Star Wars: The Clone Wars! Um distúrbio na força, eu sinto! (Opinião)

A segunda estréia de ontem no Cartoon Network foi a novíssima série animada em 3D da série Star Wars. Mais histórias da época do Ataque dos Clones, o que certamente deve ser a melhor época de toda a saga, quando os Jedis estavam em seu auge e Anakin ainda era um cara legal, ou quase.

Antes de eu entra na história da série em si, preciso dizer que esta é, sem sombra de dúvida a melhor série animada para TV em computação gráfica já feita. A qualidade é excepcional. Personagens bem feitos, cenários, principalmente os espaciais fantásticos e quase não conseguimos ver as limitações de se fazer uma serie animada em 3D para a TV. O único momento “mais ou menos” do visual, foi no primeiro episódio, quando os clones explodem um morro e os pedaços caem meio quadrados. Mas isso é realmente insignificante já que neste momento vemos Yoda lutando contra tropas do Conde Dukan praticamente sozinho e o visual é de saltar os olhos.

Preciso mencionar isso porque série em 3D na TV tem a fama de terem algumas limitações, o que diferem, e muito, da das animações nos cinemas. Reboot, Beats Wars, Donkey Kong, Pinguins de Madagascar [que não estreou aqui ainda] etc. O Rancho da Lucasfilms que produz a série atualmente não poupou gastos para o visual da série, decisão mais do que acertada, pois ela é um sucesso instantâneo, seja aqui ou lá nos EUA. Não é para menos que um 2ª temporada lá fora já está mais do que oficializada. Star Wars: The Clone Wars já tem em sua primeira temporada magníficos 22 episódios.

O Cartoon exibiu ontem 2 episódios de tal temporada. O primeiro com Yoda como protagonistas. Excelente maneira de começar a série. Certamente é melhor do que o outro exibido. A história mostrou a sabedoria de Yoda, suas habilidades e a importância que os soldados clones devem ter para todos. Já o segundo episódio temos o general Grievous em posse de uma perigosa arma que destroi uma frota inteira do Jedi Plo Koon, que fica a deriva no espaço. Anakin e Ahsoka, a jovem aprendiz do jovem Jedi vão ao resgate. Um episódio sufocante, onde a agonia aumenta a cada segundo, com o Jedi preço numa cápsula de emergência da nave destruida, os soldados de Grievous destruindo tudo que sobreviveu ao ataque e Anakin e Ahsoka não encontrando o sobreviventes pelo massacre. Fantástico.

O melhor é que a série foi produzida para fazer sentido mesmo que o espectador não seja um fã de Star Wars. Não é preciso conhecer os tudo sobre a série, ou decorar todos os nomes das dezenas de personagens. Antes de cada episódio um resuminho básico é feito para que você possa seguir melhor o episódio sem se preocupar com a cronologia de toda a saga.

Com certeza, Star Wars: The Clone Wars corre na lista dos melhores lançamentos do canal este ano e está no topo das melhores séries 3D já produzidas na TV. Apesar de eu ter um carinho pela antiga série animada de Star Wars que o Cartoon Produziu anos atrás sobre a supervisão de Genndy Tartakovsky, o criador do Laboratório de Dexter, acredito que a nova tem todos os fatores possíveis para superar sua antecessora.

Isso também pode lhe interessar

5 Comentários

  1. A série do Genndy Tartakovsky era muito boa. Podemos dizer que era até mais adulta que essa nova, mesmo que as duas sejam voltadas para um público infantil também, não só adolescente.

    O que The Clone Wars tem de melhor é que ela é mais dinâmica, visualmente falando, por ser em 3D, ao contrário da outra que era em 2D.

    Star Wars sempre foi visual, acima de tudo.

    O episódio do Yoda acho mais ou menos. Já o seguinte, que é a primeira parte de três é bem melhor.

  2. Ao ler o título do artigo (”Distúrbio na força”) Pensei que você ia acabar com a série.(2)

    kkkkkk eu sou muito fan de Star Wars,vi todos os filmes 48293749823642387462387 vezes.Star Wars estilo de vida 4ever!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.