Indicações e Resenhas de LivrosJogandoLendo

Leitura | Mais trechos de Gears of War – Slab: A Prisão! (Cap. 6) – Nevil & Adam, Dom & Anya!

Havia começado a postar e comentar um pouco aqui no site a respeito do livro da série Gears of War em agosto deste ano, você se recorda? Na ocasião estava no pique do lançamento da versão remasterizada do primeiro game e o livro em questão – Slab: A Prisão – narra justamente os eventos que precedem a história deste game, o que casou perfeitamente o momento.

E após uma pausa em outubro – devido a correria cotidiana – voltei a pegar o livro em novembro para continuar a história de como Marcus Fenix foi parar em uma prisão em meio a um mundo à beira da extinção, e lá ficou por 4 anos até a mesma ser invadida pela Horda Locust e Dom o tirar no começo de Gears of War 1.

A história deu um bom avanço desde o último trecho que compartilhei aqui no site em setembro, na ocasião o capítulo 3 & 4. Comecei ontem a noite (meu único horário de leitura é de madrugada, antes de dormir) o capítulo 7, mas ele vou deixar para comentar – ou não, ainda decidirei – futuramente. Pelo menos já estou na metade do livro. Se você acha que estou demorando demais, bem… também comentei aqui no site que tenho esse problema.

Fica aqui uma pequena ressalva de spoilers em torno dos capítulos 5 e 6 do livro. Não é nada que possa estragar a leitura no entendo. São apenas pequenos momentos de coisas que quem jogou a trilogia meio que sabe. E não trata-se de todo o conteúdo destes capítulos, apenas alguns momentos legais e uma visão a respeito de como Marcus é apenas uma colchão que costura todos os personagens desse universo.

E estando na metade do caminho, já dá para dizer que o que mais estou gostando do livro é a forma como a história é contada, sempre sob a perspectiva de todos os personagens famosos da série que rodeiam o mundo de Marcus, enquanto muito pouco da perspectiva do protagonista em si é revelado pela narrativa do livro. Houveram poucos momentos até aqui onde Marcus realmente deixa o leitor saber o que diabos está passando por sua cabeça.

O capítulo 5, por exemplo, é quando a merda é jogada no ventilador após Marcus ter descumprido as ordens do Hoffman no capítulo 4. Há o julgamento e ida dela para a prisão Slab. Em nenhum momento a perspectiva do Marcus é colocada a mesa. É sempre das pessoas em sua volta. Como Hoffman fez o que fez com o pesar no coração, como Dom e Anya se sentem perdendo irmão e amante (a relação de amor e família de Marcus contracena muito bem com estes dois personagens), como Prescott chantageia Adam, como Azura entra na trama etc. Nunca é explícito o que se passa na cabeça do Marcus com todos estes eventos, seja em seu julgamento ou nos primeiros dias na Slab. E na prisão fica claro que a perspectiva ali é dos prisioneiros com o Marcus e nunca o contrário. É interessante isso porque Marcus tem essa faceta de herói solitário e sofrido, o que sente calado, sem frescuras. “Faz o que tiver que fazer”, esse é o tipo de personagem na qual Marcus é. Pode parecer vazio, mas ele costura a complexidade daqueles em sua volta, é parte essencial dessa equação que faz Gears of War e estes personagens serem tão fascinantes.

Seguindo então adiante, o capítulo seis começa a trabalhar com o que aconteceu com todo mundo enquanto Marcus esteve preso na Slab, o que ajuda muito a contextualizar o mundo de Gears of War antes dos games. O que cada personagem fez nesse lapso temporal e como eles se sentiam com o fato de não existir um Marcus Fenix nesse mundo escroto na qual Sera se tornou.

Quanto aos trechos que trago hoje, são dois bons exemplos que mostram como a narrativa é muito mais do que apenas narrar os dias de prisioneiro de Marcus. Lá na imagem que abre a postagem, trata-se de uma diálogo de Nevil e Adam Fenix. Nevil era um dos ajudantes de Adam, que lhe auxiliou por anos e o considerava um mentor, e que no fim Nevil o dedurou a Prescott após descobrir que Adam escondeu segredos a respeito da Lambência e dos Locust antes mesmo deles invadirem Sera! Essa fato culmina mandando os dois para Azura, a ilha na qual só vamos conhecer no terceiro game da franquia. E é muito interessante conhecer Azura antes de tudo que ocorre na ilha em seus momentos finais, como saber que ela já existia muito antes do que a gente pensou e o porque dela existir. E Nevil é um excelente personagem nesse livro, enquanto Adam faz o mea-culpa muito bem.

O segundo trecho, logo abaixo, mostra Dom saindo em patrulha para visitar um acampamento de Abandonados em busca da Maria, sua esposa, na qual a gente já sabe o que aconteceu com ela no segundo game de Gears of War 2, mas no ponto da história aqui do livro, Dom ainda não sabe. Sem Marcus, seu irmão de guerra, Dom precisa lidar com sua ausência da maneira que pode, e Anya também sente a falta de Marcus, o que a faz ficar mais próxima do Dom – não dessa forma sexual, mas de um jeito mais família – e  o legal é que no livro o romance de Anya e Marcus é muito mais explícito do que nos games. É muito legal ver a história da Anya, sobre a sua mãe, e o qual o nível de relacionamento dela com o Marcus, já que os games não trabalham quase nada disso, deixando apenas as insinuações do que rola.

Gears of War Slab - Cap 6 - Dom e Anya

Enfim, é isso. A minha leitura continua e se sentir a vontade de retornar a falar mais sobre o livro aqui, assim o farei. Não sei ainda se este é um post que chame a atenção de muitos leitores. Me parece um tipo de conteúdo mais interessante aos fãs da franquia, porém fica mais estes pequenos trechos, na tentativa de deixar mais interessados curiosos não só pelo livro, mas pelo próprio universo de Gears of War na qual de fato é muito maior do que os games as vezes mostram!

Mais sobre Gears of War (linha do tempo, livros e reviews do primeiro game!):

gears-of-war-slab-capaOnde encontrar:
Livro | Gears of War – Slab: A Prisão (448 págs) – SubmarinoAmericanasPonto FrioExtraLivraria CulturaSaraiva – Ricardo Eletro – Casas BahiaWalmartShoptime – Magazine Luiza – FNAC
Xbox One | Gears of War Ultimate Edition – SubmarinoAmericanasPonto FrioExtraLivraria CulturaSaraivaRicardo EletroCasas BahiaWalmartShoptimeMagazine LuizaFNAC
Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios