E3 2019Jogando

Dead Space | Isaac Clarke tem companhia…

… e não é a de um maldito monstro querendo te assustar!

As minhas mãos coçavam, eu tinha alguns tremeliques, pensava em coisas fofinhas numa tentativa de espantar a minha incontrolável curiosidade, mas não tinha jeito. Assim que um camarada aqui ao lado fechou o jogo eu pedi o primeiro Dead Space emprestado. E olha… foi um impacto, jogos de terror nem sempre foram minha cara e um dia eu quase desisti deles depois que um amigo me entregou o joystick durante esta cena (aos 08:50).

Só que o mais triste da minha história com Dead Space não foi andar por entre aqueles cenários escuros borrando as calças e olhando pra todos os lados (em vão) com medo do que mais cedo ou mais tarde iria me aparecer. O mais triste é que não muito tempo depois a minha curiosidade com os menus da dashboard fez com que eu corrompesse arquivos importantes no meu PlayStation e o resultado disso foi formatar tudo e começar do zero.

Boa vontade essa que eu não tive, não com esse jogo e que me fez devolvê-lo, deixando a franquia da EA no gelo por um tempo. Mas nada como um anúncio de uma sequência pra te lembrar que você está atrasado na meta de fazer da sua wishlist algo menos caótico (foi assim com The Darkness, falta só o segundo agora). Então fui na PSN e cofrei a versão digital do primeiro e ele está aqui, logo embaixo do Metal Gear Solid do PS1 e bem em cima do saudoso Altered Beast. E apesar de dos 3 ele ser o único patinho feio a quem eu ainda não dei a devida atenção, garanto que quando eu recomeçá-lo vai ser pra não largar tão cedo.

E paralelo a isso estou de olho no que vem vindo por aí. Na E3 vai rolar trailer com certeza, mas as imagens já mostram que o Isaac vai mesmo estar acompanhado de alguém que não é exatamente um inimigo e sim um parceiro inesperado.

Eu por minha vez só espero que isso não signifique uma baixa no fator terror que o jogo tem. Quando eu penso em Dead Space eu penso em total desolação, em lugares fechados, escuros demais e enfim… num ambiente que esfrega sem frescura na sua cara o quanto você está totalmente sozinho, abandonado a própria sorte mesmo.

E sei lá, com um parceiro do lado, pressinto que a minha sensação de impotência, aquela insegurança que toma conta de mim pode sumir exatamente por causa dele. Sei que um homem a mais é a desculpa perfeita para enfiar um modo multiplayer capenga que convença os fãs da série. Mas eu espero mesmo que EA e Visceral não percam a mão nesse jogo e que o terror reine a cima de tudo.

Fora o jogo, não há nada confirmado, então o negócio é esperar a conferência da Electronic Arts nessa E3 de 2012 pra ter uma ideia mais clara do que está por vir

Isso também pode lhe interessar

K o n S a m a

Do ser sem razão a essa explosão de emoção, do preguiçoso leitor ao (meia-boca) escritor, do tímido calado ao ator inquieto, do caminho já traçado à esquina do destino incerto. Tentei me definir, mas sem sucesso. Games, filmes, música, animes, são só o começo desse quebra-cabeça sem nexo.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.