"Vinde a mim, meus X-Men!" – Clássico dos arcades retorna!

“Welcome…to die!”

Quem frequentou os fliperamas na década de 90 já deve ter ouvido essa frase ao jogar X-Men, um beat ‘em up produzido pela Konami em 1992. O título foi ligeiramente baseado na clássica animação X-Men: Pryde of the X-Men, que foi um episódio piloto que tentou ser o início de uma série animada, mas que infelizmente não vingou. Agora, se você quiser descobrir ou relembrar essa pérola dos fliperamas, vai ter uma boa chance, pois o jogo será relançado na Xbox Live, Zune Marketplace e PlayStation Network. Como diria Stan Lee: EXCELSIOR!

X-Men Arcade sempre foi um jogo muito solicitado pelos fãs para ser disponibilizado nos consoles, coisa que até hoje nunca foi possível, pelo simples fato da produtora do jogo, a Konami, não ter a licença da Marvel, a qual está há muitos anos nas mãos da Activision. Mas a pressão dos fãs foi decisiva para que o impossível pudesse acontecer, e a Marvel, Konami e Activision juntaram suas forças para que o pedido dos fãs pudesse enfim ser atendido.

Para aqueles que ainda não puderam jogar, saibam que X-Men é um dos jogos arcade mais celebrados de todos os tempos, devido a características únicas que o diferenciaram dos demais jogos da época. Enquanto Teenage Mutant Ninja Turtles podia ser jogado por quatro jogadores simultaneamente, X-Men oferecia a opção de até seis jogadores, que controlavam Ciclope, Colossus, Wolverine, Tempestade, Noturno e Cristal!

E essa opção de seis jogadores será mantida na modalidade online, porém localmente só poderão embarcar na aventura até quatro jogadores, dadas as limitações dos consoles. Uma leaderboard foi confirmada, juntamente com a inclusão de novos níveis de dificuldade. Infelizmente, as vozes digitalizadas tiveram que ser regravadas, mas a Konami assegura que as novas vozes ficaram bem parecidas com as originais.

Outra opção muito bacana é que é possível jogar a versão japonesa, que além de apresentar os óbvios textos em japonês, tem algumas diferenças, como os inimigos deixarem itens de recuperação de energia e power-ups ao serem derrotados, e os heróis quando usam os poderes mutantes, consomem primeiro os “power orbs”, e só depois a barra de vida, justamente o contrário do que acontece na versão americana.

A qualquer momento a Konami deve soltar mais informações, inclusive deve confirmar a data de lançamento, então vamos ligar o Cérebro e ficar de prontidão para o chamado do Prof. Xavier!

More from Mauri Link

Pré-venda do Zeebo "afunda" no Submarino

Já começou a pré-venda (em modo stealth) do Zeebo no Submarino! No...
Read More