JogandoVídeos & Trailers

De 1989 para 2016 | Um novo Wonder Boy: The Dragon’s Trap está em desenvolvimento!

CAÇAROLA! Quão incrível é o pequeno teaser acima? Na boa, eu não entendo porque os desenvolvedores de games não fazem mais jogos com esse estilo gráfico, que basicamente é um desenho animado em formato de game. Me pergunto se é tão caro ou complicado desenvolver um game assim. Imagino que para o departamento de arte deve ser um pesadelo, porém os frutos de tal trabalho, quando realizado magistralmente resulta na beleza espetacular que teasers como estes, de saltar aos olhos!

mighty-no-9-conceptNão tem como não dar uma pequena alfinetadinha em Mighty No. 9, pois quantos dos milhões de apoiadores do título acreditaram que o game em questão seria desenvolvido exatamente nesse estilo gráfico (vide imagem ao lado), ao invés do tão mundano 3D animado. Que coisa, não?

Inclusive vale comentar que este Wonder Boy, desenvolvido pela Lizardcube, um pequeno estúdio francês, não é exatamente uma propriedade intelectual totalmente nova. Na verdade o que a Lizardcube está fazendo é criando uma releitura moderna de um clássico, de mesmo nome: trata-se de Wonder Boy III: The Dragon’s Trap, lançado originalmente em 1989 para Master System.

Wonder Boy III Dragon's Trap 1989

Um fato legal de se comentar é que a franquia Wonder Boy é bem famosa entre os jogadores das antigas. Especialmente para aqueles que se encontravam no lado Sega da força. Como eu vivi a minha infância nos jardins da Nintendo, do outro lado da rua, nunca tive um apego emocional pelo Master System ou por Wonder Boy. Da Sega, quando criança, só sabia jogar Sonic, pois era o único cartucho que o meu vizinho tinha. Mas sabia da existência de Wonder Boy, é claro.

Outra curiosidade importante: lembra dos antigos games da Mônica da Tey Toy? O mais famoso é Mônica no Castelo do Dragão, entretanto outros dois foram lançados posteriormente, e todos foram adaptações nacionais dos games da franquia Wonder Boy (ao todo a série possui seis games). Sendo que Dragon’s Trap foi uma destas adaptações, que aqui se tornou Turma da Mônica em O Resgate.

Turma da Monica O Resgate

Voltando para Wonder Boy, um dos elementos do título, era que o protagonista ao longo do game estava amaldiçoado e por conta disso podia se transformar em animais, na qual cada um tinha sua própria habilidade. E é um elemento que está totalmente inserido nesta nova releitura.

Também é importante comentar que o game não tem nada a ver com a Sega ou o estúdio original do game, a Westone Bit Entertainment. Neste caso a Lizardcube adquiriu a licença da série, e chamou com um dos criadores originais do game para ajudar, Ryuichi Nishizawa. Além disso formou parceria com a DotEmu, que se tornou a distribuidora do título.

Por fim, o indie game ainda não tem a data de lançamento revelado ou as plataformas na qual deve ser lançado. A torcida é para que sempre saia em tudo quanto plataforma for possível. Temos apenas o site oficial com algumas informações, e a possibilidade de acompanhar as redes sociais por novos updates. E esse me parece ser o tipo de game que vale a pena ficar de olho, não concorda?

Imagens!

Wonder-Boy-The-Dragons-Trap-Screen-3-June-2 Wonder-Boy-The-Dragons-Trap-Screen-4-June-2 Wonder-Boy-The-Dragons-Trap-Screen-2-June-2 Wonder-Boy-The-Dragons-Trap-Screen-1-June-2

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.