Com uma pitada bizarra, Ranma ½ mais romântico e menos engraçado que o normal! [Vol. 17] [MdQ]

Taí um volume raro de Ranma ½, em que o foco é na relação Ranma x Akane e não na comédia indiscriminada. Eu gostei, principalmente porque a Nabiki foi mais explorada como personagem, mas também senti falta das histórias pequenas e engraçadas que são normalmente abundantes. No #17 só tivemos uma, no último capítulo, e foi bem mais ou menos. Mas não é pra se reclamar, né. Comentemos sobre os dois arcos tratados no volume!

Bom, eu desde o início dessa história do Parlay du Foie Gras/Monsieur Picolet digo que a bizarrice foi exagerada. Achei BEM fora da casinha essa história mesmo, não só pela impossibilidade de algo assim existir mesmo mas porque é, enfim, nojento. Não precisava, poxa, ver o Ranma sendo engolido até o quadril pela bocanha do Picolet. Me lembrava o tempo todo o Victreebell engolindo o James da Equipe Rocket no animê de Pokémon. Aquele biquinho tamanduá que ele desenvolveu como contra ataque também foi o cúmulo, muuuito estranho.

Fora o tema já do meu desagrado, a história ainda pegou metade desse volume, sendo que no anterior já tinha se desenvolvido bastante e eu esperava no máximo dois capítulos pra concluir. Foi nessa história que se aglomeraram os momentos cômicos da vez, mas eu não consegui achar quase nada engraçado porque não gostei do arco, afinal. A outra história, porém, foi bacana. Nabiki roubando o Ranma da Akane? Uma proposta bem original considerando o padrão de aparecimento repentino de noivas prometidas pra ele. Durou um pouco demais na minha opinião; no final eu já tava torcendo pra terminar de uma vez e eles se acertarem.

Foi interessante, principalmente, por mostrar mais da Nabiki como personagem. Não a imaginava assim! Hahaha, super interesseira e mentindo sem remorso, ri das atuações dela e do Ranma caindo feito um patinho (Mousse?). Gostaria de ver algum arco desse estilo, mas que se focasse na Kasumi e, quem sabe, revivendo o Dr. Tofu da pilha de personagens interessantes esquecidos (nesse tivemos a Kodachi, e eu nem me lembrava mais dela!). Aliás!! Volume raro em outros aspectos também: nenhum novo personagem apresentado e nenhuma história de água quente-água fria com Ranma, Ryoga ou Shampoo. Mostrar a Nabiki passando pelos “apuros” que a Akane enfrenta diariamente também foi bacana, e no geral os capítulos dessa história foram bem legais de ler.

Para o próximo não sei o que esperar, já que esse terminou com essa historinha triste do rabisco de panda que, cruzes, foi péssima (apesar de eu ter rido quando ela pediu um beijo do Ranma), mas deve ser o de sempre. Lembrando que o #18 será quase a metade do mangá, que tem 38 volumes. É… tem ainda muita coisa pela frente, seja de repetição ou de situações novas (leia-se personagens novos e malucos). E é isso. Vejamos agora o que a Takahashi tem pra gente no mês que vem.

Isso também pode lhe interessar

10 Comentários

    1. Normal com alguns mangás. XD Elfen Lied por exemplo eu só vou ler quando acabar, fora Naruto, Bleach e D.Gray-Man que eu compro e só coloco na estante direto. Não tenho tempo pra ler coisas inéditas, vou ficar lendo coisa repetida. XD

      1. “Não tenho tempo pra ler coisas inéditas, vou ficar lendo coisa repetida. XD ”

        Huahuahuha True! XD

        Pior que Bleach eu leio… mesmo o encadernado, dá pra ler numa viagem única ao expresso porcelana. Aí já vai pra estante lido. XD

        Kekkaishi vol 5 eu li estes dias… me custou umas 4 viagens ao banheiro, duas na fila do supermercado e uma lida antes de dormir. XD

  1. Gostei do volume também. Desda corrida termal eu não me empolgava com um arco como o da Nabiki. Ri demais com aquela ganância desenfreada XD

    Eu ri muito com a história do Panda, mas acho que teria sido melhor se o pai do Ranma é quem protagonizasse o negócio.

  2. FIco feliz de acompanhar ranma soh pelo CDM, gosto demais da historia mas no final do anime ja estava cansado da serie e não via a mesma graça e no manga isso essa sensação parece ser bem mais forte ja que serão 38 volumes (E por enquanto ainda está sendo historias que foram animadas).

    1. Se alguém começasse a ler já tendo os 38 volumes em mãos talvez não tivesse tanto essa sensação, mas um por mês… são três anos e dois meses, né. Tempo pra caramba. Mas que bom que os MdQs te motivam a acompanhar!

  3. Eu amei o capítulo da Nabiki! Ela é a minha segunda personagem predileta (Só perdendo pro Ryoga), e o jeito interesseiro dela é uma atração à parte. Quando ela e o Kuno se juntam, é melhor ainda! Achei um dos capítulos mais românticos e fofos da série, algo que é bom de vez enquando para quebrar as piadas repetitivas e o humor escrachado.
    Não vou nem comentar sobre a saga extremamente longa do Parlay du Foie Gras, concordo plenamente com o post. Nojento, desnecessário e pouca graça. Como o da pintura de panda foi curtinha, achei até bonitinha. Se o do Picolet tivesse só um ou dois capítulos, também não acharia tão péssimo.
    Espero que o próximo volume seja engraçado como os anteriores, mas que também tenha cenas fofas como este! Aguardo ansiosa pelo próximo post, também!
    ;D

  4. ‘poderia comentar um pouco sobre o novo manga da Rumiko Takahashi, kyoukai no Rinne a historia é bastante interesante e da para dar muitas gargalhadas”

    1. Não cheguei a ler porque nenhum scanlator tá em dia com o Japão, então seria ruim chegar no último capítulo e não ter mais o que ler! Mas com certeza, se alguém pegar pra traduzir direito, darei uma chance. =]

      E claro, se tu souber de algum, compartilhe aí! =DD

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.