JapãoLendoReflexões & Opiniões

Afinal, a tradução do mangá Fairy Tail pela JBC lhe incomoda? [Carta Aberta] [Enquete] [Reflexão]

Elenco de Fairy Tail que, segundo a JBC, não sabe falar português corretamente... são moderninhos e jovens demais pra isso.

Até que ponto o português “de rua” (informal) contribui ou atrapalha para a identificação do leitor para com uma obra, seja ela um mangá, uma HQ ou um livro?

Na verdade não existe uma resposta correta para a pergunta acima. No geral editoras usam, por aqui, um português mais correto possivel, sem deixar é claro, que a leitura fique formal demais e descaracterize a obra ou determinado personagem. Por exemplo, não dá para fazer um Chico Bento ou Urtigão falar um português impecável nas HQs. Eles falam caipira mesmo (Isso me incomoda pacas, alias, e já ouve muito debate no passado se esse “caipires” das HQs infantis, se elas não atrapalham o desenvolvimento do português das crianças que estão nessa fase de desenvolvimento da leitura e escrita.)

No caso de Fairy Tail, o elenco principal da série são jovens, então é natural que falem como jovens, certo? Mas até que ponto isso deve transparecer na forma escrita do mangá? Gírias aqui e ali, até tudo bem, elas as vezes são adaptações usadas no texto original japonês, ou explicam uma situação muito melhor do que se fosse usado um português formal. Mas e quando o português é massivamente atacado? “Você” vira “cê” e “vocês” vira “cês”. “Está” se torna “tá” e até “estamos” acaba se tornando “tamos”. Abreviações que usamos as vezes no português falado, mas que soa como uma aberração na forma escrita (na minha humilde opinião). E na tradução de FT pela JBC, os “cês” e “tá” são extremamente usados, não só por um personagem que tenha um vício de linguagem (se fosse esse o caso, seria como um Chico Bento), mas quase todo o mangá é adaptado com esse linguajar mais chulo. Incomoda o leitor isso? Bem, eu fico incomodado.

E olha que acompanho o animê de Fairy Tail, através de fansubs nacionais. E o engraçado é que nunca vi um animê legendado desta forma mais rala de escrita. E nunca achei os personagens velhos ou antiguados por falar um português correto. Adoro o Natsu falando “você” no animê e no mangá da JBC vê-lo usando “cê” parece um tiro no cérebro. Dói mesmo.

E parece que não sou o único incomodado. Hoje pela manhã, o Alex Pikachu, aqui da equipe do Portallos, postou um texto de uma carta que ele mandou para a JBC lá no forum da equipe, reclamando sobre esse português usado nos textos dos mangás por aqui. Pedi a autorização dele para reproduzi-la abaixo:

Olá caros responsáveis da JBC pelos mangás.

Venho por meio deste email demostrar minha insatisfação em uma das suas últimas publicações: Fairy Tail.

É de conhecimento de vocês, muito provavelmente a insatisfação geral de todos que acompanham esta publicação. Todos estamos muito tristes com a tradução e adaptação, principalmente no uso de neologismos, gírias e contínuos mau usos da língua portuguesa que tem tornado a leitura muito desagradável.

Peço que o uso de palavras como “CÊ” no lugar de “VOCÊ”; “TÁ” no lugar de “ESTÁ”; “TAMOS”, “CÊS” e tantos outros exemplos presentes que mostram na minha humilde opinião uma afronta ao uso da nossa língua portuguesa, os leitores em uma parte estão em fase de formação e estudando a língua e publicações assim só prejudicam a formação deles, e incomoda muito a todos os leitores, pois somos mais inteligentes do que isso.

Por favor tenham grande consideração nesta minha queixa e pensem em fazer o manga de vocês cada vez melhor assim, pois sempre gostei de suas traduções e adaptações e faço questão de comprar, inclusive sou assinante, e peço encarecidamente que façam um trabalho com a qualidade de sempre.

Obrigado

Gostou? Pois é, eu também. Mandei também esse mesmo texto para a JBC assim que terminei de ler. O grifado em vermelho foi liberdade minha, pois tenho esse conceito de que editoras tem o péssimo hábito de não lerem direito textos grandes enviados pelos leitores, então sempre que entro em contato com alguma editora, eu grifo certas partes em vermelho. Se a pessoa faz leitura dinâmica nos textos, ao menos ela pesca as partes mais importantes assim.

E como o Alex permitiu, quem quiser pegar o texto acima e também enviar para a JBC, o e-mail da editora é: mangas@editorajbc.com.br. (Quem tiver um outro e-mail, favor deixar nos comentários, que acrescento na matéria).

Acho que se você não curte, assim como a gente, não custa nada mandar um e-mail reclamando. A JBC não tem um histórico de ouvir muito bem seus leitores (e faz as coisas do jeito que quer), mas tem certas coisas que precisamos tentar e quebrar estas barreiras que existem por aqui. Acho que opiniões como estas precisam ser ouvidas e refletidas. Quem tem razão? Não dá para fazer algo que agrade a gregos e troinanos?

Por último, fiquem com uma enquete, para ajudar a visualizar melhor a opinião geral em torno deste tema, já que nem todos os leitores tem o hábito de comentar no blog (seja por timidez, falta de tempo ou preguiça):

[poll id=”6″]

Ah, o Alex deixou um exemplo lá no forum, quem tiver mais exemplos e quiser mandar, fiquem a vontade:

"..Pera.." e "...Que cês tão..." - Dá até pra sentir um neurônio pedindo demissão no meu cérebro...
Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.