JapãoMiscelâneaReflexões & Opiniões

Animê | Fate/Zero – Impressões dos primeiros episódios!

Um apanhado dos dez primeiros episódios e a expectativa que tenho para o anime!

Estava eu olhando as estreias da temporada de animes, alguns meses atrás, quando me deparei com Fate/Zero. Gostei bastante da sinopse, mas tinha decidido não assistir porque não tinha visto o Fate/stay night ainda… Mas eis que eu não aguentei e resolvi pegar os cinco primeiros episódios! Resultado: acabei me  viciando em mais um anime! Haha!

Atendendo a recomendações de umas três pessoas (incluindo a Dakini), corri para ver o F/SN, e estou atualmente no episódio 13. Não aguentei de curiosidade e voltei pro Zero e assisti até o mais recente, o 10. Para falar a verdade, eu gostei bem mais do Zero, pois o jeito que a trama é conduzida, e os personagens maduros… Em minha opinião é superior ao F/SN. Não que este não seja bom, pelo contrário, também é muito legal, mas eu achei um pouco parado (não que isso seja ruim de todo), enquanto que no Zero, todo episódio é mind blowing. Por sinal, só o 10 foi mais paradinho, mas mesmo assim muito bom.

Aí falando sobre esta questão de spoilers… O que eu tenho a dizer é que na minha humilde opinião, não há ordem para assistir. Cada uma das séries tem spoilers uma da outra, não tem para onde correr. Até onde assisti, o F/SN tem mais spoiler do Zero, do que vice-versa (poxa, logo na primeira cena do F/SN, dois spoilers tão pesados, que quase caí da cadeira!).  E foi a partir desta contestação que resolvi ver logo o Zero antes de terminar F/SN.

Gostei bastante! Fazia tempo que não me empolgava tanto com uma temporada de estreia de animes. Estou acompanhando ele e Hunter x Hunter, e comecei a ver Phi Brain e Guilty Crown. O segundo não me empolgou tanto no primeiro episódio, talvez eu assista mais depois, será que melhora?

Bem… Só tome cuidado que a partir de agora o texto conterá spoilers sobre o anime até o episódio 10. Tendo isso em mente, é só continuar a página! Boa leitura!

Fate/Zero supriu minhas expectativas e mostrou para mim que não conhecia a série antes, toda essa situação de guerra de magos, servos e tudo mais que envolve o universo da série. Gostei bastante da animação também, que em seus dez episódios, não teve um momento assim que me decepcionasse.

A Guerra dos Magos começou, e já trouxe dois grandes momentos, que falarei mais adiante. Achei interessante a princípio como os personagens foram introduzidos. Claro, que fiquei meio confuso no início, eu que não conhecia muito do universo da série. Mas isso foi sanado nos episódios seguintes. Chamou a atenção nos primeiros episódios o jeito frio que Emiya trata a Saber. Preconceito por ela ser mulher? Decepção por esperar a figura heróica de um rei? Será que ele não confia o suficiente nela?

De cara, gostei muito do Rider. Esse estilo “doido” de ser dele, de fazer o que der vontade, faz dele um personagem muito carismático,e mais ainda do lado de Waver. Acredito que essa dupla além de mostrar ser bem poderosa (inclusive o Waver, acho que ele vá surpreender ainda), ainda serve como um ótimo alívio cômico.

Tenho pena desse Kariya, ele entrou na guerra com um motivo bem justo e pouco egocêntrico. Ver ele sofrendo é de dar pena mesmo… E o que é o Servo dele? Muito misterioso e a princípio eu não tinha idéia da sua identidade (até ler um spoiler sem querer…). E quando ele salva Rin então? O cara não é mal, dêem um desconto para ele.

Agora, uma das figuras mais misteriosas sem dúvida é o Kirei. Desde os primeiros episódios, aquele confronto de cenas entre ele e Emiya, mostra que existe uma grande tensão entre os dois, e é grande. Ele parece ser fiel ao Tohsaka, mas não duvido que dentro dele seus motivos sejam bem mais egocêntricos do que ele aparenta. E ainda mais com o Gilgamesh fazendo a cabeça dele do jeito que fez em um dos episódios…

Tohsaka por outro lado é um homem elegante. Não vimos ainda o seu potencial total, mas o seu Servo está entre os mais poderosos sem dúvida nenhuma. Não duvido que seu papel nesta guerra seja maior do que possa parecer.

Temos personagens profundos, uma ótima ambientação e confrontos fantásticos. O primeiro deles, entre Saber e Lancer (este aqui é um dos meus preferidos, pela forma como se comporta, sempre gostei de personagens honrados), me surpreendeu! Não esperava que quase todos os outros Servos fossem se mostrar ao som do convite de Rider que acabou por interromper a luta. Aliás, Rider surpreende mesmo, e como eu disse antes, faz o que quer sem pensar muito. Paralelo ao confronto de servos, ainda tem toda a tensão de Emiya, que analisava tudo de longe, e não sozinho…

Após este grande momento, ainda temos a invasão da mansão, protagonizada novamente por Emiya e por Kayneth, o mestre de Lancer. Aliás, é interessante ver como este personagem evoluiu, já que pouco aparecia, e isso é uma das coisas de Fate/Zero que eu gosto, que é ficar alternando entre os personagens. Emiya mostrou que suas habilidades não são pouca coisa não, e o resultado da batalha vocês já sabem… O mais pertubador são suas consequências, principalmente para Kayneth.

E claro, paralelamente a isso, Saber trava toda uma luta, ao lado de Lancer novamente contra Caster (aliás, que amor platônico este sujeito sente hein? Até insiste em confundir a Saber por outra pessoa!). Vemos mais uma vez a figura heróica de Lancer e a sua importância. E não menos importante ainda têm o embate entre Irisviel e Kirei que é de tirar o fôlego.

Depois de toda essa sequência temos um momento de descanso, que é o que o anime vive no momento. Minhas expectativas são grandes! Não sei nada da história da light novel, então tudo é novo para mim. Acredito que Caster não vá demorar muito para cair, e deve ser o primeiro. A própria história dá a impressão que ele não é muito importante, sem falar que com outros seis magos o caçando, fica difícil mesmo…

Ainda não sei as reais inteções daquela ex-parceira do Kayneth, mas mesmo não gostando do personagem e achando ele arrogante, torço para que ele dê a volta por cima. Também acho que Kirei vai começar a revelar as suas verdadeiras intenções… E Emiya? Por que essa indecisão toda com Irisviel e a outra? O que dá a impressão é que ele ama de verdade a Einzbern, mas sei lá… Por que ela a trairia daquela forma?

Enfim… Espero que tenham gostado deste pequeno apanhado dos dez primeiros episódios. Tentei ser curto, e minimizar o máximo possível (minimizar o máximo… legal!) os spoilers. O anime realmente está de parabéns, a animação e trilha sonora são muito acima da média, e como falei antes também, o enredo está acima de muita coisa por aí! Até mais!

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Raphael Meltoh

Bio: Gamer desde a infância, mas precisamente desde os 5 anos. Amo séries (comecei pela influência de Lost), e animes. Jogador de RPG e apaixonado por cinema. Descobri recentemente também o gosto por HQ's. Ah! E é claro, fã confesso de Phoenix Wright!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios