AssistindoJogandoMiscelânea

Opa, novidades bacanas no catálogo do Netflix!

Novos episódios, novas séries, novas animações, novos filmes!

Ahhhh! Men in Black: The Series acabou de entrar no cardápio do Netflix! Não faz nem um mês que comentei aqui no blog que sou o maior fã desse desenho (lembra?) e olha ele estreando no Netflix! Que demais. E todas as 4 temporadas de uma só vez. Estou meio que sem palavras, de tão feliz que fiquei. Agora eu tenho a absoluta certeza de que fiz a melhor coisa assinando esse serviço. TV por assinatura é coisa do passado mesmo.

Acredito que o programa tenha entrado hoje, já que ontem estava vasculhando as novidades e não vi MIB entre elas. Fui testar o primeiro episódio, mas a sincronia do áudio em português está meio fora do lugar. Mas isso deve ser consertado logo mais, Ducktales estava assim no começo e depois foi consertaram. Quem for assinante do Netflix, basta clicar aqui pra ver a página do desenho.

Mas não foi só isso que andou estreando no Netflix ao longo dessa semana. Várias animações da Nickelodeon ganharam novos episódios no catálogo. Avatar – A Lenda de Aang, por exemplo, foram adicionados os episódios da segunda temporada (Livro II). O que é uma ótima novidade, pois eu só vi o desenho até o final do primeiro ano e estava louco para continuar assistindo e na Nick da TV por assinatura o desenho tinha uns horários muito loucos quando exibiram no ano passado. Outras desenhos como Danny Phaton, Os Anjinhos (Rugrats), Jimmy Neutron e Ei Arnold! também ganharam novos episódios.

Agora uma tosqueira curiosa que também estreou no serviço e que pode ser nostálgico para muitos leitores do blog é a série Mighty Morphin Power Rangers. Sim, é isso mesmo que você está pensando. É a primeira série de Power Rangers, aquela de 1993 (que foi até 1995). A precursora de todos estes outros malditos Power Ranges bizarros. “Temos que morfar!” Rá! Eu assistia essa tosqueira quando era um pivetinho. Não pretendo reassistir, mas achei bacana demais o resgate pelo Netflix. Esse update vem do contrato da Disney acredito. Espero que adicionem logo outros desenhos da casa como Tico e Teco Rescue Rangers, Darkwing Duck, The Gummies, Ursinho Pooh, Bonkers, Timão e Pumba, A Turma do Pateta e TV Quack. Não podem ficar só com Ducktales (que é massa demais). Mas voltando, Power Rangers, o começo de tudo, agora no Netflix pra quem nunca assistiu. XD

Enquanto isso, no departamento de séries americanas, duas novas adições que me interessaram: The L Word e Twin Peaks! A primeira cheguei a acompanhar os primeiros anos em DVD mas parei porque na época havia mais série em destaque na TV para acompanhar. The L Word não é ruim, tem toda uma polêmica em seu teor e sobre o estilo de vida das lésbicas dentro da história. É diferente, mas só acompanhei o comecinho mesmo. Não sei se melhora ou piora com o tempo. Já Twin Peaks é considerado um clássico da TV americana, um thriller de mistério e suspense que até hoje serve como inspiração para muitas séries produzidas dentro do gênero. Nunca assisti, ela passou bem antes de me interessar por séries americanas (já que é de 1990), nunca consegui comprar os DVDs e devo começar a ver qualé dessa série. Finalmente!

O catálogo de filmes também deu uma crescida ao longo dessa semana. Tem algumas coisas que até hoje não assisti. São filmes de menor calibre, mas é uma boa pedida para aquele momento que não tem nada na TV e você está fugindo das reprises. Filmes como Amigas com Dinheiro (2006), Limite Vertical (2000), Zathura (2005), Senhores do Crime (2007), Menina de Ouro (2004), O Contrato (2006), Um Ato de Liberdade (2008), Mais do que Você Imagina (2008) e O Lutador (2008).  Não são grandes blockbuster, mas enfim.

Eu mesmo prefiro filmes mais antigos. Recentemente assisti, via Netflix, pérolas como Um Tira no Jardim de Infância (1990), Olha Quem Está Falando (1989), Um Príncipe em Nova York (1988), Feitiço do Tempo (1993), Os Fantasmas Contra Atacam (1988), Coração de Dragão (1996) etc. Este último é massa demais. Um pecado quem nunca o assistiu.

Para encerrar, vale mencionar que em fevereiro o Netflix irá estrear nos Estados Unidos e na América Latina uma série nova, produzida na Noruega chamada Lilyhammer e que, por enquanto, só será exibido pelo Netflix para este lado do globo (nenhum canal americano irá exibir a série, é algo como um conteúdo exclusivo do Netflix. Há planos para que se comecer a trazer conteúdo original para o serviço, o que acho muito interessante). A série tem como protagonista o ator Steve Van Zandt, conhecido mundialmente pelo seu papel na série The Sopranos. A estréia está agendada para o dia 06 de fevereiro. Serão disponibilizados de uma só vez os 8 episódios da primeira temporada.

Para encerrar, quem estiver meio perdido, tipo “o que diabos é Netflix?” ou quer saber mais detalhes sobre o serviço, recomendo a leitura desta matéria que fiz no mês passado (clique), contando as minha impressões com o serviço que estou utilizando através do meu Xbox 360. Netflix custa apenas 15 reais por mês e pode ser usado através dos consoles desta geração (Xbox 360, Wii, PlayStation 3), direto pelo PC, em algumas marcas de Smart TV ou via Ipad. É necessária ter conexão banda larga também.

Fica a dica. 😉

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios