JogandoReflexões & Opiniões

Dead Rising 4 | Quatro ponderações na semana de seu lançamento! (Opinião)

Dead Rising 4 foi lançado! Não pretendia escrever algo a respeito do game esta semana aqui no site – por motivos que irei explicar mais abaixo – entretanto surgiram alguns pontos de discussão interessantes em fóruns e comunidades do Xbox que despertaram a minha atenção e me deixaram motivado a dividir alguns pensamentos com aqueles que tiverem curiosidade de saber mais a respeito do ocorrido e das mudanças feitas na própria fórmula de Dead Rising.

  • Sobre as impressões de Dead Rising 4

Antes de começar acho válido avisar que já fiz as impressões habituais de lançamento do game, porém tal como aconteceu em Gears of War 4, novamente tive a oportunidade de publicá-las lá no site do Jovem Nerd. E agradeço aqueles que puderem dar um pulo lá para ler o review de Dead Rising 4 e dar aquela força para que eu possa voltar mais vezes lá para compartilhar as minhas opiniões sobre determinados games. Claro que é muito incrível ter a chance de escrever para um dos maiores e mais visitados sites do país.

Isso não significa que não farei algumas impressões sobre o título aqui no Portallos. Haverá sim um especial a respeito do game e que poderei atribuir uma nota para ele no sistema de notas do site. Porém essa matéria só deve sair daqui algumas semanas, enquanto estudo pontos diferentes para abordar aqui e não repetir somente aquilo que disse nas impressões publicadas nessa semana. Basicamente a mesma coisa que também fiz com Gears of War 4 quando publiquei a respeito do título aqui.

dead-rising-4-07

  • Sobre o “não joguei, não gostei”

Uma das coisas que me chamaram a atenção na terça-feira, dia de lançamento do game, foi como estava sendo comum comentários negativos sobre o game com base em experiências prévias com os antigos games da franquia. Foi um pouco assustador… e até meio triste.

Claro que existe a situação na qual um gamer não precisa jogar um título para saber que o mesmo não bate com seu gosto pessoal. É até normal isso. Porém acho chato como isso é inflado no que diz respeito a franquia de Dead Rising. Há quem jogou um ou outro título da série na geração passada e nunca mais deu uma nova chance, por mais que a Capcom esteja sempre mudando e adaptando a série justamente para atrair estes jogadores que sentiram problemas com a proposta do game ou seu nível de dificuldade.

Isso só me incomodou um pouco porque Dead Rising 4 sofreu graves mudanças justamente para atender um certo público que no passado criticou o fato do game ser muito difícil ou ter aquele contador de tempo que fazia todo mundo jogar olhando para o relógio. A Capcom mudou isso, mas parece que nem assim foi o suficiente para criar o interesse de certos jogadores, ao menos olhando algumas comunidades pela web, tais como o Fórum PXB ou as duas maiores comunidades de Xbox One no Facebook (essa e essa).

Obviamente estou generalizando um pouco. Há sim quem se interessou e gostou das mudanças. Mas sempre me assusto com o tanto de ódio que as vezes existe sobre determinados títulos, só por causa da empresa por trás do mesmo. Já vi acontecer com a Ubisoft, com a EA e não é diferente com a Capcom, o que me leva a um outro assunto…

  • Sobre a Capcom e o DLC que ainda não foi lançado…

Um dos assuntos que parece ter inflamado ainda mais o ódio por Dead Rising 4 na semana de seu lançamento foi uma notícia dada por alguns sites internacionais (e alguns brasileiros) sobre uma polêmica envolvendo o final do game e um futuro DLC que virá no Season Pass do game que trabalha com eventos posteriores ao final principal da campanha do game.

Note que não foi uma notícia que surgiu em grandes portais norte-americanos, como IGN, Kotaku ou Polygon, mas em sites menores. Salvo engano o primeiro a noticiar foi este aqui. Mas foi o suficiente para causar alarde em algumas comunidades de jogadores, novamente inflamados pelo fato da Capcom tem já feito isso no passado e porque Dead Rising já tem uma certa cisma natural com certos jogadores, conforme mencionei no ponto acima.

dead-rising-4-10

Até cheguei a escrever um (nem tão) pequeno texto sobre o assunto nas duas comunidades do Xbox no Facebook, para tentar amenizar um pouco esse efeito – ao menos nestas comunidades – mas é claro que parte do estrago já tinha sido feito. Para muitos já virou verdade que o final de Dead Rising 4 virá em um DLC pago. O que não é verdade.

É como disse lá no texto: o grande problema foi a Capcom (ou teria sido a Microsoft?) ter revelado prematuramente o conteúdo desse DLC chamado Frank Rising. É complicado falar sobre esse DLC sem pensar que ele faz uma conexão com o final da campanha em si, mas isso não significa que  a campanha não tenha fim. A trama em si encerra o que tem para ser contado. Bem, sem dar spoilers sobre o final – já tendo visto ele – o que posso dizer é que ele não faz qualquer gancho direto para esse DLC (indiretamente talvez – e não seria esse o caso se essa sinopse não tivesse sido lançada agora, o que seria uma ótima surpresa para daqui alguns meses).

Aliás, não é também como se o Passe de Temporada de Dead Rising 4 custasse uma fortuna. Custando apenas 39 reais, ele está bem mais amigável do que Passe de Temporada de outros lançamentos desse semestre, como Battlefield 1 ou Forza Horizon 3. Até mesmo jogos mais antigos tem valores maiores, como Rise of the Tomb Raider, The Division, Call of Duty (qualquer um) e Fallout 4. É claro que cada um destes tem propostas e quantidades de conteúdos diversos, mas só estou dizendo que especificamente o de Dead Rising 4 é totalmente okey.

dead-rising-4-26

Enfim, a pergunta que fica é: esse fato estraga a experiência que Dead Rising 4 proporciona? Não, de forma alguma! Não adianta querer discutir agora se o tal Frank Rising ou o que vier com ele deveria ou não já estar presente no game. Não enquanto ele não sair e não tivermos acesso para avaliarmos. O que dá para dizer agora é que não existe essa sensação de estar jogando um título incompleto. Ao menos é essa a minha opinião após ter jogado o game.

  • Sobre as mudanças que são estranhas

Agora sendo justo, se existe algo que possa causar impacto na decisão de comprar ou não o game, isso diz muito mais respeito as mudanças realizadas em relação aos games anteriores do que a discussão de DLCs ou o final da campanha em si. E é meio nisso que os primeiros reviews, tanto nacionais quanto internacionais mencionaram e reforçaram ao longo desta semana do lançamento.

Não havia a necessidade de deixar o game excessivamente fácil. Não havia a necessidade de diminuir o impacto da apresentação dos psicopatas, tornando-os nos tais maníacos. Até mesmo a decisão de retirar o limitador de tempo, que já havia sido bem flexibilizado em Dead Rising 3 é um tanto questionável. Tudo isso não arruinou o game, mas certamente criou pontos que precisam ser reavaliados se vier a existir um Dead Rising 5 – e eu espero que haja.

Para entender melhor tais pontos, quero recomendar este texto que escrevi aqui no site em setembro desse ano, quando o Dead Rising Triple Pack foi lançado. Caso você não queira ler todo o texto, vá ao menos até a parte do capítulo “O que mais preciso saber sobre Dead Rising?clique aqui” na qual faço um levantamento sobre os pontos chaves da fórmula da franquia. Alguns destes pontos não estão mais em Dead Rising 4 (múltiplos finais, psicopatas, tempo limitado, dificuldade inicial elevada etc) e isso levanta sim algumas dúvidas a respeito deste novo título.

dead-rising-4-20

O caso é que mesmo diante de tudo isso, Dead Rising 4 me pareceu um bom game. É divertido, há uma sensação de liberdade que nenhum outro título anterior da série parece ter conseguido dar, a dublagem nacional está excelente (e bem adaptada/engraçada) e o game é altamente acessível justamente a novos jogadores. Vale sim dar uma chance a ele, mesmo tendo jogado algum título da série anterior e não ter curtido – veja as suas razões e comparem com as mudanças realizadas nesse novo game, claro.

View this post on Instagram

Momentos Dead Rising 4 (clip1) – Presidente Pois, tropeçar em frente ao presente não deve ser algo legal, mas ainda dar um soco nele? Esse é o Frank West que todo mundo adora! Eis um trechinho da cena inicial do jogo, que está totalmente dublado em português. (É estranho o áudio abaixar em algumas falas do clipe, não? Isso só acontece exatamente nesse trecho, no resto do game isso não ocorre). A voz em português de Frank West ficou excelente. Já tem análise de Dead Rising 4 no ar, mas tal como aconteceu com Gears of War 4, ela saiu primeiro no Jovem Nerd, em breve (próxima semana) terá uma matéria especial no Portallos. https://goo.gl/Pc9WD5 #DeadRising4 #XboxOne #Windows10 #Capcom #FrankWest #Natal #Gaming @xboxbr

A post shared by Portallos (@portallos) on

Não julgue prematuramente o título, e digo isso como um fã da franquia… dê uma chance!

dead-rising-4-32

E caso você realmente não curta Dead Rising, seja este novo game ou algum dos antigos, eu gostaria muito de saber os motivos pelo qual você não gostou da experiência do jogo. Deixei um comentário aqui no post me contando. Eu realmente quero muito saber. Valeu!

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios