AssistindoJogandoReflexões & Opiniões

República das Bananas: Imposto (IOF) para compras internacionais com cartão de crédito vai aumentar!

Vou ser prático neste post, antes de ler este texto, recomendo a leitura da notícia lá no site da Folha.com, que explica perfeitamente e traz alguns dados a respeito do aumento do IOF para compras internacionais com cartão de crédito. Basta clicar aqui.

Pode parecer bobeira, afinal de 2,38% para 6,38% não parece grande coisa no mundo dos p”ercentuais matemáticos”. Quer dizer, 2,38% de 10 reais dá 23 centavos e 6,38% dos mesmos 10 reais dá 63 centavos. Não parece muita coisa sobre essa perspectiva, muito menos quando me lembro que produtos eletrônicos comprados lá fora são taxados em 60% de imposto de importação, um outro imposto nada a ver com o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras). O problema é que muitas compras internacionais não custam só 10 reais, custam muito mais e aí, a diferença de 4% entre o valor do imposto hoje e do aumento planejado pelo Governo começa a sentir no bolso. Parece bobeira, mas é um aumento de 168%!! Enquanto isso quanto mesmo o salário mínimo aumentou esse ano? Só 7% né.

O que não dá para engolir é essa farofada do Governo justificando o aumento. O brasileiro está comprando mais lá fora, prejudicando o mercado interno? Mas cadê as pesquisas e as explicações de porque temos que recorrer aos cartões de crédito internacionais, as longas esperas alfandegárias e ao alto imposto de importação? O Governo esquece que muitos que compram lá fora, compram porque não existem certos produtos por aqui, e quando existem, as vezes estão tão inflados de outros impostos, que o preço de mercado é absurdo. Ou você vai me dizer que pagar R$ 300 pela edição de colecionador de Marvel vs Capcom 3 é algo justo? Ou quem sabe um filme de uma hora e pouco em Blu-Ray por R$ 99 é um preço bom? Não vou nem falar nada sobre Action Figures colecionáveis, porque mal mercado para isso existe por aqui, e até mesmo os brinquedos infantis para crianças custam os olhos da cara. Quanto mesmo custo um daqueles jogos como Monópolis? E os exemplos podem continuar por muitos parágrafos. Até mesmo eletrônicos são mais em conta lá fora, não existe dúvida. Nem quero lembrar dos preços dos produtos da Apple por aqui. Os programas oficiais do Windows já são um absurdo, ainda que os computadores estejam mais em conta do que alguns anso atrás.

O problema não é o brasileiro comprar lá fora. O que o Governo faz ao aumentar o imposto, seja ou para segurar um pouco esse escape de dinheiro para o estrangeiro ou para arrecadar mais diante da inevitável situação, é tapar o sol com peneira. O comércio nacional está menos atraente aos brasileiros? Que sejam tomadas medidas para melhorar o mercado ao invés de criar um muro entre os produtos lá de fora contra os daqui. Diminua os impostos para os comerciantes, fiscalize mais a qualidade dos produtos, abra o mercado para setores que não existem por aqui. É assim que se deve barrar a fuga de dinheiro para o exterior.

As distribuidores de DVD e Blu-Rays no Brasil são uma vergonha, mídias ruins, extras mutilados, embalagens de baixa qualidade. O mercado de game sofre a décadas com a alta tributação e pirataria, tornando o entretenimento caro demais para o brasileiro. Até mesmo camisetas chegam a ser mais baratas comprando lá de fora do que adquirí-las em algumas lojas aqui no Brasil (alias pretendo fazer um post sobre isso futuramente). É ridículo a situação de alguns mercados aqui no Brasil. Matéria prima de produtos é caro, mão de obra é carregada de impostos e burocracia segundo as leis trabalhista (e mesmo assim o brasileiro ganha mal) e todo o trâmite de ter uma empresa é um dor de cabeça dos infernos pela burocrácia fiscal. O mercado interno está COMPLETAMENTE errado, e não a sociedade que compra muito lá fora. Até supermercado (Como sou adulto e tenho minha casa, eu mesmo faço compras no supermercado) anda caro, os alimentos básicos aumentaram consideravelmente nos últimos anos, enquanto a renda não acompanha a mesma proporção da inflação.

Dito tudo isso, o Governo ainda quer culpar o pouco que sobra pro brasileiro gastar em algo pra si mesmo, comprando alguma coisa lá de fora? Fala sério! Não estou reclamando de partidos ou tendências políticas, porque pra mim, tudo está errado, e não é culpa de um só partido, é culpa da própria sociedade que vê esse Circo e não faz nada, dá aquela reclamada ao vento e corre pro trabalho, senão toma falta e lá se vai o dinheiro da cervejinha do fim de semana…

O aumento do IOF não vai mudar drasticamente meu orçamento, mas nem por isso eu não ache que seja um absurdo e um insulto esse aumento. É ridículo, já somos um dos países com a maior carga tributária do mundo. Precisamos MESMO que eles aumentem ainda MAIS?

Felizes são o Homer e o Bart, que não esquentam com cartão de crédito, afinal, os Flanders são gente boa…

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios