Jogando

Orientation é o 1º trailer de gameplay de L.A. Noire! Rockstar criando mais hype!

É verdade que ignorei totalmente Red Dead Redemption, o último sucesso arrasador da Rockstar. Mas foi por um motivo bobo meu, odiar games de faroeste. Acho a Rockstar um dos melhores estúdios desta geração, que sabe criar universos e investir no gênero de sandbox com qualidade. Tudo bem que GTA IV não foi o que eu esperava também, mas não dá para negar que o game tinha muita coisa técnica que impressionou a muita gente quando lançado.

Agora está chegando em 17 de maio, L.A. Noire. Desta vez a Rockstar está ainda mais experiência, em GTA IV ela aprendeu como contar uma história que prenda o gamer por horas, enquanto em Red Dead Redemption, aprendeu a melhorar ainda mais o sistema de sandbox e liberdade e diversidade dentro do gênero. Noire chega então com uma tremenda responsabilidade de superar os lançamentos anteriores do estúdio. Não tem como não ficar empolgado quando se pensa assim.

O visual dos anos 40/50 é um dos fatores que mais me atraem no game. Muitos dos melhores contos de detetives feito por aí, são criadas neste período da história, por causa do visual e do clima e da cenografia da época. É algo meio difícil de explicar. O game coloca o jogador no papel de um mocinho desta vez. Nada de sair matando qualquer um assim sem mais nem menos, como em GTA, onde temos a perspectiva do bandido. Me pergunto como isso vá funcionar também, já que a liberdade para sair zuando, infringindo a lei e tal, é um dos elementos mais divertidos em GTA, imagino que em L.A. Noire não deve tirar isso, mas o jeito é aguardar para ver.

Quanto ao trailer, o gameplay parece ótimo. Nada a reclamar, com boas cenas de crimes, personagens com uma impressionante interpretação em termos de expressão facial, cenas de tiroteio, de interatividade entre as conversas com opções de como reagir, os cenários ricos em detalhes e muito mais. Vale a pena ficar de olho nos próximos vídeos do game e no lançamento em maio.

Obs: Como o leitor PSSH apontou via comentários, talvez o game deva ser apontado como do gênero “Open World”, que na minha opinião, é uma espécie de sandbox, porém com algumas limitações. A liberdade de fazer qualquer coisa em games de sandbox sempre variam entre títulos, uns podem mais, outros podem menos. Mas pra mim “Open World” e “Sandbox” em casos como estes, são equivalentes. Diferente de quando falamos sobre open world dentro de um outro gênero, como nos RPGs, aí sim não o chamaria de sandbox algo do tipo. Não sei, discutam isso via comentários.

Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.