Assistindo

Pds – The Walking Dead – Midseason Finale

+ um papo sobre essa excelente terceira temporada!

Olá pessoal!

Depois de acompanharmos semanalmente a incrível primeira metade da terceira temporada de The Walking Dead, chegou a hora de batermos um papo e fazermos uma avaliação de como a trama se desenrolou nesses 8 primeiros episódios e discutirmos o que foi maneiro e o que foi sem graça/nada a ver!

Spoilers da terceira temporada abaixo:

Confesso que mesmo com seus altos e baixos, eu estava super empolgado para essa terceira temporada, como vocês puderam ler em um post que fiz sobre a série um pouco antes da estréia da temporada, e para nossa felicidade, ou pelo menos para a felicidade da maioria, a temporada foi espetacular.

Começando pelo primeiro episódio, finalmente podemos ter uma idéia mais real de como um grupo lutando pela sobrevivência deve se portar diante das necessidades. Rick finalmente se tornou um líder, mas não perdeu sua humanidade, e o grupo entendeu que é necessário união caso realmente quisessem sobreviver. Além disso no primeiro episódio já notamos que os produtores pretendiam inserir mais momentos de ação na trama, algo que perdurou por toda a primeira parte da temporada e fez toda a diferença.

Não sei ao certo, mas a impressão que tenho é que a morte de Shane fez muito bem a história, pois permitiu ao grupo finalmente agir com união (parecendo uma matilha de lobos selvagens com seu líder, Rick), apesar de Shane ter sido meu personagem preferido durante as duas primeiras temporadas, pois até a sua morte ele era o verdadeiro líder, mas com atitudes altamente contestáveis em alguns momentos. No entanto, parece que Rick aprendeu que em determinados momentos, realmente é necessário atitudes drásticas em prol da segurança do grupo e sua cena onde crava um facão na cabeça daquele presidiário maluco que queria prejudicá-lo foi antológica e mostrou um novo Rick que provavelmente conquistou o público, já que até essa terceira temporada eu notava que o público o considerava fraco e um cara que só tomava decisões equivocadas, além de corno.

E o que foi aquela cena do zumbi se fingindo de morto atacando a perna de Hershel? Essa cena foi incrível e nos mostrou que The Walking Dead não iria enrolar e nem poupar ninguém nessa temporada. Foi uma cena tensa e esteticamente linda, daquelas para convencer seus amigos a assistir a série, pois ali não tem frescura (eu mostrei essa cena para amigos que não assistem a série, xD).

Não sei nem o que dizer sobre Michonne e o Governador… Começando pela primeira, no início ela apareceu um pouco apagada: muito poser (impressionava apenas pela espada maravilhosa que ela carrega), sem diálogos, mas parece que os produtores estavam guardando a personagem para o maravilhoso midseason finale: Made to Suffer. Falarei melhor sobre ele mais a frente!

O Governador, ao contrário de Michonne, já convenceu logo de cara. David Morrissey deu um banho de atuação e carisma com o seu personagem e a partir do terceiro episódio ele rouba a cena. Nem parece que tivemos uma participação do personagem por apenas 4 a 5 episódios. Ele já demonstra ser um cara frio e calculista desde o começo, mas não demonstrava ser o monstro que os spoilers dos quadrinhos teimavam e nos mostrar. Até que… Falaremos disso a seguir também.

Não vou comentar toda a temporada pois senão o post poderia ficar enorme, então vamos a um episódio chave: Killer Within!

O quarto episódio dessa temporada foi extremamente controverso, houve quem amasse, mas também quem o odiasse. O que ninguém pode negar é que ele abalou as estruturas da série, a vida dos personagens e ainda por cima incentivou a discussão entre os fãs.

A morte de T-Dog foi subestimada por muitos, inclusive eu, mas ao sabermos mais a frente que ele só morreu porque tentou fechar os portões e Glenn afirmar que ele era um herói e o salvou diversas vezes, acredito que todos sentiram pelo menos uma pontinha de saudades do personagem.

Lori… bom, quase ninguém curtia a Lori, mas é inegável que sua morte foi emocionante e ver a ação de Carl e Maggie nessa cena foi de cortar o coração. Rick indo atrás do zumbi que provavelmente almoçou a sua esposa foi de dar muita dó e me coloquei no lugar dele vivendo aquele apocalipse zumbi e passando por uma situação tensa daquelas. Me convenceu!!! E uma série fazer você se colocar no lugar de um personagem significa que está te tocando de alguma forma.

Falando no Carl, ainda não o considero um grande personagem, mas certamente não é mais o garotinho antipático das primeiras temporadas, certamente ele cresceu e ficou mais interessante nessa temporada.

Sobre Carol e a outra filha do Hershel não tenho muito o que falar, pra mim estão fazendo hora extra na série até que se prove o contrário.

Glenn andou meio sumido durante a temporada, mas acho que sua participação no penúltimo e antepenúltimo episódio dessa primeira metade da temporada fizeram ele continuar com a cotação de um bom personagem, mas mesmo assim não tenho muito o que falar sobre ele. O mesmo vale para a Maggie, tirando o fator que ela ainda não mostrou muita coisa (sem trocadilhos) na série.

Agora vamos falar de um dos melhores personagens dessa temporada, principalmente por dar um tom mais cômico e anos 80 a série: Merle. Ao mesmo tempo que eu o considero um personagem clichê, também o considero um dos melhores personagens da temporada e acho muito foda a atuação de Michael Rooker. Se o governador foi o principal vilão pelo fator psicológico, Merle foi o principal vilão no fator físico, além de lembrar vilões clichês de quadrinhos. Muito Bom! Aplausos pro Merle, tomara que ele não morra agora!

E antes de falar sobre o midseason finale em si e sobre o que esperar para o futuro, abro um parênteses para falar da Andrea: quem me conhece sabe que não curto a personagem e já escrevi isso no outro post que fiz sobre a série aqui no Portallos. E essa condição se mantém, a personagem desde o início da série só toma decisões duvidosas e não gosto da atuação da atriz, a considero caricata demais e el nunca assume um papel de vez na trama. Esperava que finalmente ela fosse se tornar a personagem feminina durona e atiradora do grupo, mas me enganei. Ainda tenho fé que ela possa vir a se tornar uma boa personagem no futuro, mas até agora nada. Seus diálogos com o governador, na minha opinião, ajudaram a desenvolver e conhecermos melhor o personagem do governador, mas não desenvolveu da própria Andrea.

Pra finalizar vamos falar da midseason finale Made to Suffer!

Esse episódio nos introduz logo de cara novos personagens, incluindo Tyreese, personagem que tenho leves spoilers de sua importância na trama dos quadrinhos, o que também ajudou a deixar muita gente preocupada com nosso sempre foda Daryl naquela cena final do episódio. O Governador parecia muito disposto a não deixar que o acontecimento com a sua pequena filha zumbi Penny não passasse batido! Falando nisso, Michonne e o Governador travaram uma bela luta, após nossa espadachim preferida ter “matado” sem piedade a filha do governante de Woodbury!

Nesse episódio, Michonne foi elevada ao status de uma das personagens mais legais da série pra mim. O Governador da estava nesse patamar e parece que vai subir mais ainda por não ter mais nada a perder e estar enfurecido. Suas primeiras vitimas mais prováveis são Merle e Daryl. Certamente só três coisas podem acontecer no próximo episódio:

1 -Merle e Daryl morrem.

2 – Apenas um dos dois morre! Se isso acontecer aposto em Merle.

3 – Daryl e Merle fogemem uma cena super foda e Merle sai como fodão em uma jornada solitária (viajei).

Em todas essas hipóteses, aposto em uma forte influência de Andrea na cena, pois ela não está ali por acaso.

Para o futuro espero um combate feroz entre o grupo de Rick contra o Governador, além da provável interação do novo grupo que surgiu na prisão com o nosso velho e querido grupo. Será que mais alguém do grupo principal irá morrer? O que será da bebê Judith (a ignorei completamente no post)?

Espero uma excelente continuação da temporada e vai ser complicado aguentar a ansiedade de esperar até fevereiro.

Ah é! E os zumbis? Com esse combate animal que vai rolar entre Team Rick e Team Governador, acabaram ficando em segundo plano, mas depois de um almoço de T-Dog e um jantar de Lori acho que dá para eles ficarem satisfeitos por um tempo!

Vida longa a The Walking Dead e deixem suas previsões e opiniões nos comentários!

Até a próxima!

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Rafael Gaara

Apaixonado por blogs, cinema, games, séries, músicas, animes e mangás, não necessariamente nessa ordem! The GodFather, Final Fantasy X, Pokémon Yellow, The Legend of Zelda, Atari, Berserk, Code Geass, One Piece, entre outros, moldaram meu corpo, minha mente e meu espirito.
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios