Papo Pipoca

X Japan no Brasil: Eu fui! [Música]

Numa linda noite de um domingo no HSBC Brasil, o X Japan em apresentação inédita fez um show memorável, e lá estava eu acompanhando todos aqueles fãs que ovacionaram eufóricos a performance da banda.

O show começou com um atraso tremendo de duas horas, cujos motivos são desconhecidos, pode ter sido a organização da Yamato, a grande causadora, ou ainda problemas da banda, mas ninguém parecia se importar do lado de fora, apenas se manifestando poucos minutos antes do show ter início com gritos de: “Ei Yamato, vai tomar no …”. Não posso por o que foi falado pois esse é um blogue de família pessoal. O que achei sacanagem foi as vaias, pois fica difícil para a banda saber se não são eles que estão sendo vaiados.

Passado a ansiedade tamanha com as luzes da casa apagadas e um quarteirão e meio de pessoas aglomeradas aguardando ansiosamente as primeiras notas musicais que anunciariam o início do momento tão aguardado por todos nós, finalmente tivemos a música de abertura e a banda dando as caras, levando o público ao delírio gritando continuamente: “We are… X!”, frase que se repetiu continuamente por todo o show.


A banda teve um repertório que inclui as três novas músicas atuais, I.V., Jade e Born to be free, além de clássicos como Kurenai, Rusty Nail, Silent Jealousy, Drain, X e Art of Life. Claro que as baladas também figuraram e deixaram alguns chorando ao ouvir Endless Rain, além de Tears e Forever Love que emocionaram o público, mas eu juro que nnao chorei, tenho duas pessoas de testemunha, minha esposa e minha irmã que não me deixam mentir, mas quase… foi emocionante ouvir ao vivo essas lindas músicas.

A banda também deu momentos muito interessantes com os integrantes em performances solo, como Yoshiki e suas várias brincadeiras com a bateria e o piano, aliás a bateria era trasparente e muito bonita, e o piano também era lindo. Sugizo protagonizou lindos momentos solo com o violino, fantástica sua apresentação e as maravilhas que ele é capaz de fazer com o instrumento. E caramba como o Toshi canta bem ao vivo, sem ele a banda não é nada.

A acústica da casa de shows era fantástica e colaborou muito para que a apresentação fosse um verdadeiro espetáculo. Pena que não usaram os telões para termos bons closes da banda, aliás, o show foi todo gravado, ou parte dele será usado para a gravação de um DVD da banda ao redor do mundo, ou a Yamato venderá por aqui as imagens, espero que seja a primeira opção, e claro que eu comprarei.

O líder da banda Yoshiki protagonizou ainda um dos momentos mais interessantes, para não se falar bizarro do show, se jogando para a platéia seguido pelos seguranças que tentavam resgatá-lo, mas parecia que ele não tinha o menor interesse em ser socorrido. Ele também gritava bem eufórico “We are”. Claro que palavrinhas em português foram arriscada por todos, Yoshiki mesmo disse: “Eu amo guaraná”, além de uma bandeira brasileira estilizada com o nome da banda, e uma mistura com a bandeira japonesa.

Em resumo foi estupenda a apresentação, espero vê-los novamente no país. Este ano as bandas japonesas estão invadindo o país, espero que próximo ano seja ainda melhor com mais apresentações da música da terra do sol nascente. As fotos do show foram retiradas do Made in Japan, pois como eu estava um tanto longe e minha câmera não é tão boa, mas vocês podem conferir outras lá no site. Abaixo vocês também podem conferir um vídeo da apresentação que foi ao ar no leitura dinâmica da Rede TV.


Isso também pode lhe interessar

Pikachu

Gamer e nerd, meus gêneros favoritos são RPGs e Adventures, e claro que adoro Pokémon. Aprecio uma boa música também, em especial o bom e velho Rock N' Roll e o Metal e suas vertentes.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.