesmo se irritava e tirava e ficava tentando acertar a figurinha.

Hoje o pequeno Thales já está com três anos e já estamos em outro álbum, o do Ben 10 Omniverse. O das Tartarugas acabou ainda no ano passado, mas os 60 pacotinhos rendeu uns 3 ou 4 meses, e ao final do álbum já não fazíamos todos os dias porque o elemento surpresa já tinha ido pro ralo e eram muitas figurinhas repetidas.

Album Figurinhas Panini 002

E esse álbum do Ben 10 é bem mais legal que o das Tartarugas, por isso tem mais fotos dele na galeria. Há figurinhas redondas, metalizadas, que brilham no escuro e até transparentes (estas até eu acho difíceis colar certinho), além das tradicionais claro. O mais legal é que ela não tem apenas números, mas também letras. É normal uma criança saber o “A”, “B” e “C” nessa idade, mas tem sido uma aventura para o Thales aprender o “Q” nesse álbum, pois ele se parece com o zero e com a letra “O”. É legal ensinar isso. Fora a evolução na coordenação motora desde o álbum do ano passado. Agora ele cola muito mais certinho quando está disposto a ter esse cuidado.

Claro que o fato dele ter contato com estes desenhos na TV ajuda a curtir essa atividade. Ele identifica personagens que conhece, pergunta sobre os que ele não conhece e assim por diante. Atualmente estamos no álbum do Ben 10, porém encontrei já na banca um pacote idêntico com o de Hora de Aventura, que é tão bonito, que não resisti e vou deixar aqui guardado para quando terminarmos o álbum atual (abri ele apenas para tirar as fotos da postagem).

A grande sacada é que esses pacotes acabam sendo uma atividade muito mais barata do que se eu fosse na banca e comprasse um álbum atual. Pegando pelo Hora de Aventura, o mais recente e lançado ano passado, ele quando lançado custava 6 reais o álbum e cada pacote, com 4 figurinhas, saia por R$ 1. Imagine então o custo que um álbum mais 60 pacotinhos não custaria na época. 66 reais! E aqui paguei apenas 17 reais pelo combo.

Óbvio há sempre o risco de um álbum fazer sucesso quando ele está nas bancas e não sobrar para este tipo de pacote promocional. Álbuns de futebol, por exemplo, nunca vi sendo vendido assim. Nem sequer sei se esse tipo de pacotão é vendido em todas as bancas da minha cidade, ou aqui da região ou até de todo o Brasil (imagino que não). Cabe a cada um dar uma pesquisada em sua cidade e perguntar ao jornaleiro, pois as vezes são produtos que ficam escondidos em algum canto da banca ou até mesmo em caixas ou atrás do balcão do jornaleiro.

De qualquer forma fica aí uma ótima sugestão de atividade com os pequeninos. Dá para se criar uma rotina de atividade, fazendo assim o álbum durar e não saturar a criança. Ensina os números (sempre pergunte que números são, ensinando sempre do 1 ao 9, ao invés de números em dezenas e centenas – e na página pergunte aonde se deve colar a figurinha), as vezes os álbuns tem letras, a atividade ajuda na coordenação motora e a criança se diverte de montão. O Thales chegou a receber alguns amiguinhos semana passada em casa e todos sentaram para abrir um pacote. Alguns nunca tinha visto um álbum ou figurinhas. Uns já sabiam os números, outros tinham melhor coordenação na hora de colar e, no fim, todos estavam se divertindo colando as figurinhas repetidas uns nos outros.

Ah e no caso da criança ficar frustrada porque acabaram os pacotinhos e o álbum não encheu – o que aconteceu com o Thales no álbum das Tartarugas – o que fizemos que ajudou a apaziguar esse cenário foi começara colar as figurinhas repetidas nos espaços que sobraram. Para a criançada tudo tem jeito! Não há tempo ruim!

Fica aí a dica e essa pequena experiência compartilhada aqui. É uma brincadeira que serve para filhos, primos pequenos, sobrinhos, irmãozinho etc. Até meninas se divertem com essa atividade. Semana passada vi um pai levando um álbum da Barbie nesse esquema de pacotão promocional depois de perguntar quanto era um álbum lançamento e quanto saia 10 pacotinhos de figurinhas. Certamente ele fez um negócio levando o pacotão!

Album Figurinhas Panini 013

Importante dizer que não sou formado na área educacional e portanto não leve esta dica como algo de um profissional da educação (pois não sou). É apenas uma experiência pessoal de um pai compartilhada e nada além disso. Trata-se apenas uma forma divertida que encontrei de brincar com meu filho e fazê-lo aprender algo sem se dar conta disso.

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios