Jogando

Novo vídeo de BattleBlock Theater, nova IP da Behemoth parece ser mais uma obra prima!

BattleBlock Theather

Minha primeira compra na PSN foi Castle Crashers. E não esperava gostar tanto do jogo como gostei. Só pela demo já estava vidrado no estilo, gameplay, e nas trilhas. Joguei o jogo single, mas aonde ele brilha mesmo é o multiplayer e com quatro jogadores. Eu e meus amigos zeramos em menos de um dia, e ainda ficamos um bom tempo se divertindo no modo arena do jogo. O jogo é simples, mas tem uma pitada de carisma incrível, em grande parte pelos desenhos do Tom Fulp.

O traço característico do primeiro game parece voltar neste novo jogo. Sobre o que é BBT? Dois amigos, uma traição, prisioneiros sendo forçados a participar de jogos mortais. Mas com essa descrição se tem uma noção bem errada do clima do jogo, para senti-lo realmente basta ver o vídeo de gameplay logo abaixo.

Eu particularmente ainda não entendi se o objetivo é ajudar ou atrapalhar, provavelmente os dois, dependendo do modo, mas a dinâmica já me conquistou. Power-Ups, explosões, monstros, espinhos, mecânicas interessantes como a dos ventiladores, e a provável possibilidade de se criar fases. Essa última eu acho que vai se concretizar, mesmo não tendo nenhuma confirmação, apenas pelos cenários simplistas e provavelmente “fáceis” de se montar. Mas nem precisava disso tudo, porque depois de CC eu compro qualquer jogo multiplayer da Behemoth.

O jogo ainda não tem data para ser lançado, e até agora só foi confirmado para a XBLA. Essa é a minha única reclamação, mas vendo o que aconteceu com CC não duvido que seja lançada uma versão para PSN logo depois. Isso me irrita um pouco às vezes, de XBLA ser tão bem estruturada com descontos, lançamentos exclusivos interessantes, enquanto a PSN parece mofar com lançamentos atrasados como Hard Corps Uprising essa semana. Até concordo que a MS tem o suporte dos Gold Subscribers, mas sempre acho que a Sony tem um certo descaso com o conteúdo de sua lojinha virtual. Salvo algumas exceções, claro, como a demo de MK9, mas o tempo de exclusividade só foi para os Plus. Pelo menos existiu né.

Isso também pode lhe interessar

Rackor

Gamer de fliperamas aos consoles, passando pelo saudoso GB Color e seu Pokémon Yellow. Leitor de mangás, e dou preferência a estes ao invés de animes. Mais recentemente descobri as HQs, e desde então sou fã da trajetória de Geoff Johns em Laterna Verde, entre outros clássicos como Watchmen.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.