Japão

PTunes: Bleach!

Viajando pelos melhores momentos de Bleach nas melodias do Moranguinho

Foi assim, aconteceu sem mais nem menos, sem prévio aviso, sem planejamento algum mesmo (não, eu não engravidei ninguém), como as boas ideias devem ser, mas se a minha é realmente uma boa idéia isso é vocês quem decidem. Tudo começou num belo dia quando eu pesquisando por soundtracks no YouTube, acabei topando com esses maravilhosos links que compilavam toda a trilha sonora de Saint Seiya..Passei a tarde toda ouvindo cada minuto daquilo com muita atenção, sentindo aquele misto explosivo de alegria e saudade. Sim saudade, saudade da época em que minhas obrigações se limitavam a tirar nota vermelha na aula pela manhã, dormir até cansar durante a tarde e no fim do dia sentar num cadeira velha do quarto escuro de frente para a TV de 15 polegadas sintonizada depois de muito trabalho árduo no canal da Manchete. Preciso dizer mais?

Cada faixa era mais do que uma música já conhecida em versão extendida ou uma lembrança qualquer dos tempos de criança, era uma seleção de momentos marcantes do anime passando como o trailer de um filme na minha mente. Feliz por ter esbarrado nesse grande achado que a minha preguiça não me deixava encontrar até então, fiquei ainda mais contente quando postei todos os links no antigo blog e vi que eu não era o único a deixar o foco nos cavaleiros sofredores de lado para apreciar as músicas de fundo. Teve até leitor na ocasião que disse ter ouvido tudo no trabalho porque não aguentou esperar chegar em casa. Só não me recordo quem era e bem… mesmo que eu soubesse ainda estaria achando melhor guardar o nome em segredo. Quem me garante que o chefe dele já não deu uma passadinha aqui no blog? Nunca se sabe.

Mas enfim, voltei no tempo dos Menudos só para dizer que como nem sempre acho esse tipo de vídeo para animes ou vídeo games na web, decidi fazer os meus próprios com as músicas que eu quero. Portanto podem esperar por mais do que está aí embaixo aqui no blog, dá um trabalhinho, mas fica muito legal de guardar e ouvir sempre que quiser e se o YouTube não me enxer o saco terei uma coleção de todas as soundtracks que gosto na rede até o fim do ano que vem. Os mais atentos vão se lembrar que além de Saint Seiya, rolou PTunes assim de BLACK Kamen Rider e Rurouni Kenshin. Por meio da futura sessão de posts clássicos pretendo trazê-los de volta em algum momento oportuno. Mas para reestrear a coluna (criada pelo Rackor, diga-se de passagem) no novo blog optei pelos 3 primeiros soundtracks de Bleach. Não curti muito o resultado final, fazia tempo que não mexia no Sony Vegas pra brincar com isso, mas espero que todos curtam a minha edição meia boca das músicas que considerei mais importantes.

Afinal, se por um lado os produtores do anime de Bleach perderam a noção do ridículo com tanto filler arrastando a trama, ao menos por outro a trilha sonora nunca me decepcionou. Adoro o começo totalmente despretensioso e rock’n roll que o anime ganhou. Na época lembro que a única música que me desagradou amargamente foi Number One. Não curtia a mescla do japonês com o inglês, mas como quem idealiza uma trilha sonora dificilmente erra a mão, o tempo fez com que a música tema do Moranguinho se tornasse o melhor som do anime todo. Mesmo para os mais exigentes como eu. Também gosto de elogiar essa pegada de música mexicana, sempre a base de um violão que foi atribuída aos Arrancars. Nunca parei para pesquisar sobre porque ou de quem foi a idéia de definir uma trilha sonora tão incomum para o anime, mas sem sombra de dúvida essa aposta na diversidade só abrilhantou ainda mais a playlist da série. A trilha da saga dos Bounts também merece uma lembrança na minha opinião, ela não fugiu muito do que a primeira foi em boa parte das suas faixas, mas o tom de história de vampiros que algumas canções receberam fizeram toda a diferença na hora de dar uma identidade a mais que destacasse ela da primeira soundtrack.

Mas desse bláblá blá todo vocês não querem saber certo? Prometo divagar mais sobre outros aspectos de um anime além da sua música na próxima vez. Por agora fiquem com um apanhado do que eu mais gosto de ouvir quando me lembro dos bons, e dos nem tão bons tempos de Bleach.

Isso também pode lhe interessar

K o n S a m a

Do ser sem razão a essa explosão de emoção, do preguiçoso leitor ao (meia-boca) escritor, do tímido calado ao ator inquieto, do caminho já traçado à esquina do destino incerto. Tentei me definir, mas sem sucesso. Games, filmes, música, animes, são só o começo desse quebra-cabeça sem nexo.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.