JapãoLendo

Com uma pitada bizarra, Ranma ½ mais romântico e menos engraçado que o normal! [Vol. 17] [MdQ]

Taí um volume raro de Ranma ½, em que o foco é na relação Ranma x Akane e não na comédia indiscriminada. Eu gostei, principalmente porque a Nabiki foi mais explorada como personagem, mas também senti falta das histórias pequenas e engraçadas que são normalmente abundantes. No #17 só tivemos uma, no último capítulo, e foi bem mais ou menos. Mas não é pra se reclamar, né. Comentemos sobre os dois arcos tratados no volume!

Bom, eu desde o início dessa história do Parlay du Foie Gras/Monsieur Picolet digo que a bizarrice foi exagerada. Achei BEM fora da casinha essa história mesmo, não só pela impossibilidade de algo assim existir mesmo mas porque é, enfim, nojento. Não precisava, poxa, ver o Ranma sendo engolido até o quadril pela bocanha do Picolet. Me lembrava o tempo todo o Victreebell engolindo o James da Equipe Rocket no animê de Pokémon. Aquele biquinho tamanduá que ele desenvolveu como contra ataque também foi o cúmulo, muuuito estranho.

Fora o tema já do meu desagrado, a história ainda pegou metade desse volume, sendo que no anterior já tinha se desenvolvido bastante e eu esperava no máximo dois capítulos pra concluir. Foi nessa história que se aglomeraram os momentos cômicos da vez, mas eu não consegui achar quase nada engraçado porque não gostei do arco, afinal. A outra história, porém, foi bacana. Nabiki roubando o Ranma da Akane? Uma proposta bem original considerando o padrão de aparecimento repentino de noivas prometidas pra ele. Durou um pouco demais na minha opinião; no final eu já tava torcendo pra terminar de uma vez e eles se acertarem.

Foi interessante, principalmente, por mostrar mais da Nabiki como personagem. Não a imaginava assim! Hahaha, super interesseira e mentindo sem remorso, ri das atuações dela e do Ranma caindo feito um patinho (Mousse?). Gostaria de ver algum arco desse estilo, mas que se focasse na Kasumi e, quem sabe, revivendo o Dr. Tofu da pilha de personagens interessantes esquecidos (nesse tivemos a Kodachi, e eu nem me lembrava mais dela!). Aliás!! Volume raro em outros aspectos também: nenhum novo personagem apresentado e nenhuma história de água quente-água fria com Ranma, Ryoga ou Shampoo. Mostrar a Nabiki passando pelos “apuros” que a Akane enfrenta diariamente também foi bacana, e no geral os capítulos dessa história foram bem legais de ler.

Para o próximo não sei o que esperar, já que esse terminou com essa historinha triste do rabisco de panda que, cruzes, foi péssima (apesar de eu ter rido quando ela pediu um beijo do Ranma), mas deve ser o de sempre. Lembrando que o #18 será quase a metade do mangá, que tem 38 volumes. É… tem ainda muita coisa pela frente, seja de repetição ou de situações novas (leia-se personagens novos e malucos). E é isso. Vejamos agora o que a Takahashi tem pra gente no mês que vem.

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Dakini

Viciada em RPGs, sejam eles Final Fantasy e Tales of ou Mass Effect e The Elder Scrolls! Fã incondicional de animês e mangás, e ousem criticar meus favoritos sem bons argumentos! Fora isso, podem me chamar de “a dama dos wallpapers”, hahaha.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.