Buso Renkin: o começo do fim! Resolve empolgar só agora que tá acabando!? [Vol. 7] [MdQ]

Posso dizer que esse foi o volume que mais gostei de ler até agora em Buso Renkin. Teve lutas decentes, um plot bem estruturado, a mais que necessária saída do âmbito escolar, construção convincente de personalidades e ainda conseguiu empolgar pro volume que vem! Aí começa a deixar a sensação de “poxa, agora que tá acabando é que fica bom?”. Mas antes tarde do que nunca, e se essa qualidade se mantiver nos três volumes seguintes ficarei feliz de ver a série “go out with a bang”! Vamos ver em detalhes?

Começando pelo começo (ho), achei excelente a decisão de deixar fora o pessoal da escola e toda essa ambientação escolar que o mangá teve até agora. Achava forçada a fixação dos homúnculos justamente no colégio do protagonista, tudo convenientemente acontecendo lá, etc, essas coisas de mangás shonen colegiais, mas que em Buso eram ainda “piores” porque nunca tivemos um outro universo pra alternar, como, digamos, a Soul Society de Bleach. O autor comentou no storyboard que tá morrendo de vontade de voltar a desenhar os colegas, mas eu tô “Nãããããão, aguenta aí!!!” haha, não quero mesmo eles de volta à história antes dos finalmentes com o finalzinho feliz lá.

Seguido ao início da jornada (fiquei com essa sensação de “odisseia” com a viagem do Kazuki e da Tokiko, achei bacana) tivemos um desvio pra mostrar o Gouta. Sem comentários pro motivo dele ter caído! Hahahahaha, eu ri. Acho bacana que mesmo em momentos sérios o Watsuki consegue inserir esse humor característico do mangá. O flashback foi bom por não ser nada super meloso, achei que teve o tom necessário. Ver a Tokiko de rabinho de cavalo só a deixou mais parecida com o Kenshin ainda, hein? E isso também me dá o gancho pra comentar sobre o ranking de popularidade: alguma surpresa? O Kazuki é oficialmente o protagonista, mas a forma como a Tokiko é trabalhada na história acaba a colocando em maior destaque, na minha opinião. Achei justo e condizente com a forma como eu votaria também. Papillon em terceiro, rá! Conquistando cada vez mais um lugar na minha lista de personagens favoritos; nesse volume ele tava ainda mais fodão! Rio muito com sua personalidade (“Gosto de ligar, mas não gosto que me liguem!”) e desde o início a relação dele com o Kazuki foi bacana. Espero que eles ainda tenham um embate no clima de rivais “do bem”, como parece que vão ser no final mesmo, considerando a inclinação pra uma redenção do personagem, que apesar de ser homúnculo já se mostra mais “vegetariano” que o normal. Não posso dizer que não gostei disso. E o Kazuki justificando o jeito dele pro Gouta também me rendeu algumas risadas.

Ainda sobre o Papillon, luta foda com aquele cabeludo! Imagino como essa habilidade de renegeração ficaria melhor no animê, tem umas coisas que dá pena mesmo ver no mangá. Fora isso, o Watsuki parece que pegou um jeito melhor de conduzir as batalhas, uma coisa bem mais dinâmica que nos outros volumes. Dá até pra se deixar levar pela leitura sem ficar “nossa, que mal desenhado”, “putz, que perspectiva mal feita”, etc. Hahaha, maldade, né, mas pior que é verdade, nas lutas anteriores pouca coisa se salva.

Mas voltando ao Gouta! Os chakram dele de aparência são meio simples demais, mas que bacanas os negocinhos! Nem tanto pra lutar, que já vi/controlei essa arma em Tales of Symphonia por muitas e muitas horas, mas sendo usado pra correr -> cortar e pra nadar foi “uooh!!” e deu o charme da luta contra a unidade de reextermínio. Mas não foi só isso que a deixou gostosa de ler, achei todos os quadros muito bem aproveitados. Me chamem à Terra se eu tiver viajando demais, mas esse volume como um todo, em especial nessa luta, teve lances de perspectiva e um uso de quadros bem superior ao que vimos antes. Ângulos variados em sucessão, ausência de quadros em alguns desenhos, invasão em outros, não sei… repassando as páginas aqui agora, a leitura tá bem dinâmica, fluida mesmo, e isso é ótimo!

Mudando de foco, esse Kazuki decidido ficou muito bom. O momento “sou foda” dele descendo com a Sunlight Heart + rente ao inimigo deixou uma boa impressão, assim como ter poupado a vida dele depois, mas sem qualquer impressão de “putz, guri ingênuo”, e sim como parte do que ele decidiu ser. Gostei, ficou mais maduro e nem por isso perdeu o jeito animado e brincalhão, como foi nas cenas em que o Gouta se juntou à dupla. A Tokiko encolhida ficou engraçada por ter que ser protegida por Papillon e companhia, e rachei de rir com a Ohka segurando a gargalhada por vê-la daquele jeito! A rivalidade das duas é legal. Agora me pergunto se quando ela voltar ao tamanho normal a roupinha chinesa vai se rasgar toda… hum… roupas rasgadas em mulheres me lembram Tenjho Tenge, mas duvido muito que nosso puro Watsuki-sensei faça algo nesse estilo, hahaha. Já foi muito ter sugerido que ela escapou nua até a caixinha de primeiros socorros!

Que mais… algumas coisas trivia. 1. O Buso Renkin cachorro me fez soltar “OMG, É O FRIENDER”, e me impressionei com o autor confessando depois que o design realmente tinha sido baseado no fiel cão do Casshern. (Vejam, vejam, vejam, vejam Casshern Sins!!!) 2. Aquela atendente da lanchonete ter ficado em 11º lugar no ranking de popularidade foi muito bom! O quanto ri com ela uns volumes atrás é sem precedentes, gostei de ter sido “reconhecida”! 3. O personagem misterioso que apareceu no flashback da Tokiko em Newton Apple me lembrou a Tali de Mass Effect, mas pode ser só porque eu ando jogando isso mesmo. Sobre essa escola, me perguntava quando é que iam mostrar o passado da Tokiko anterior a conhecer o Kazuki; finalmente apareceu. Mas se não me engano, tinha algo de obscuro sobre ele, não? De ela ter visto gente ser morta… ou alguma coisa assim. Não lembro bem agora, mas tenho mesmo essa impressão de ter lido isso nos volumes iniciais, vocês não? E se for mesmo, então será que é de antes da Newton ainda? Dela criança? Não sabemos mesmo como é que ela virou guerreira… hum. 4. Página 151, Hiwatari saindo do banho: cabelo iguaaaal o da Fang de FFXIII. Eu sei, eu sei, tenho que parar de relacionar qualquer bobagem a outras coisas que vejo/jogo, mas acontece, poxa! XD Pra terminar, o desejo de que as coisas continuem nesse ritmo! Que venha o #8!

Isso também pode lhe interessar

7 Comentários

  1. Meh, eu assisti BR depois q a JBC estreiou e achei bem superficial e forçado, mas a historia realmente fica melhor depois do despertar do Victor. Um episódio até me fez chorar, pena que o autor não pegou esse pique logo no começo do mangá, assim quem sabe não teria sido cancelado.

  2. Por favor, alguém me expliquei o “até ser morto por monstros canibais” na capa do mangá. Até onde sei, canibal é quem se alimenta de indivíduos da mesma espécie, logo um monstro é diferente de um humano, se monstros comeram um humano isso não caracteriza canibalismo. Logo a JBC cometeu um erro estrondoso na capa do mangá.

    Estou certo ou errado?

  3. Repito meu comentario novamente³ BR vem melhorando a cada volume ;D
    A cada volume as coisas que me desagradavam vao diminuindo apesar de ainda ter muita coisa que eu considero que seria melhor se o manga se aprofundasse mais em certos momentos como por exemplo a relação dos personagens a despedida dos amigos ficou algo tao superficial e sem impacto mas acho que isso foi a unica coisa que nao me agradou tanto 8D

    o Wazuki me surpreendeu positivamente com o Gouta nao esperava mesmo gostar tanto desse personagem se bem que na primeira aparição dele eu o havia achado bem cool impressao que sumiu depois de ver o quanto ele é banana xD

    Gostei muito do flashback mostrando seu passado e tals e da sua luta que alias foi uma das melhores do manga acho que é meio tarde para se dizer isso mais gostaria que todas as lutas desde o inicio tivessem sido assim bem planejadas foi um dos poucos momentos em que fiquei apreensivo lendo BR ponto pro Wazuki xD
    O BR dele apesar de ter uma aparencia bem simples (que nao gostei tanto) é bem interessante e versatil

    Outra coisa que nao gostei tanto foi do Wazuki ter feito algo que poderia ser mais serio com a apresentação do Kazuki o cara tirou a tensao daquele momento (se bem que eu gostei da piadinha XD mesmo achando que ela nao precisava ter sido repitida 3x) eu gosto dos momentos de humor da serie mais ainda prefiro algo mais serio

    Uma das partes que mais gostei (alias do manga todo) foi a cena dos 3 sobre o guarda chuva foi realmente um momento bonito e bem sutil sem precisar forçar a barra como geralmente vem sendo feito . Ponto pro Wazuki²

    Fiquei curioso sobre o mascarado do porao se nao me engano o Kazuki é chamado de Victor III seria esse mascarado o Victor II? o_õ

    Sobre a luta deles na floresta nao me agradou muito os metade-cachorro-robos-foguetes acharia mais legal se eles tivessem sido derrotados com 1 hit do kazuki msm alias tambem fiquei me perguntando “De onde ele pulou XD” na hora em que ele aparece com pose de “Sou foda” ( DJING DJING DJING (8) )

    A luta do Papillon com o cabeludo eu nao sei nem o que esperar ambos tem habilidades bem apelonas gostaria que o cabeludao saisse vencedor gostei dele 8D’

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.