Japão

Acusações injustas, um lugar sem piedade, presos são jogadores? Deadman Wonderland! [Impressões Anime]

Mais uma vez estou aqui, para comentar um anime que a Dakini recomendou. Desta vez foi o leitor Ryogachan que pediu o wall e gerou a coisa toda. Mas o ciclo se repete, teaser no wallpaper de ontem e uma matéria para divagarmos mais um pouco  depois.

Eu baxei o episódio totalmente às escuras, foi ler o post e deixar baixando no torrent, simples assim. Confesso que estranhei de primeira o traço, que tem um estilo próprio peculiar, sem contar alguns personagens bizarros, mas já tinha sido vacinado ontem ao assistir C.

A história começa em si como já trilhões de vezes animes começarem, um aluo distraído, uma conversa com os amigos, nada demais. mas isso é só por uns 2 minutos, quando as coisas acontecem numa velocidade surpreendente, e assim como o protagonista, o espectador é acertado em cheio pelo massacre da turma por um cara encapuzado e vestido de vermelho que flutua e dispersa algumas partículas em formas geométricas.

Exististirão spoilers sobre o primeiro episódio após o continue.

A sensação de choque nesse momento é brutal. Todos mortos a não ser o protagonista Ganta, e do nada, o assassino dispara em sua direção e “implanta” uma pedra vermelha em seu peito. Sim, tudo isso em poucos minutos e seguidamente. O mais chocante é que o tempo da conversa sobre o passeio escolar até uma tal de Deadman Wonderland parece durar uma eternidade, enquanto essa série de acontencimentos passa num piscar de olhos.

Em termos de comparação com C, DW é muito mais chocante pois joga na cara do espectador toda injustiça que ocorre com Ganta. Desde a acusão pela morte de todos os colegas, passando pelo advogado – também sua única esperança no momento, que vem se tornar mais uma desgraça -, até a condenação de morte, e seu encaminhamento para Deadman Wonderland, uma prisão diferente.

O projeto da prisão foi feito para gerar lucro. E quem gera esse lucro são os presos do local. O sistema do “parque” aberto às pessoas é colocar os presos em suas diferentes atrações, para entreter os visitantes. E se o preso não quiser participar? Bem, aí vem a regra mais importante da coisa toda, que até culmina na morte de um preso: se alguém que possui o colar de Deadman não ingerir um doce “especial” por dia, não terá amanhã. E a única forma de obter tal objeto é pelas atrações de Wonderland.

Nosso protagonista cai de pará-quedas nisso tudo. Nesse momento eu ainda estava pensando na cena do tribunal que foi de partior o coração, não pelo vídeo injusto, mas pelas agressões dos pais das vítimas, e acima, do pai de sua melhor amiga dizendo que o tinha como um filho. O Desespero é desumano.

Como se não bastasse isso tudo, o tal advogado parece tre alguma relação com o assassino de vermelho, e aparentemente brinca com Ganta, e quer matá-lo rapidamente ou que sirva aos seus propósitos. Makina é uma das chefonas da tal prisão, e contrala tudo a mãos de ferro, como demonstrou com o ato repentino de cortar o garoto que esbarrou no Ganta. Um dos únicos momentos que eu ri, foi com a pergunta do preso sobre o tamanho dos peitos dela, e o pior que ela respondeu. Apesar de todas as coisas estranhas no anime achei a pergunta (e a resposta) bem WTF.

 

No meio da prisão ainda temos a aparição da enigmática Shiro. Eu não entendi até agora o que ela é, e se ela está vestindo alguma roupa ou aquilo é a pele dela, ou o que está fazendo ali. Com certeza ganhou o prêmio de mais misteriosa do episódio pra mim. A ending deu a dica que eles já se encontraram quando crianças, e na foto que aparece lá ela aparenta ser humana, pelo menos.

Ainda teve tempo de mostrar que Ganta desenvolveu, devido a pedra, um poder semelhante ao do Homem de Vermelho. E que alguém, provavelmente o advogado, está tentando matá-lo num acidente, antes dos jogos. Próximo espisódio terá Ganta participando pra valer do Deadman Wonderland, um misto de hype com aflição pelo próximo capítulo da saga. Ainda mais por causa da aparição de uma penca de personagens bacanas em sucessão no final, engolindo suas balas.

Pra quem não sabe existe um mangá da série que é publicado na Shonen Ace desde 2007 e já conta com 8 volumes. Ah sim! Sabia que já tinha visto esse protagonista antes, e não é que o ilustrador do mangá Kazuma Kondou é o mesmo do mangá de Eureka Seven?! O roteiro fica a cargo de Jinsei Kataoka.

Repetindo o que a Dakini disse no wall pra quem não viu:

“Baixei do HorribleSubs (inglês) lá pelo AnimeTake, mas no PUNCH! Fansub também já tem em português!”

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Rackor

Gamer de fliperamas aos consoles, passando pelo saudoso GB Color e seu Pokémon Yellow. Leitor de mangás, e dou preferência a estes ao invés de animes. Mais recentemente descobri as HQs, e desde então sou fã da trajetória de Geoff Johns em Laterna Verde, entre outros clássicos como Watchmen.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios