Comunicados de ImprensaJapãoLendo

(Press) Editora JBC anuncia a publicação do mangá Samurai 7!

// Press | Editora JBC //

Samurai 7 é da JBC!

Sete samurais e um destino! – Samurai 7, adaptação para os mangás da mais famosa obra de Akira Kurosawa, chega ao Brasil pela JBC

Samurai 7 (Samurai Seven, no original), adaptação para os mangás do celebrado épico do cineasta Akira Kurosawa, chega ao Brasil pela JBC em dois volumes.

Em Os Sete Samurais (Shichinin no Samurai), longa dirigido e escrito por Kurusawa em 1954, humildes camponeses contratam sete ronins (samurais sem mestre) para impedir que violentos saqueadores roubem sua colheita e destruam seu vilarejo. O filme  é uma das produções mais influentes da história do cinema. Em 1960, a fita foi adaptada em Hollywood dando origem ao clássico do faroeste Sete Homens e um Destino (The Magnificent Seven) – cujo sucesso gerou três sequências, uma série de TV e, agora em 2016, uma refilmagem estrelada por Chris Pratt (Jurassic World, Guardiões da Galáxia) e Denzel Washington (O Voo). No auge da febre Guerra nas Estrelas (Star Wars), em 1980, os sete samurais de Kurosawa se tornaram os Mercenários das Galáxias (Battle Beyod the Stars). Até mesmo a Pixar tomou emprestada a ideia do aclamado diretor japonês para criar a animação Vida de Inseto (Bugs Life, 1998).

Mas foi apenas em 2004 que a obra de Akira Kurosawa ganhou sua versão em anime. Produzido pelo Gonzo, estúdio famoso por animações como Blue Submarine No.6, Vandread, Gate Keepers e Samurai Girl – Real Bout High School, Samurai 7 (Samurai Seven) adaptava o longa de Akira Kurosawa para o universo fantástico dos desenhos animados japoneses.

A produção, repleta de efeitos especiais gerados por computador, misturava o Japão feudal da obra original de Kurosawa com misteriosas máquinas gigantescas que saqueiam sem piedade os camponeses. Assim como nas outras produções, os agricultores decidem contratar alguém que os possa defender.

Com o sucesso do anime, que chegou a ser exibido no Brasil pelo extinto canal Animax, foi a vez da renomada editora Kodansha (Sakura Card Captor, Seven Deadly Sins, Sailor Moon, Ataque dos Titãs, Fairy Tail) transpor a série animada para os quadrinhos japoneses.

BANG-BANG À JAPONESA

A versão em mangá de Samurai 7 atualiza a história contada por Akira Kurosawa em seu clássico de 1954. A trama ainda se passa no Japão antigo. No entanto, a alta tecnologia contrasta com o cenário rural. Mesmo os samurais se utilizam de armas modernas para sobreviverem à guerra contra misteriosas máquinas que assola o país.

Nesse panorama, onde passado e futuro se misturam, os agricultores de um vilarejo decidem contratar sete samurais para impedir que gigantescos ciborgues sigam pilhando o arroz que cultivam. E é exatamente esse arroz, sua maior e única riqueza, que servirá de moeda para Kirara, a jovem sacerdotisa da vila, contratar o grupo de guerreiros para defendê-los. Embora incialmente resista ao convite, o experiente samurai Kambei Shimada e também o jovem e destemido Katsuhiro a ajudarão a reunir os guerreiros certos para a missão.

Sob os cuidados do mangaká Mizutaka Suhou, a versão em quadrinhos de Samurai 7 foi condensada em 2 eletrizantes volumes que estão chegando ao Brasil pela editora JBC.

Via Editora JBC

A categoria “Press” são postagens de comunicados oficiais, informativos e press releases que o site recebe via email de assessorias de alguns estúdios e empresas a respeito de seus games e produtos. Todas são atualmente publicadas na íntegra no Ponto de Checagem, entretanto os mais legais agora trazemos e o republicamos – também na íntegra – para o site em uma categoria solo! Isso não significa que eventualmente o assunto aqui publicado não possa virar uma outra postagem, mais pessoal e opinativa, a respeito de outros pontos e questões.

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios