Japão

Crunchyroll BR agora tem Jojo’s & Fairy Tail!

Novas adições ao catálogo e transmissão simultânea com Japão!

Depois de Naruto, Bleach, Gintama, Hajime no Ippo, Uchū Kyōdai, Hunter x Hunter, Cavaleiros do Zodíaco Ômega, Magi, One Piece, Toriko e tantos outros bons animês a Crunchyroll anunciou essa semana que mais dois grandes sucessos entram para o catálogo do serviço: Jojo’s Bizarre Adventure e Fairy Tail (que volta a ser exibido no Japão a partir deste mês). E cabe uma pergunta muito apropriada: você já se tornou assinante do serviço? Tá esperando o quê?

Para quem está chegando ao planeta agora, a Crunchyroll é um serviço bem similar ao Netflix, ou seja, é dedicada a transmissão por streaming de conteúdo. Para tal é claro que você precisa de uma internet banda larga e um aparelho que seja compatível ao serviço. O preço para se tornar assinante parece mentira: apenas 5 dólares (eles passaram a cobrar em dólares depois daquela baderna de várias bancos nacionais não estarem mais recebendo valores em reais vindas do exterior). Quanto aos aparelhos que aceitam o aplicativo do serviço, tem para todos os lados, como o Xbox 360, PlayStation 3 e 4 e o Vita, qualquer PC com Mac ou Windows, smatphones e tablets e algumas marcas de TV.

Vale lembrar que obviamente o serviço contém animês apenas legendados. Essa alias é uma das propostas da Crunchyroll, o áudio original com legendas e o lançamento do episódio da semana apenas algumas horas depois da transmissão do mesmo no Japão. Quanto a qualidade do streaming isso vai depender de alguns fatores, como a velocidade da sua internet e o aparelho e resolução que você vai colocar para assistir. A verdade é que a Crunchyroll está longe de ter um porte semelhante a uma Netflix, mas nem por isso seu conteúdo é falho. A minha experiência com o serviço é excepcional, rodando pelo meu Speedy de 4MB e através do Xbox 360 (enquanto não lançar suporte ao Xbox One). Não à toa que sempre que venho aqui no blog falar do serviço (veja os links) são apenas com boas novidades e grande satisfação de apoiar essa iniciativa desde a sua estreia oficial aqui no Brasil.


Hoje posso dizer com uma felicidade de causa que não preciso mais baixar animês pela internet (último foi Attack on Titan – Shingeki no Kyojin). Pago esse pequeno valor mensal e tenho mais do que suficiente pela Crunchyroll. E tenho tudo que curto acompanhar no catálogo atualmente. Fairy Tail era o único que ainda estava fora dessa lista, mas agora não é mais um problema. E admito que Jojo’s é uma série que estava bastante tentado a começar a ver assim que possível. Até que tentei começar o mangá, mas ele é bem velho e o traço não me animou muito. Talvez a versão animada seja mais agradável.

Enfim, fica então mais uma vez a minha recomendação para que você teste e se torne um assinante da Crunchyroll. Afinal quanto mais brasileiros, maior e melhor o serviço pode crescer no Brasil e querendo ou não é aquilo que todo fã de animê sempre quis: a vinda deles oficialmente ao Brasil numa velocidade inacreditável em relação ao Japão. Chega de fansubs com legendas estranhas, com links de downloads que não funcionam ou baixar arquivos como se fosse internet discada, atrasos ou a insegurança de que a qualquer momento o fansub possa deixar de existir (já vi muito isso). Corre lá e confere tudo que há no catálogo: http://www.crunchyroll.com.br/

Quer ver outros links aqui do Portallos sobre o assunto?

Deixe aí nos comentários qualquer dúvida que tiver sobre o serviço que se souber a resposta ficarei feliz em ajudar. Diga também se você já é assinante ou se não for, porque diabos ainda não é! 😉

Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.