Jogando

Resumão | As principais novidades da Sony na Tokyo Game Show 2015!

Os eventos internacionais de games realmente não param. Eu ainda sonho com alguns dos anúncios da E3 de junho nos Estados Unidos, aí rolou a Gamescom na Alemanha mês passado e esta já é a semana da Tokyo Game Show – ou apenas TGS – no Japão! E não se esqueça, em outubro é nossa a vez na Brasil Game Show, a BGS! Ufa…

E a Sony parece que abriu a TGS na nossa madrugada do dia 14 para 15 com uma porção de anúncios em uma conferência que infelizmente não pude assistir. Porém a internet espalhou para todo canto as principais novidades e o mais importante, os principais vídeos!

Resolvi então, reunir num único postão os principais anúncios e trailers, para a turma do PlayStation! Lembrando que parte dos anúncios apresentam uma line-up totalmente pensada no público oriental do evento, afinal o Japão é um mercado muito importante tanto para a Sony quanto para a Nintendo, então a TGS precisa apresentar novidades para seu público, ainda que muito do que é feito pra lá, a gente também aprecia por aqui, é claro!

Gravity Rush Remastered e Gravity Rush 2 | PS4


Pow, aí está uma série que se num futuro conseguir um PlayStation 4 (há especulações para isso em 2016, se a crise deixar) eu gostaria muito de jogar. Achei sábio a decisão de migrar a franquia para o console principal da empresa, já que o PlayStation Vita cada vez mais se transformar em um acessório do PlayStation 4 do que um portátil independente.

Muito bom ver o primeiro remasterizado por completo, mas se você olha ambos os trailers, nota-se que Gravity Rush 2 já aparenta dar um salto gigante no potencial gráfico do game. Ficou tudo ainda maior e mais incrível. E isso é muito bom! A Remastered chega em fevereiro de 2016, enquanto a sequência fica apenas agendada para algum momento futuro de 2016. Excelente!

Expansão DLC | Bloodborne The Old Hunters  | PS4

A Sony está comemorando 2 milhões de unidades vendidas de Bloodborne mundialmente, mostrando o sucesso do título e certamente um dos grandes hits do PlayStation 4 de 2015. E vem aí uma expansão, chamada The Old Hunters, que será lançada em 24 de novembro, custando 19 dólares.

Como não joguei o game principal, não sei relacionar ou explicar o que é novidade e o que não é no trailer acima. Mas pra mim, me parece um título obrigatório para todos que possuem um PlayStation 4. O que mais me agrada é ver que a From Software parece que entendeu como agradar tanto público oriental quanto ocidental, através de franquias como Dark Souls e agora Bloodborne, enquanto há muitos outros estúdios de games orientais patinando nessa tarefa.

The King of Fighters XIV | PS4

Então… é… não sei. Eu vi alguns preocupações pela web ontem com relação à série está indo para o mundo dos gráficos CG 3D ao invés de manter o tradicional 2D animado. Particularmente até entendo porque a SNK gostaria de ver a franquia com um visual mais parecido com o atual Street Fighter, mas sei lá, parece que perdeu uma parte do carisma de The King of Fighters desse jeito. Porém é um teaser muito fraco… há tempo e chão para fazer convencer todo mundo de que será um game legal.

Yakuza: Kiwami | Remaster | PS3 & PS4

Mais um remaster para a atual geração! Agora é a vez do primeiro game da série Yakuza, de 2005/2006, ganhar uma reforma e ser relançado. Pelo trailer acima, me parece que a remasterização é mais do que bem vinda. O game parece realmente bonito em relação a versão original. E bacana que sai tanto para o PlayStation 3 quanto para PlayStation 4.

E a Sega, responsável pela franquia, já aproveitou e avisou que Yakuza 6 está em desenvolvimento e quem adquirir o remake do primeiro game, quando ele for lançado no começo de 2016, receberá um demo do sexto game, que deve ser lançado no final de 2016. Bem, só de ver a Sega fazendo alguma coisa nessa geração, eu já fico empolgado!

Em todo caso, eu não tenho qualquer lembrança de já ter jogado algum jogo dessa série. Será que perdi algo muito bom? Eu me lembro daquele game do Jackie Chan no PSOne, hahaha, era muito legal. Apesar de que o que gostaria mesmo de ver acontecendo nessa geração seria uma sequência de Sleeping Dogs, mas isso não ter nada a ver com a Sega, deixa isso para uma outra ocasião.

Nioh | Exclusivo PS4

Então. Não sei. O título em desenvolvimento pela Koei Tecmo e parece que é um projeto bem velhinho do estúdio e que só agora conseguiu sair da prancheta. Inicialmente seria um dos títulos da leva de lançamento do PlayStation 3. Me lembrou uma espécie de Ninja Gaiden Samurai. Mas parece que ainda é muito cedo para julgar. É aguardar. Porém, a Sony fez questão de reforçar que ele será exclusivão do PlayStation 4.

Kingdom Hearts HD 2.8 Final Chapter Prologue | PS4

Caramba, eu acho muito zoado essas compilações de Kingdom Hearts. Só mostra a baderna que a série se mostrou após anos de lançamentos em múltiplas plataformas portáteis. O que mais me admira é a falta de interesse da Square Enix em transformar essas compilações em multiplataforma.

Se Kingdom Hearts III irá chegar ao Xbox One, e não terá nada disso, me questiono a importância delas ou se será o público do Xbox que ficará viajando na maionese quando KH3 for lançado. Pra mim a Square vai dar um jeito de sintetizar tudo que você precisa saber do universo de KH quando o terceiro game chegar, até porque pedir para que os jogadores joguem tudo de novo, em especial os primeiros games, é meio frustrante.

Eu mesmo admito que não joguei Kingdom Hearts 1 e 2 quando eles saíram no PlayStation 2. Tentei jogar os games há alguns anos atrás e não consegui, a jogabilidade e os gráficos deram uma envelhecida bonita. Nos portáteis, eu tentei alguns e pra mim não é a mesma experiência dos consoles. Está complicado a meu ver.

Em todo caso, jogarei sem dúvida alguma Kingdom Hearts 3 e verei o que vai acontecer quando esse dia chegar. Enfim, mais uma coletânea de ports da série nos portáteis para o PS4, agora reunindo Kingdom Hearts: Dream Drop Distance, que saiu no 3DS, um trecho inédito de Kingdom Hearts: Birth by Sleep do PSP que fará a ponte para Kingdom Hearts 3 e as animações de Kingdom Hearts Unchained χ[chi] que é um título da série que saiu apenas na plataforma mobile (que loucura).

Na boa? Quer entender Kingdom Hearts? Leia o mangá da série que resume bem o que você precisa saber. Todas as séries foram lançadas nestes últimos anos aqui no Brasil pela Editora Abril e há também um álbum de figurinhas FODA da série nas bancas atualmente, que serve como um guia ilustrado do universo da série. Fica a dica!

Umbrela Corps | PS4 & PC

Putz, isso me parece tão errado, mas tão errado. Por que, Capcom? Por que? O que um shooter de multiplayer online em terceira pessoa tem a ver com Resident Evil? Não, para! Não é isso que os fãs de Resident Evil querem, eu aposto.

Eu até entendo o apelo da empresa em querer entrar nesse mundo bonito dos shooter competitivos online, mas não precisa da roupagem de Resident Evil. Não tem nada a ver. Que se investisse em uma franquia nova e original, com sua própria pegada, sem querer escalar no sucesso de um universo na qual os fãs já foram tão massacrados nos últimos anos.

Torço para morder a língua e o game acabar sendo algo decente e divertido, mas ele já surge com um feeling muito errado. Em todo caso, ao menos será um título digital, que custará 29 dólares. Chega ao PS4 e PC no começo de 2016. E eu não faço ideia do porque deixa de fora o Xbox One, sendo que a base online nele para esse tipo de jogo é meio que importante neste lado do planeta, mas enfim, é aquilo que já disse algumas vezes aqui no site: eu não entendo mais a Capcom dessa geração.

Project Morpheus se torna oficialmente PlayStation VR


Eu pretendo em um momento futuro escrever com mais calma aqui no site a respeito da Realidade Virtual e o futuro dos games, mas em todo caso, a Sony continua pesquisando e evoluindo seu óculos de realidade virtual. Pelos dois vídeos acima já dá para conferir como está ficando.

Parece animal, e algo que me parece muito bom é que o pessoal da área finalmente entendeu que para torna isso viável ao grande público, é preciso colocar um controle de videogame nas mãos das pessoas. Não adianta colocar Realidade Virtual em cabines ou em ambientes onde a gente precisa ficar se mexendo. Tem que ser exatamente assim, a RV precisa ser assim, apenas um campo de visão super e hyper aprimorado, com a gente sentando em um sofá controlando tudo por um controle, seja o tradicional ou um como o PS Move.

Porém digo uma coisa: não acho que esse PlayStation VR ou de qualquer outro óculos de realidade virtual da concorrência irá emplacar nessa geração de consoles. Talvez até comecem a serem vendidos ainda nessa geração, mas pra mim, isso só vai mudar a forma como jogamos na próxima geração, no PlayStation 5 e Xbox Two. Ainda estamos longe dele se tornar tão real, natural e diferente como… hum… o Nintendo Wii foi na geração passada.

A loucura dos comerciais japoneses do PlayStation 4 e PSVita!


Para encerrar, não poderia deixar de fora estes dois comerciais hilários e bizarros do PlayStation no Japão! Japão sendo Japão, que lindo!

Tokyo Game Show 2015

E acabou! Uma observação: é claro que não consegui falar de tudo que foi mostrando e anunciado na TGS. Trouxe apenas alguns dos principais pontos em relação a Sony e a linha PlayStation. Ainda deixei uma ou outra coisa de fora, pois quero comentar a parte e com mais calma hoje (mais tarde) ou assim que o tempo me permitir.

De qualquer forma, continuarei de olho na Tokyo Game Show e trarei mais vídeos e comentários do que anda rolando por lá se houver mais coisas legais para mostrar por aqui! E deve ter, afinal a Nintendo também deve mostrar e anunciar coisas. Estarei de olho!

É isso!

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.