Lendo

Homem-Aranha, o herói dos bolsos vazios, mas com revista de estréia milionária! [HQ]

A edição de estréia do Homem-Aranha acaba de entrar para um clube muito seleto: o das revistas de histórias em quadrinhos cujo valor ultrapassa um milhão de dólares. Quem diria, uma bela ironia em relação ao personagem, um pobretão que sempre teve que dar duro para poder pagar o aluguel de sua casa no fim do mês.

Um colecionador de quadrinhos pagou US$ 1.1 milhões para ser dono de uma cópia da revista Amazing Fantasy #15 (em condição near mint, ou seja, quase nova), revista que marcou a estréia do amigão da vizinhança em 1962. As identidades do vendedor e do comprador estão sendo mantidas em sigilo. E pensar que essa mesma revista do Aranha foi vendida por 12 centavos de dólar em 1962! Para efeitos de comparação, a revista Action Comics #1, onde se deu a estréia do Superman, foi adquirida por US$ 1.5 milhões.

A edição de estréia de Batman também faz parte desse clubinho milionário. Uma cópia de Detective Comics #27 atingiu o preço de US$ 1,075,500 em Fevereiro de 2010. Inicialmente, a mesma cópia foi vendida por US$ 2,500 em 1985 e por US$ 140,000 em 2000!

O feito da revista do Aranha é mais notável ainda por se tratar de uma revista mais recente do que as dos seus “colegas” Superman e Batman, sendo ela a única revista da Era de Prata a ser tão bem valorizada. Sem contar que a revista do Super é muito mais rara, pois naquela época (24 anos antes da estréia do Aranha) as pessoas não guardavam as revistas, que em sua grande maioria eram recicladas como parte do esforço econômico de guerra.

Stan Lee, ao saber do feito de Amazing Fantasy #15, chegou a brincar com a situação, dizendo que “deveria ter guardado suas primeiras edições dos quadrinhos do Aranha”. Mas naquela época não era usual que as artes originais e nem as cópias que encalhavam fossem guardadas, em virtude do pouco espaço disponível nas sedes das editoras. Lee chega a brincar dizendo que “naquele tempo, quando vinham os entregadores de lanches, nós oferecíamos a eles revistas e artes de graça, pois senão iríamos jogar fora mesmo”.

Nada mau para um herói que tem que suar muito para conseguir fechar o mês no azul!

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Mauri Link

Um gamer inveterado desde a primeira geração de consoles, aficcionado por histórias em quadrinhos, nerd de carteirinha, e super-herói nas horas vagas!
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.