Chasm chega amanhã ao Xbox One, já disponível nas demais plataformas

Lançado no final de julho, Chasm estava devendo fazer sua estreia no Xbox One, algo que irá acontecer amanhã, dia 9 de novembro. Com isso, o indie game passa a estar disponíveis para todas as plataformas da geração; PC, PlayStation 4 e Nintendo Switch.

O título despertou a atenção de diversos sites quando lançado, por conta de seu belo visual, com uma muito bem trabalhada pixelart, repleta de detalhes e muito bem fluido. Tem aquela carinha retrô, mas ainda assim soa como um game que só poderia mesmo ter sido desenvolvido em tempos modernos.

Além disso, Chasm está dentro de um gênero de jogo bem popular no cenário indie; do metroidvania com uma pegada de criação de elementos procedurais. Isso significa que os labirintos do game mudam um pouco a cada novo início, tornando o caminho único para cada jogador, mas a rooms, os segmentos dentro de cada parte do labirinto, são fixos, projetados para prover o desafio exato para o jogador.

O que é uma boa ideia, já que muitos games tornam tudo procedural e nem sempre o resultado é redondinho, sem algumas loucuras de espaços com situações além do controle do que o jogo deveria estar fazendo. Chasm é mais contido, e por tanto, melhor controlado. Seu caminho é diferente, mas os desafios estão todos lá, do jeito que o desenvolvedor quer que estejam. Ao todo são seis masmorras para sempre enfrentadas.

Chasm tem uma grande influência de jogos como Castlevania: Symphony of the Night e Zelda II: The Adventure of Link. Há uma atmosfera de fantasia com uma mistura sombria, o combate também é bem no estilo Castlevania. O protagonista até mesmo pode usar um chicote que se movimenta muito parecido com o título mencionado. Mas Chasm avança um pouco as limitações a qual os games mencionados poderiam ter em sua época original. Há bastante elementos de customização e personalização de seus equipamentos; armas, armadura e feitiços. Fora as habilidades que o jogador vai adquirindo ao longo de sua jornada que abre áreas que previamente eram inacessíveis.

Por fim, alguns dados legais que valem a pena serem mencionados. Chasm tem aproximadamente 80 tipos de inimigos, cerca de 10 chefes e mini-chefes, 130 armas, armaduras e acessórios (sem entrar na conta alguns tesouros secretos, poções e gemas). Sua campanha foi feita para durar em torno de 10 a 15 horas. Há também um DLC Gratuito chamado Guildean Arcade Pack, que deve chegar em breve nos consoles, que adiciona ao game um novo modo arcade, além de desafios diários e semanais. No Steam esse DLC já está disponível.

O jogo é uma produção da Bit Kid, Inc., pequeno estúdio independente norte-americano, fundado em 2011 e que já está na estrada há bons anos, tendo lançado outros jogos indies como Take Arms e 48 Chambers. Chasm surgiu graças a uma campanha do estúdio muito bem sucedida no Kickstarter. Para mais Chasm, vale a visita em seu site oficial.

 

 

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
More from Thiago Machuca

Editorial TMT: vale a pena "ler" de novo?

Será feito um experimento aqui no blog nos próximos sábados e domingos....
Read More