JogandoRapidinhas

We Happy Few e a felicidade em cápsula chegam esta semana

We Happy Few tem trilhado uma longa jornada em um ciclo que se encerra esta semana, com o lançamento em 10 de agosto da versão completa do jogo. E vale a pena repassar algumas informações importante, como o fato do game estar chegando para Steam, PlayStation 4 e Xbox Onde, independente do fato do estúdio, a Compulsion Games ter sido adquirido no primeiro semestre do ano para Microsoft.

We Happy Few segue como um título multiplaforma, para a felicidade de toda a comunidade de jogadores, principalmente para todos que apoiaram o game desde 2016, quando foi lançado sua primeira versão de acesso antecipado. Versão esta a qual cheguei a dar uma olhada e escrever aqui no site a seu respeito.

Desde então o game mudou bastante. A sua primeira versão teve diversas críticas em torno de ser uma aventura que se apoiava demais em elementos de sobrevivência e não trazia algo tão roteirizado quanto a sua primeira apresentação na Gamescom em 2015 em uma conferência da Microsoft. O que não era algo condenável na época, afinal o game estava longe de ser concluído em 2016, mas mesmo assim isso acabou deixando muitos decepcionados ao testarem o jogo em sua primeira fase de testes.

Nada que o tempo não resolva. A versão antecipada de We Happy Few recebeu diversas atualizações e bastante conteúdo nos meses que se seguiram e também em 2017. Atualização esta que não cheguei a conferir, apenas vi alguns vídeos pela internet. Acabei optando por esperar a versão final e conferir o game de uma forma mais completa e redonda.

E é exatamente isso que irá acontecer no próximo dia 10, quando o game será lançado e trará três história com três personagens totalmente diferentes dentro do universo instigante do jogo. É possível ver um pouco de cada um deles no Trailer de História logo abaixo:

Tudo indica que o game tem bastante conteúdo em relação à primeira versão lançada em 2016. Os comunicados do estúdio dizem em algo como 20 horas de conteúdo narrativo a mais desde a sua versão mais recente lançada. O que por si só já é bastante coisa.

Isso para não dizer que o universo de We Happy Few por si só já é altamente criativo e instigante. O game leva o jogador a querer explorar mais de seu mundo, suas perspectivas e reflexões. A pílula que torna todo mundo feliz, a droga joy, parece algo incrível em um primeiro momento, mas é na distorção da realidade que torna as coisas interessantes. A percepção de que o mundo é aquilo que sua mente acredita que possa ser.

Assim que a versão final for liberada pretendo voltar para o game, recomeçá-lo do zero. E voltarei com as impressões a seu respeito no site em algumas semanas. Por enquanto, fica esse lembrete do lançamento do game, que talvez não tenha mais o barulho que teve no passado, parte por culpa do sucesso que já fez no acesso antecipado, mas que para quem ainda não viu nada dele, deve ser uma dos mais legais lançamentos do mês de agosto.

Galeria

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Etiquetas

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!

Artigos relacionados

Fechar