AssistindoCinemaMiscelânea

Mr. Peabody & Sherman – De 1959 para 2014!

Pude assistir neste final de semana a animação que passou um tanto quanto rápido nos cinemas nacionais alguns meses atrás, baseado num desenho lá do início da década de 60 e que muitos mal devem se lembrar: Mr. Peabody & Sherman. Aqui no Brasil, a animação de 2014 ganhou aquela alongada genérica e desnecessária no título, e oficialmente virou As Aventuras de Peabody e Sherman.

Estes personagens foram adquirido pela DreamWorks há alguns anos atrás, junto com uma porrada de outros desenhos clássicos empoeirados e esquecidos no tempo, como As Aventuras de Rocky & Bullwinkle (Alceu e Dentinho), Gasparzinho, O Gato Félix e outros ainda mais desconhecidos por aqui. Todos vieram da Classic Media, que hoje se tornou DreamWorks Classics (veja aqui no Wikipédia). E Peabody & Sherman sendo a primeira tentativa do estúdio de resgatar e readaptar estes personagens a um novo público.

Sinceramente mesmo tendo meus trinta anos, não me lembro de assistir quando criança aos desenhos de Peabody, que eram um dos segmentos do show de Alceu e Dentinho, outro que não eram comum pra mim na minha infância. Mas pelo que pude pesquisar, sei que o filme é bem fiel as origens do desenho, trazendo uma carga nostálgica, ao mesmo tempo em que sabe ser emotivo e bem adaptado aos dias de hoje.

Até porque todo mundo sabe que os desenhos antigamente não eram complexos ou profundos. Era tudo meio maluco, sem qualquer contexto e muitas vezes bem vago em detalhes. Tinha uma premissa que se repetia por todos os episódios e ponto final. A versão de 59 de Peabody era assim. O desenho clássico tinha como a premissa um cachorro super inteligente que adota uma criança e juntos viajam pelo tempo aprendendo e vendo fatos históricos relevantes. E a animação de 2014 trabalha muito bem esse pequeno osso do desenho original e aprofunda de uma maneira surpreendente. Afinal, não dá para fazer uma animação apenas didática, com dois personagens viajando pelo tempo e aprendendo fatos históricos. É preciso mais para prender uma criança e principalmente os adultos que acompanham as crianças nos cinemas.

Mr. Peabody & Sherman aprofunda a relação da dupla de protagonistas justamente no primeiro dia em que Sherman entra para a escola e sofre bullying de uma garota e se envolve numa briga em que culmina numa assistente social questionando se Sherman deve mesmo viver com Peabody, que por mais inteligente e racional que seja, ainda é um cão. Depois disso o filme vai tomando rumos numa crescente até culminar numa série de eventos absurdos, porém condizentes, com as premissas desse universo, onde viagens no tempo são possíveis. E é um excelente mérito da animação, que começa um pouco devagar, mas quando pega o embalo, vai bonito até um final excelente.

As viagens no tempo estão por toda a história, devido a uma série de desventuras causadas pela Penny, a garota do bullying. A personagem tem um papel importante para o enredo, que basicamente a torna co-protagonista da dupla original e mantém os personagens fora de sua zona de conforto. Ela é o elo da nova geração que torna Sherman e Peabody interessantes a uma nova audiência.

Um filme cheio de piadas, situações engraçadas, momentos de ação e aventura pela história com doses de ficção científica a respeito dos perigos de se viajar através do tempo e espaço. Alguns personagens famosos da história da humanidade fazem pontas engraçadíssimas, como Leonardo da Vinci e Agamemnon.

Não se deixe enganar pelas aparências, pensando que Mr. Peabody & Sherman é uma animação voltada apenas para crianças, pois não é. É a prova de que a DreamWorks anda acertando bem a mão de suas animações, uma pena que muitas vezes ela não consiga atrair o público necessário. Parece que Mr. Peabody & Sherman foi o suficiente para bancar seu custo de produção e mais um pouco, porém não foi tudo que a DreamWorks gostaria que tivesse sido. Felizmente isso não vai encerrar a carreira da franquia, que deve ganhar uma animação para a televisão um futuro ainda um tanto incerto (pelo menos o projeto não foi dado como cancelado até o momento). Fora que Mr. Peabody & Sherman ainda vai lucrar um pouco mais no Home Vídeo, já que lá nos Estados Unidos a animação ainda nem foi lançada em Blu-ray e DVD, mas a data para tal está marcada para o mês de outubro.

Deixo então a minha recomendação. Assista Mr. Peabody & Sherman!


Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios